Afinal, o que é ser flexível no trabalho?

o-que-e-ser-flexivel-no-trabalho

As constantes mudanças no mercado exigem que os profissionais desenvolvam a flexibilidade no ambiente de trabalho.

As mudanças do mercado, as necessidades do cliente, o avanço tecnológico e a crise econômica que o país enfrenta, exigem cada vez mais que além das habilidades técnicas, os profissionais também desenvolvam e potencializem a flexibilidade no ambiente de trabalho.

Quando uma pessoa coloca tal competência em prática, ela garante a empresa, inovação, tanto em suas atividades quanto em seus produtos e serviços. A flexibilidade ainda permite que o colaborador:

  • Maximize sua capacidade de ouvir novas ideias e opiniões;
  • Saiba lidar com as adversidades e mudanças de forma assertiva;
  • Identifique aquilo que o motiva;
  • Aumente suas habilidades de comunicação;
  • Mobilize os recursos presentes na organização;
  • Tenha empatia pelo outro;
  • Transmita e compartilhe conhecimento;
  • Potencialize sua visão estratégica;
  • Haja com responsabilidade;
  • Aumente sua capacidade de questionamento;
  • Compreenda as suas perspectivas;
  • Maximize sua vantagem competitiva;
  • Alcance resultados extraordinários;
  • Cresça profissionalmente.

Quando o colaborador não desenvolve e potencializa a sua flexibilidade, vários aspectos são afetados:

  • O medo e a insegurança bloqueiam seu crescimento;
  • O relacionamento interpessoal é comprometido;
  • Seu networking para de se desenvolver;
  • Sua habilidade de trabalhar em equipe diminui;
  • As tarefas são executas com mais dificuldade;
  • Alcançar cargos de liderança se torna improvável;
  • A capacidade de lidar com as pressões do trabalho cai;
  • Os resultados da empresa sofrem queda.

É importante frisar que ser flexível não quer dizer que o profissional deve se abdicar das suas expectativas e opiniões e se tornar um colaborador manipulável. Ao ser flexível, a pessoa se torna capaz de questionar, de expor suas ideias de diferentes formas, através de sugestões e articulações, pontuando suas reivindicações, mas sem deixar de ter empatia pela opinião do colega de trabalho. A flexibilidade existe quando o profissional se sente confiante e seguro para correr riscos e se colocar a frente das inúmeras situações que ocorrem no ambiente de trabalho.

Mas afinal, como um colaborador pode desenvolver a sua flexibilidade? Conheça algumas dicas a seguir:

  • Não se apegue às situações difíceis e busque crescer perante as mesmas e muda-las;
  • Adote novas estratégias e ações quando algo não der certo durante determinado processo;
  • Faça pausas durante o trabalho, para assim, analisar as circunstâncias sob uma nova perspectiva;
  • Desenvolva sua habilidade de comunicação e tenha certeza que ao conversar com alguém, você é de fato compreendido;
  • Receba feedbacks construtivos e os veja como uma chance de aprimoramento profissional;
  • Adquira conhecimento através de cursos, palestras e workshops, pois novas informações fomentam novas ideias;
  • Desenvolva empatia pelos colegas de trabalho e assim, ouça suas opiniões e sentimentos;
  • Se comunique com a equipe para aumentar seu networking;
  • Aprimore a sua visão estratégica para ver as situações como oportunidades e não ameaças;
  • Veja o contexto sob a sua ótica e a do outro, para assim, você conseguir assimilar mais ideias;
  • Não fique apenas na defensiva, adquira comportamentos produtivos;
  • Não exija o tempo todo, as vezes é a sua vez de ceder;
  • Reconheça quando você errar e peça ajuda quando necessário;
  • Ouça o ponto de vista do outro com atenção, a fala de outra pessoa pode oferecer muitas informações pertinentes para você;
  • Pondere suas ideias e opiniões quando necessário;
  • Identifique interesses e diretrizes em comum em contextos conflitantes;
  • Busque realizar o seu trabalho de formas diferentes durante a semana.

É pertinente dizer que a flexibilidade é uma característica de profissionais com um grande senso de autoconhecimento, pois através do reconhecimento das suas qualidades, pontos de melhoria, limitações e objetivos, ele é capaz de trabalhar para que a flexibilidade no trabalho seja uma habilidade presente em suas atividades. O Coaching é uma metodologia capaz de ajudar o colaborador a ser mais flexível e assim, alcançar resultados extraordinários, tanto para a empresa quanto para a sua carreira. Saiba mais!

E você, acredita ser uma pessoa flexível no trabalho? Tem outras dicas para desenvolver tal habilidade? Comente e compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Copyright: Creativa Images

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010