5 dicas para desenvolver uma liderança inovadora na sua empresa

liderança inovadora

Características do desenvolvimento de uma liderança inovadora


 
Fazer uma liderança inovadora não é uma das tarefas mais simples do mundo corporativo, porém é algo que é totalmente possível com esforço e dedicação. Confira as 5 recomendações que selecionei para você:

1.  Inovação

O primeiro ponto para se ter uma liderança inovadora é que o líder entenda o significado da palavra “inovação”. De acordo com o dicionário, o termo quer dizer o ato ou efeito de inovar, aquilo que constitui algo de novo e o desenvolvimento e uso de novos produtos, de métodos ou de conceitos. Já o verbo significa introduzir novidades, renovar, inventar ou criar.

Um comandante de um time deve estar pronto para adquirir conhecimento. Além disso, ele deve ser humilde o suficiente para obter essa sabedoria de qualquer que seja a fonte: desde o site especializado, do profissional renomado até o assistente que irá falar de algo que ele nunca viu. Ter todo esse conhecimento e estar sedento para conseguir mais diariamente é uma maneira de se manter atualizado e de incentivar a equipe a fazer o mesmo.

2. Criatividade

Um líder deve ser criativo ou, ao menos, exercitar diariamente sua criatividade e estimular que seus funcionários façam o mesmo. Trabalhar a capacidade imaginativa não é uma função exclusiva dos diretores de arte ou dos redatores. Essa prática é muito bem-vinda em todos os setores de uma empresa, podendo conseguir resultados extraordinários.

Imagine que a criatividade pode trazer diferentes modos de executar processos antigos e ultrapassados, trazendo inovação para o fluxo de atividades da corporação. Um colaborador criativo também pode trazer soluções diferentes para problemas velhos ou para aqueles que aparecem de repente.

3. Contração

Um líder de equipe deve escolher seus funcionários cuidadosamente. Em conjunto com a área de Recursos Humanos (RH), é preciso fazer a descrição detalhada da vaga. Depois, o RH faz a triagem mais pesada e o líder faz a verificação minuciosa. Observar o currículo e portfólio, caso o candidato tenha, antes de chamar para a entrevista. Só se estiver satisfeito com o material em mãos é hora de chamar para conversar. E se lembre de que a divisão que dizia que o “RH avalia comportamento e o gestor classifica a parte técnica” está ultrapassada. Ambos os recrutadores devem examinar cuidadosamente esses aspectos do entrevistado. Depois do bate papo, ainda considero interessante pedir que ele faça um teste de perfil e, em casa, faça um teste técnico. Claro que nem todas as empresas seguem esse processo, mas são etapas interessantes para se chegar a um resultado satisfatório.

Caso o comandante tenha chegado para conduzir um time que já está formado, é o momento de ele usar o famoso “jogo de cintura”. Conversar com cada um para conhecer melhor suas funções, ideias novas, anseios, dificuldades e reclamações é o primeiro passo. Após isso, será possível fazer uma análise de quais pontos são prioridade para se trabalhar. Pode ser que a equipe precise de motivação, ou necessite exercitar a criatividade ou esteja pedindo por materiais que não chegam. A escuta ativa e a empatia são características básicas de qualquer tipo de líder.

4. Diversidade

Como entender profundamente quais são os problemas que a sociedade tem hoje e como sua empresa pode entrar no cenário com um produto ou um serviço diferente. A questão é como atender as necessidades sem deixar de ser comercialmente inovador sem perder.

Uma solução possível é começar a criar um time com diversidade. Se há pessoas de diferentes credos, cores de pele, estilos, filosofias de vida e opções sexuais será mais simples compreender as possíveis causas de alguns dos grandes problemas. Afinal, essas pessoas irão chegar com pontos de vistas que fogem do que você está acostumado a pensar. Elas irão trazer uma reflexão mais profunda sobre pontos em que você pode estar analisando superficialmente, por exemplo. Basta você ser humilde o suficiente para aprender com o outro é uma das maneiras de evoluir diariamente como ser humano.

É com esse toque que foge do corriqueiro que irão aparecer ideias inovadoras para problemas que talvez você nem estivesse vendo. É o momento de desenvolver um novo produto ou serviço que irá aumentar seu público-alvo ou atender melhor quem você achava que estava satisfeito.

Apesar de não estar nem perto do cenário ideal, muitas empresas no mundo já estão seguindo o caminho da inclusão e da diversidade. A pesquisa “Delivering Through Diversity” (ou “entregando por meio da diversidade”, em tradução livre), feita pela consultoria McKinsey, ter mulheres em cargos de liderança aumenta 21% a chance de a empresa ter uma performance financeira acima da média. Para o estudo foram consideradas mais de mil empresas em 12 países. A Austrália está em primeiro lugar com o setor feminino ocupando 21% dos cargos de liderança. Depois, vem os Estados Unidos com 19% e fechando o topo está o Reino Unidos com 15%.

5. Autoconhecimento

Qualquer pessoa do mundo deve praticar o autoconhecimento, pois é uma forma de entender quais são suas qualidades para as deixar ainda mais poderosas e também quais são seus pontos para melhorar. Afinal, todos nós temos os dois lados dentro de nós, não é mesmo? Além de compreender profundamente o que acontece dentro dele, o líder deve incentivar que seus colaboradores façam o mesmo.

Nesse ponto, aliás, em todos existe uma formação do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) que pode ser muito útil! Ela se chama Leader Coach Training (LCT), um curso especializado para empoderar os líderes para que eles tornem gestores de alto desempenho. Nessa capacitação, o coachee poderá melhorar sua forma de comunicação, suas qualidades e aprender a lidar com os pontos a melhorar. Uma verdadeira jornada de autoconhecimento que falei acima, não é mesmo? Além disso, o líder irá aprender sobre a obtenção de resultados humanizados e como conseguir mais qualidade de vida no trabalho.

Você se considera uma pessoa inovadora? Não precisa ser necessariamente um líder para ter essas características. Escreva o que acha nos comentários!

Ah! E aproveite também para ler o texto sobre as principais diferenças entre ser um líder e ser um chefe.

[link: http://www.jrmcoaching.com.br/blog/qual-diferenca-entre-lider-e-chefe/]

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.
Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010