O poder do pedido de desculpas

Confira o verdadeiro poder que existe dentro de um Pedido de Desculpas

Desculpa é o ato de reconhecer um erro e se retratar. E esse é um dos motivos pelos quais conseguimos viver socialmente, saber aceitar e pedir desculpas, essa é uma forma de manter relações e permitir acordos.

O ato de pedir desculpas é uma forma de expressão de arrependimento por algo que fizemos e temos a intenção de consertar. Esse ato, também pode deixar quem o recebe, se feito verdadeiramente, em uma situação mais confortável para a resolução do conflito, dando abertura ao diálogo.

Pedir desculpas não deve se tornar um hábito que é feito sempre que fazemos algo errado, pedir desculpas tem que ser algo verdadeiro, e simplesmente um pedido. Pode até parecer uma tarefa difícil, mas é isso que poderá ajudar a consertar e melhorar seu relacionamento com outras pessoas.

No artigo de hoje eu vou te mostrar o poder que podemos perceber dentro de um pedido genuíno de desculpas. Confira.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Pedir desculpas

O ato de pedir desculpas é verdadeiramente extraordinário. Ele é capaz de restabelecer os laços com outras pessoas. Afinal de contas, somos seres humanos que, em um momento ou outro, irão cometer erros durante a trajetória em vida.

Esses erros podem magoar alguém, fazendo, até mesmo, que possamos perder o vínculo com um amigo, parceiro, familiar, além de poder causar consequências negativas no ambiente de trabalho, também.

Desse modo, pedir desculpas se trata mais do que um ato nobre. É uma forma de compreender que erramos e nos importamos com aquela relação que, de algum modo, prejudicamos.

E quando falamos em pedir desculpas há 4 grandes razões positivas que justificam o ato, sendo elas:

  • Oportunidade de diálogo: 

Isso porque, um pedido de desculpas é uma excelente oportunidades para dar início a uma conversa sincera e assertiva. Expor os seus argumentos e sentimentos em relação ao ocorrido.

É um ponto bastante importante pois, quando o pedido de desculpas não ocorre, muitas vezes por orgulho, essa brecha para uma conversa tende a não acontecer.

  • Reconciliação

Ferir alguém próximo pode gerar um sentimento avassalador. E como qualquer outra ferida, se não tratada, tende a crescer cada vez mais.

O ato de pedir desculpas pode nos render não apenas um tratamento para essa ferida, mas também uma possibilidade de nos reconciliarmos com quem machucamos.

  • Admitir o nosso erro

No fim, somos seres humanos dotados de características extraordinárias, entretanto, invariavelmente cometeremos erros, equívocos. Nem sempre estamos certos e, diga-se de passagem, errar não é algo tão difícil e longe da realidade de qualquer um.

Compreender isso é o primeiro passo para entendermos que haverão inúmeras situações das quais precisaremos admitir o nosso erro. Essa ação pode refletir muito positivamente em um pedido de desculpas.

  • Recuperar dignidade 

Por fim, quem nunca deitou-se no travesseiro a noite e ficou remoendo uma situação, sobretudo quando sabemos que somos nós os culpados. Trata-se de uma sensação bastante desagradável e pode nos tirar boas horas de sono.

Mas eu não falo apenas dessa inquietação. Afinal, ela é apenas um sintoma de que algo está claramente errado. O ponto principal que eu quero lhe falar diz respeito a algo mais profundo, sobre a dignidade.

Ela está totalmente ligada aos nossos valores pessoais, a nossa visão que temos do mundo.

Nesse sentido, o pedido de desculpas pode servir para reaver a nossa postura perante um erro. Até mesmo porque admitir um erro e assumir as responsabilidades por um acontecimento é um verdadeiro ato de coragem e humildade.

Como pedir desculpas

É pensando em te ajudar nesse processo de pedido de desculpas que eu separei algumas dicas extraordinárias que podem te ajudar. Confira:

Ouvir na essência

O primeiro passo é compreender como a pessoa, que se sentiu ofendida, realmente se sente. Afinal, para que um pedido de desculpas seja sincero e genuíno é preciso que haja empatia, sobretudo de quem irá realizar o pedido.

Escute atentamente o que a pessoa tem a dizer, quais são os pontos que a magoaram. Não negligencie os seus sentimentos e se permita conectar-se verdadeiramente com a pessoa ferida.

Nem sempre estamos certos

Em um pedido de desculpa sincero, não há quem está certo ou errado. É preciso deixar essa ideia de lado na hora de pedir desculpas a alguém,e enxergar o lado da outra pessoa e reconhecer a veracidade de seus sentimentos, por mais que você ache que esteja certo.

Ao pedir desculpas você deve aceitar as responsabilidades por suas ações, reconhecendo seus equívocos e erros.Mantenha o foco no que você fez e peça desculpas sinceras.

Evite se aprofundar novamente no assunto, seja o mais direto e racional possível, se não pode soar como se quisesse ainda estar certo.Seja sucinto e sincero.

Você também pode utilizar de forma cuidadosa pretextos para pedir desculpas, como uma forma de expressar que a ofensa não foi intencional, isso pode ser útil como forma de reafirmar que você se importa com a pessoa e não deseja o seu mal.

Demonstre empatia

Mais do que pedir desculpas e mais do que se colocar no lugar da pessoa ferida, é preciso demonstrar isso. Afinal, se você se sente realmente culpado, sabe que errou e quer tentar reaver os seus erros é imprescindível evidenciar o seu arrependimento.

Esclareça os seus sentimentos, mostre à pessoa que compreende o seu erro. Deixe claro que entende quais são as consequências que o seu ato pode ter gerado e, sobretudo, que sente muito por isso.

Aja

O ponto culminante e provavelmente mais importante está no agir. De nada adianta arrepender-se e pedir desculpas quando as ações, posteriores ao ato, sugerem que nada mudou. E pior, que os mesmos erros são cometidos repetidamente.

Faça com que suas atitudes possam demonstrar que o seu pedido de desculpas é verdadeiramente genuíno. Que você sente que errou e quer mudar para que o mesmo erro não ocorra novamente.

E lembre-se de evitar utilizar a palavra“mas” em seu pedido de desculpa, ele pode ser interpretado como não sincero.Exemplo: Venho aqui te pedir desculpas pelo que fiz. Mas você disse algo que eu não gostei.

Independente de todas as dicas dadas para se pedir desculpas, o mais importante é que esse pedido venha de um arrependimento por algo e, principalmente, deve vir do fundo do coração.

Gostou do meu artigo? Quer contribuir com mais alguma informação?Deixe seu comentário e compartilhe nas redes sociais.

 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63