Felicidade Estimula Produtividade no Trabalho

equipe feliz

Saiba como a felicidade estimula a produtividade no trabalho.

Felicidade resulta em melhor produtividade no trabalho? A resposta com certeza é sim! E, não por acaso, um estudo publicado em uma das maiores revistas de negócios do mundo, a inglesa Management Today, afirma que pessoas infelizes são 40% menos produtivas. Por sua vez, as pessoas felizes são em geral mais bem-sucedidas no trabalho, e conseguem alcançar o dobro da produtividade.

Segundo a publicação, pessoas infelizes trabalham efetivamente apenas dois dias da semana, dos cinco possíveis, e produzem bem menos que seus colegas mais contentes. Um dos fatores que contribuem para esta insatisfação é a falta de feedback do superior quanto aos resultados alcançados em determinada tarefa e do reconhecimento da participação do colaborador no alcance da meta.

A grande questão aqui, é que nem todo gestor acredita que a felicidade no trabalho seja um alimentador importante na produtividade do funcionário. Desse modo, muitos talentos vão sendo perdidos para a concorrência. Investir na satisfação da equipe exige bem menos dispêndio financeiro e mais atenção e tempo por parte do líder. 

A premissa não é: “se está insatisfeito procure outro trabalho, e sim, se está insatisfeito o que podemos fazer para mudar essa situação?, enfatiza o presidente do Instituto Brasileiro de Coaching, o Master Coach José Roberto Marques, que já atendeu mais de 100 empresas como Coach Corporativo.

No artigo a seguir iremos explicar de que forma a felicidade impacta a produtividade dos profissionais e como potencializá-la na sua empresa. 

Como a felicidade estimula a produtividade no trabalho?

Uma pessoa infeliz tem grande dificuldade em se sentir motivada a fazer qualquer coisa. Há uma máxima que diz que não existe esforço que canse mais do que a tristeza. Essa frase faz todo sentido, pois ser triste é algo pesado e que torna todo o resto um pouco mais cinzento. Dessa forma, fica fácil entender por que a felicidade potencializa a produtividade no trabalho.

A felicidade se caracteriza pela sensação de se estar bem e satisfeito com diferentes aspectos da vida. Nesse sentido, uma pessoa feliz deve estar com sua vida pessoal e profissional equilibradas. Se o profissional tem uma boa relação com a sua família e possui um círculo de amigos, está mais próximo de ser o que se entende como uma pessoa feliz.

Uma relação harmoniosa com o ambiente e os colegas de trabalho se soma com essa tranquilidade. Logo, temos uma pessoa plena em diferentes sentidos da sua vida e mais inclinada a ser produtiva.

A pessoa feliz é produtiva em todos os setores, ou seja, provavelmente a sua casa é organizada e limpa e seu trabalho está em dia. A felicidade funciona como uma energia que alimenta a realização das suas atividades. 

Como tornar seus colaboradores mais felizes (e produtivos)?

É importante esclarecer que não depende apenas da empresa a felicidade dos seus colaboradores, pois esse estado é resultado de um conjunto de fatores. Contudo, a companhia pode contribuir para que o profissional seja bem resolvido no âmbito laboral. 

Confira algumas dicas que vão ajudar a estimular a felicidade no ambiente corporativo da sua empresa. Se uma pessoa é feliz no trabalho, tem mais motivação para buscar ser feliz na vida pessoal também. 

1. Motivação

A forma de motivar seus colaboradores é o grande diferencial de uma empresa, e várias ações podem ser direcionadas pelo líder, para influenciar em um bom ambiente de trabalho. Entre elas, estão: criar no grupo um senso de propósito comum, o que envolve a definição de uma meta e do papel de cada colaborador na sua concretização.

Também é válido incentivar a competição com a concorrência da companhia e não entre os membros da equipe. A criação de sistemas de incentivos e recompensas é outro mecanismo poderoso.

Ter o reconhecimento externo pela produtividade, através de prêmios, por exemplo, estimula os colaboradores a serem mais produtivos e até mais felizes. Porém, apenas receber, por parte do superior, o reconhecimento pelo alcance de uma determinada meta e de seu trabalho já funciona como grande elemento motivador.  

2. Diálogo entre líderes e liderados

Um bom relacionamento do chefe com os colaboradores é determinante para que eles encontrem a felicidade no trabalho e assim sejam mais produtivos. O que inclui estar atento ao desenvolvimento da equipe, certificando-se de que, independentemente das discussões salariais, pelo menos uma vez por ano, o gestor tenha uma conversa com cada um de seus funcionários.

Essas conversas devem observar pontos, como: 

  • Quais são suas aspirações?; 
  • O que aprendeu nos últimos dozes meses?; 
  • Quais são seus objetivos dentro da corporação?;
  • De que forma a empresa poderá ajudá-lo no desenvolvimento de suas potencialidades e metas?

“Essa valorização permite a retenção do colaborador para que ele tenha a certeza da importância de sua participação no processo de realizações e crescimento da empresa. O funcionário entende que seu trabalho, esforços e desempenho estão sendo observados, e que tudo que faz é parte fundamental para o desenvolvimento do todo. 

Do contrário, se mantiver uma postura indiferente, a empresa corre o risco de criar um ambiente pouco produtivo, perder colaboradores capacitados para a concorrência e gastar mais tempo e dinheiro com novos recrutamentos”, explica o Master Coach José Roberto Marques. 

3. Desenvolvimento de bom clima organizacional

Quando os funcionários de uma empresa se sentem mal só de pensar no escritório, é sinal de que algo está muito errado. O clima organizacional, ou seja, a forma como os profissionais se relacionam e como se sentem no ambiente de trabalho, é decisivo para potencializar a felicidade.

Embora a felicidade seja um conjunto de elementos de diferentes esferas da vida, é inegável que o bem-estar no ambiente laboral é relevante. Afinal, passamos muitas horas do dia no trabalho e não dá para ser feliz se o ambiente funcionar como um “sugador” de energia. O líder deve ficar atento para demonstrações de insatisfação.

Se os funcionários parecem estar sempre descontentes e infelizes, é importante se questionar porque isso está acontecendo. Ao identificar o motivo é necessário buscar formas de contornar as causas. Sempre há medidas que podem ser tomadas para melhorar o ambiente corporativo. 

Gostou de saber mais sobre como a felicidade estimula a produtividade? Aproveite para comentar abaixo e compartilhar este conteúdo em suas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63