Entenda o conceito de educação continuada e como tem sido aplicado nas empresas

A educação continuada é um método de desenvolvimento contínuo que tem como foco a aquisição de conhecimento e desenvolvimento profissional.

 

Você já ouviu falar sobre educação continuada? O termo remete a um método de desenvolvimento constante que tem como foco a aquisição de conhecimento e crescimento pessoal.

 

Se você já leu algum texto que escrevi por aqui, sabe como eu incentivo a capacitação profissional dos meus leitores. Eu sei bem que aprender e exercitar o cérebro é um dos pontos mais relevantes para uma poderosa evolução profissional e pessoal. A todo momento eu mostro isso para que você abrace essa ideia também. Você vai ver como o progresso se torna natural à medida que absorve mais sabedoria e ganha experiência.

 

Se você quer saber mais sobre o assunto é só continuar lendo!

 

Importância de se atualizar

 

No ambiente de trabalho, o estudo é capaz de aumentar a habilidade de exercer a criatividade ao solucionar problemas e de enxergar oportunidades. Afinal, de que adianta ter sapiência e não a usar, não é mesmo? Como o filósofo chinês Confúcio (551 a.C. – 479 a.C.) disse: “A essência do conhecimento consiste em aplicá-lo, uma vez possuído”. Fica a dica!

 

A educação continuada funciona como uma instrução complementar para que o funcionário atue melhor na sua área. São esses os profissionais que irão trazer novidades valiosas do setor, irão demonstrar mais facilidade para resolver problemas de maneira efetiva, poderão situações perigosas e ainda encontrar espaços novos independentemente da conjuntura.

 

Seguindo esse pensamento, a educação continuada deveria ocupar um dos lugares de maior destaque nas linhas de despesas das empresas. A gestão que investe nessa área está investindo no crescimento da organização como um todo. Isso acontece, pois, ao contribuir para o progresso profissional dos colaboradores, a corporação incentiva a construção de um quadro de pessoas mais capacitadas e motivadas.

 

A capacitação vem junto com a reciclagem de conhecimento e com a atualização de tecnologia e métodos. Já a motivação é resultado do entendimento do colaborador em relação à atenção da empresa nele. Esse é o momento em que ele se sente importante e valorizado.

 

Muito além dos benefícios profissionais, a sabedoria adquirida contribui para a vida pessoal. Afinal, se o colaborador está apto a ser mais criativo para resolver um problema do trabalho, também terá mais habilidade para as situações caseiras. Outros pontos de sabedoria como o aperfeiçoamento da inteligência emocional, do autoconhecimento, das relações interpessoais e da positividade também podem ser bem aproveitados nos ambientes fora do emprego.

 

Basicamente, todo o conhecimento que adquirimos na vida pode ser aplicado em todos os setores dela, bastando que cada um entenda o contexto em que o cenário está inserido. Ou seja: basta ter senso e timing, duas características importantes que podem ser absorvidas com experiência e treinamento.

 

O coaching é uma ótima chance de sapiência e aprender a usar nos momentos e lugares corretos. No Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) há uma formação chamada Practitioner em Programação Neurolinguística (PNL), que tem o objetivo de mostrar que é possível assumir o controle da sua mente para alcançar resultados.

 

A PNL é uma área de pesquisa que começou a ser pesquisada pelo psicólogo Richard Bandler e pelo linguista John Grinder nos anos 70. De acordo com eles, a metodologia usa técnicas que permitem que uma pessoa molde sua mente, corpo e linguagem de modo que consiga o que deseja algo.

 

Fazendo o curso, você irá aprender sobre modelagem, uma das técnicas de PNL usadas pelo palestrante motivacional Tony Robbins. O objetivo dessa ferramenta é analisar uma ou mais pessoas que tiveram sucesso em determinado tema para avaliar se há algo em comum entre em eles.

Exemplos de educação continuada

 

Fiz uma lista com alguns dos tipos de formações de educação continuada para você conhecer. Acompanhe!

 

Cursos de extensão universitária: no Brasil, existem mais de 2.300 instituições de ensino superior que oferecem esse tipo de educação. São cursos que não possuem validade acadêmica, mas são verdadeiras oportunidades para aprimorar conhecimentos em diversas áreas de atuação.

 

Pós-graduação Lato Sensu: a palavra Lato Sensu é de origem grega e significa “sentido amplo”. Destinado a vários tipos de carreiras, muitos cursos Lato Sensu tem o foco em mercados corporativos. A carga horária mínima exigida é de 360 horas e é preciso a graduação para se inscrever em um curso desse tipo. Algumas instituições de ensino fazem seus processos seletivos por meio de provas escritas ou entrevistas com o corpo docente.

 

Pós-graduação Strictu Sensu: diferente da Lato Sensu, as pós-graduações Strictu Sensu são voltadas para carreiras acadêmicas, formando mestres e doutores. As normas para seleção são publicadas em editais e o processo seletivo é formado por diversas etapas, tais como: análise curricular, avaliação do projeto de pesquisa e provas escritas e orais. O processo seletivo é feito por uma banca de docentes da instituição de ensino que oferece as vagas. Caso o aluno seja aprovado, a pesquisa que ele fará ao longo da pós-graduação será acompanhada por um professor-orientador.

 

Escreva nos comentários se você já fez alguns dos modelos de educação continuada que falei acima. Comente também se achar que está faltando algum tipo.

 

Formações em coaching

 

Além da formação em Programação Neurolinguística (PNL), o Instituto Brasileiro de Coaching também oferece outros cursos valiosos para o crescimento de qualquer profissional. Um exemplo é o Coaching em Vendas, que busca ampliar o desempenho de quem trabalha nas áreas de vendas, comercial ou compras. São técnicas de alto nível que ajudam nas instruções de dia a dia de vendedores, consultores e gestores com o objetivo de os tornar profissionais de alta performance.

 

Durante a formação, o coachee (aluno) irá aprender a desenvolver o autoconhecimento, a persuasão eficaz, a inteligência emocional, a escuta na essência, a agilidade na tomada de decisões e a relação de confiança com o cliente. Com resultado efetivo, o Coaching em Vendas aumenta o nível de motivação da equipe, diminui o estresse e também influencia positivamente nos resultados.

 

Outra formação interessante é a Leader Coach Training (LCT), feita especialmente para ajudar a construir lideranças de alta performance. Com a obtenção desse conhecimento, o coachee terá uma nova visão de resultados humanizados e saberá encontrar recursos poderosos para usar comunicação de maneira eficiente. Além disso, será possível ver melhora em pontos como o comprometimento, a capacidade de ouvir, a flexibilidade, a assertividade, a produtividade, a organização do tempo e, é claro, a gestão de pessoas.

 

O MBA em Gestão de Pessoas & Coaching é uma especialização moderna que usa técnicas específicas para o progresso e gestão de pessoas. Nessa pós, o IBC trabalha com a exclusiva e pioneira metodologia Self Coaching, que ensina sobre a aprendizagem acelerativa, psicologia positiva, liderança, avaliação 360°, processo de identidade, conceitos básicos dos coaching e muito mais. Em outras etapas da formação, o aluno ainda irá aprender sobre Business & Executive Coaching (BEC), que compreende o comportamento e cenários organizacionais, aplicação do método nos negócios e em equipes. Outro ponto interessante do curso é a etapa do Master Coach (MC), que ensina sobre as grandezas do ser humano, vivências de alta performance, conversas efetivas. self empowerment, processo evolutivo, criação de identidade, métodos de quantificação e modelos transformacionais.

Ficou inspirado para estudar? Compartilhe esse artigo nas redes sociais para que seus amigos também fiquem motivados.

Imagem: Tatiana Popova / Shutterstock

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010