Confira 4 dicas de como lidar com colegas de trabalho falsos

dicas para lidar com colegas falsos

O que fazer diante de falsidade de pessoas relacionadas ao trabalho?

A convivência harmoniosa no ambiente de trabalho é necessária, mas nem sempre é uma tarefa fácil. Isso porque os profissionais geralmente precisam lidar com pessoas com os mais variados perfis, que inclui extrovertidos, introvertidos, comunicativos, calados, nervosos e até mesmo os falsos. Lidar com colegas de trabalho falsos pode gerar um grande desgaste emocional e até mesmo físico. Isso porque esses profissionais agem de maneira diferente com o chefe e com os colegas de trabalho.

Enquanto se apresentam de maneira mais solícita com os líderes e demais membros da alta diretoria da empresa, agem de maneira hostil, ríspida e falsa com os demais membros da equipe. Diversos são os fatores que contribuem para que um profissional se torne um colega de trabalho falso. Mas, esta não é uma questão relevante para este artigo. Aqui, quero te ajudar a lidar com os seus colegas de trabalho que você já percebeu que agem de maneira falsa dentro da organização empresarial. Quer saber mais sobre este assunto? Continue a leitura!

4 dicas para lidar com colegas de trabalho falsos

As dicas a seguir tem o intuito de contribuir com a harmonia e a boa relação no ambiente de trabalho. Lidar com colegas de trabalho falsos é algo delicado e por vezes requer astúcia por parte de quem não age da mesma maneira. Além disso, as atitudes dos colegas de trabalho falsos podem afetar de maneira negativa o desempenho dos demais colaboradores. Por isso, é importante buscar formas eficazes e seguras de lidar com tais questões. Quer saber como fazer isso? Então, confira as dicas!

1 – Fique atento e seja observador

Pessoas falsas geralmente apresentam falas que divergem de seus atos. Para identificar um colega falso, portanto, a dica é ser observador e identificar as divergências entre falas e atos.Fique atento ao que é dito e feito por esses colegas de trabalho. Vale destacar que observar é diferente de interpretar: observe os fatos tal qual eles são e evite dar interpretações ao que você está vendo.

2 – Fique de olho nos assuntos

Colegas falsos costumam falar sobre outras pessoas, geralmente em tom de julgamento. A atenção e observação citadas no item 1 são importantes aqui. Observe o que os colegas falsos falam e como são julgadores. Mas, não se envolva nas falácias destas pessoas. Fique longe de fofocas e jamais incentive os colegas a falarem de outras pessoas. Caso seja interpelado por este colega falso, evite dar espaço para que ele faça fofocas de outros colegas ou de outras pessoas.

3 – Veja se outras pessoas também estão incomodadas

É importante identificar se há outros colegas que estão incomodados com as atitudes falsas de determinada pessoa. Procure conversar sobre isso com outros colaboradores, certificando-se de que o colega em questão realmente age de maneira falsa. Ter essa atitude é importante para que não haja dúvidas quanto às atitudes do colega falso. Muitas vezes, pode ser apenas uma má impressão da sua parte e se certificar quanto a isso é muito importante para evitar ações precipitadas ou até mesmo constrangedoras.

4 – Seja pacífico

Confrontar o colega falso não é a melhor alternativa pois isso pode gerar confusões e atritos. Ao invés de criar atritos, o recomendado é que você e os demais colegas encontrem meios pacíficos para conviver com a pessoa falsa. Uma alternativa é mostrar que o indivíduo cometeu um erro, ao invés de escancarar a atitude falsa dele. Lembre-se que você está diante de uma pessoa que age de maneira falsa e qualquer confronto será mais uma oportunidade para que ela aja com falsidade. Busque ser pacífico na hora de lidar com erros e demais desconfortos causados pelas atitudes falsas deste colega.

Reportar isso ao gestor é uma boa alternativa?

Esta é uma dúvida bastante comum entre os colaboradores que lidam com colegas de trabalho falsos. A resposta para esta dúvida é: sim, reportar os problemas causados pelo colega falso é necessário. Mas, esta não é uma conversa simples e fácil e requer atenção. Afinal, é sempre importante lembrar que o problema está ligado ao seu ambiente de trabalho e, por isso, ter cuidado para que isso não afete a sua carreira é de extrema relevância.

É importante que você não concentre sua narrativa em si mesmo. Afinal, este não é um problema pessoal e sim, algo que diz respeito também a organização empresarial. Portanto, na hora de conversar com o gestor sobre os fatos, não use “eu”. Fale dos transtornos que as atitudes falsas do colega tem comprometido o andamento das atividades da equipe. Quer exemplos?

1 – As fofocas do colega falso tem atrapalhado o cumprimento dos prazos estabelecidos pois existem colegas que acreditaram no que foi dito. Ao invés de dizer “o colega x tem feito fofocas ao meu respeito e eu não gostei”, diga “tenho tido dificuldades para cumprir os prazos pois as atividades que competem ao colega X não são executadas em tempo hábil”. Isso fará com que o gestor investigue quais as causas para este problema e ele mesmo tome as devidas providências para solucionar a questão.

2 – O colega falso se comprometeu a entregar algum material importante no prazo mas isso não aconteceu. O resultado disso impactou a sua produtividade. Assim como no exemplo anterior, comunique ao seu gestor que houve atrasos e que você tem preocupação quanto a isso. Não use o “eu” ao relatar o ocorrido.

É importante salientar que esta é uma forma profissional e madura de conversar com o gestor sobre este problema. Cabe ao gestor tomar as iniciativas para resolver esta questão. Mas, antes disso é fundamental que ele tenha ciência do quanto as atitudes deste colaborador afetam os resultados da empresa. As atitudes falsas contribuem de maneira negativa com o ambiente de trabalho afetam de maneira perigosa a produtividade.

Espero que este artigo contribua de maneira poderosa e efetiva com a sua carreira, querida pessoa! Que este artigo te ajude a lidar com os colegas de trabalho falso de modo eficaz e seguro. Agora, me conte: como você costuma lidar com esta questão? Use o espaço abaixo para contar sua experiência e a sua opinião sobre o assunto. Se este conteúdo te ajudou de forma positiva e você acredita que ajudará outras pessoas, curta e compartilhe-o em suas redes sociais.

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Imagem: Valery Sidelnykov / Shutterstock

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010