Confira 4 dicas de como ser mais organizado financeiramente

dicas de como ser organizado financeiramente

Alcançar a organização financeira não precisa ser uma tarefa impossível, desde que você seja capaz de mudar pequenos hábitos.

Quero começar este artigo com uma pergunta, querida pessoa: você se vê como alguém organizado financeiramente? Se a resposta for não, então é com você mesmo que quero conversar. Para muitas pessoas, a organização financeira é vista como um hábito muito difícil de ser implantado, um verdadeiro bicho papão. Mas, diferente do que possa parecer, ser organizado financeiramente pode ser mais simples do que se imagina. Mas, como ter organização financeira? Continue a leitura e descubra!

Porque é importante ter organização financeira?

Antes de compartilhar as dicas que vão mudar os rumos da sua vida financeira, vale dizer aqui porque é importante ter organização financeira. Como disse anteriormente, tem quem a veja como algo bastante complexo e difícil. Mas também tem pessoas que veem como algo desnecessário e fútil – o que não procede.

Todas as pessoas necessitam ter organização financeira. Tal comportamento contribui para que você evite gastos supérfluos e despesas desnecessárias. Além disso, a organização financeira facilita o investimento do seu dinheiro naquilo que realmente trará algum fruto no futuro.

A organização financeira nos dá a oportunidade de ter uma reserva para eventuais imprevistos. Poder poupar dinheiro também traz uma excelente vantagem de ser organizado com as finanças: a tranquilidade ao longo dos meses. Imprevistos que geram ônus acontecem e isso é normal. Mas, quem tem as finanças organizadas consegue lidar com tais situações de maneira calma e tranquila.

Outra vantagem poderosa da organização financeira é a possibilidade de realizar sonhos. Cada um de nós tem sonhos que necessitam de dinheiro para se tornar realidade. Uma viagem para outra país, um intercâmbio, a compra de um imóvel ou de um carro são alguns destes sonhos.

4 dicas para ser mais organizado financeiramente

1- Estude e entenda sua situação financeira

Antes de dar qualquer passo e tomar qualquer decisão, é fundamental que você tenha ciência de sua real situação financeira. Para isso, faça um levantamento das suas atuais dívidas e dos seus rendimentos. Não ignore os pequenos débitos e coloque tudo no papel detalhadamente.

2 – Identifique e liste suas despesas fixas e variáveis

Coloque em um papel todas as despesas que você tem com aluguel, água, luz, telefone, taxa de condomínio, impostos e estudos. Em outra lista, insira as despesas variáveis, o que inclui os gastos com alimentação e lazer.

3 – Ordene as despesas e dívidas de acordo com a prioridade

Veja quais são as dívidas que precisam ser quitadas com mais urgência, bem como as despesas que são mais importantes. Com base nesta lista de prioridade, tente negociar suas dívidas e evite pagar juros maiores. Isso evitará o efeito bola de neve: uma dívida pequena que se transforma em uma dívida muito maior. Além disso, avalie a necessidade de manter as despesas menores. Será que todas elas são realmente necessárias?

4 – Tenha uma reserva financeira

É importante que você tenha uma quantia reservada para eventuais emergências. Tenha o hábito de guardar uma quantia de dinheiro todo mês, por menor que seja. Comece por valores menores e aumente-o gradativamente. Isso te protegerá de recorrer a empréstimos, cartões de crédito, cheque especial, entre outros recursos que podem se tornar novas dívidas.

Como o Coaching pode fazer a diferença na organização financeira?

Ser organizado financeiramente não é algo que acontece da noite para o dia. Tal processo requer tempo, disciplina e paciência. As técnicas e ferramentas de Coaching podem ser verdadeiros diferenciais para quem deseja ter suas finanças organizadas pois permite que habilidades importantes sejam desenvolvidas de maneira eficaz, tais como:

1 –  Planejamento estratégico

Através do Coaching é possível conhecer formas e metodologias para planejar, ser mais organizado. Assim, você traçará metas e objetivos com maior assertividade e eficácia. Será possível organizar, planejar e estabelecer prazos para as mais variadas realizações como: viagens, aquisição de bens, investimentos, entre outros.

2 – Inteligência Emocional

Esta habilidade é importante para aqueles que gastam dinheiro de maneira impulsiva. A Inteligência Emocional será de extrema importância para que você tome decisões de maneira racional e com base em fatores relevantes. Esta habilidade te ajudará a reconhecer o que é necessário ser gasto e o que é supérfluo, o que fará a diferença em seus rendimentos financeiros.

3 – Visão sistêmica

Esta poderosa habilidade te fará ver os impactos da sua organização financeira em outros setores da sua vida. A organização financeira repercute no trabalho, na carreira profissional e até mesmo nas suas relações pessoais. Quando feita da maneira correta, a repercussão é positiva. Portanto, esta é uma habilidade fundamental para que você reconheça os ganhos obtidos com a organização financeira.

Para saber mais sobre as formações em Coaching oferecidas pelo Instituto Brasileiro de Coaching, clique aqui. O IBC é a única escola de Coaching brasileira com certificação ISO 9001 e possui formações voltadas para o desenvolvimento profissional e pessoal de seus alunos.

Se você tem mais dicas sobre organização financeira para compartilhar, use o espaço abaixo. Se este conteúdo te ajudou de forma positiva e você acredita que poderá ser útil para outras pessoas, curta e compartilhe em suas redes sociais.

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Imagem: Tinydevil / Shutterstock

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010