A diferença entre motivação intrínseca e extrínseca

Motivação intrínseca e extrínseca

A motivação intrínseca está relacionada à força interior, enquanto a extrínseca vem do ambiente e dos fatores externos

 

O que é motivação na sua opinião? O conceito se trata de uma força que impulsiona o indivíduo a se engajar em determinada atividade, envolver-se em projetos e seguir em direção aos seus objetivos. Ou seja: um elemento fundamental e único para cada ser humano.

A motivação pode ser uma promoção na carreira, a viagem dos sonhos, a oportunidade de adquirir uma casa, entre muitas outras. Aposto que o seu estímulo é diferente do seu colega de trabalho. Quer saber mais sobre o assunto? É só continuar lendo o texto!

Os efeitos positivos do estímulo

Sem a motivação, o indivíduo não consegue se sentir disposto nem para realizar as pequenas tarefas do dia a dia. O estímulo pode estar relacionado a fatores internos, tais como as emoções, ou aos externos, tais como as relações no ambiente de trabalho. Independentemente da perspectiva, os motivos para agir devem ser identificados claramente por cada pessoa. Neste momento é importante que o indivíduo conheça a si mesmo. Por isso, o autoconhecimento aponta com clareza o que pode (ou não) ser o combustível de um ser humano.

Motivação intrínseca X motivação extrínseca

Entenda qual é a diferença entre a motivação intrínseca e extrínseca. Confira:

Motivação intrínseca: também conhecida como motivação interna, esse conceito está relacionado à força interior que é capaz de se manter ativa mesmo diante de adversidades. Este tipo de combustível se relaciona aos interesses individuais e que podem ser alterados apenas por escolha da pessoa. Geralmente, a motivação interna está associada a metas, objetivos e projetos pessoais que estimulam o indivíduo a acordar todos os dias, enfrentar o trânsito e se dedicar a horas intensas de trabalho. Este é um tipo de sentimento que está presente na maioria das pessoas, pois é o que gera força para estar em movimento, conquistar coisas e escrever sua história, tornando-se o protagonista da própria vida.

Motivação extrínseca: também conhecida como motivação externa, o termo está conectado ao ambiente, às situações e aos fatores externos. As premiações de campanhas para a equipe comercial ou o bônus oferecido para vendedores que alcançarem determinado valor de faturamento, são bons exemplos. No ambiente corporativo, o clima organizacional, as atividades diversificadas, os treinamentos de aprimoramento e outros benefícios se destacam como formas eficientes de estímulo externo. Elas contribuem para manter o quadro de funcionários comprometido e produtivo. Este tipo de incentivo é uma maneira de ajudar as pessoas a se manterem engajadas e ainda serve como um fator complementar. Isso significa que, em hipótese alguma, os indivíduos podem ser dependentes da motivação extrínseca. Eles devem, na verdade, sempre encorajar a automotivação.

O papel do coaching

O coaching é um importante instrumento na construção de profissionais empoderados e de equipes consistentes e que alcançam ótimos resultados. No Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) há soluções corporativas para dar um ânimo extra e renovador para grupos. Confira:

  • Opções customizadas: palestras, workshops, outdoor training e muito mais personalizados de acordo com a necessidade do time para o momento da empresa.
  • Coaching em vendas: por meio de um Programa de Desenvolvimento da Força Comercial com Coaching em Vendas, o colaborador irá conseguir um nível superior de desempenho.
  • Formação de coaches internos: esse item disponibiliza o desenvolvimento da formação Professional & Self Coaching (PSC) para os funcionários de recursos humanos, gestão de pessoas e outros que são potenciais como agentes de transformação.
  • Coaching executivo individual: indicação do melhor profissional coach para alcançar aos objetivos específicos e gerais traçados pela empresa.  
  • Coaching Assessment Disc: é uma ferramenta de mapeamento de tendências comportamentais para conseguir encontrar informações comportamentais, pontos fortes, pontos a desenvolver e outras características importantes.
  • Programa de desenvolvimento de liderança com coaching: forma efetiva de implementação do coaching como método estratégico de liderança. O objetivo é que os profissionais possam desenvolver competências como gestão de pessoas, feedback, visão sistêmica, coordenação e comunicação.
  • Palestras e workshops: com duração de um dia, essa opção é ideal para metas de curto prazo que podem ser conquistadas em um trabalho assertivo.
  • Coaching group ou team coaching: aplicação do método em um grupo. O foco é que a empresa tenha as mesmas metas com todos desse time.
  • Leader coach training: desenvolvimento de profissionais que já são ou estão se tornando líderes de grandes equipes em grandes corporações.
  • Avaliação 360°: por meio do exclusivo Software e Metodologia de Avaliação 360° do IBC, esse item é ideal para aperfeiçoar os processos internos e os resultados da organização.

Se você se interessou pela formação Professional & Self Coaching (PSC), saiba que essa é a mais completa e moderna do Brasil no tema. Em 180 horas de aulas práticas, teóricas e dinâmicas, você atinge um nível acima no quesito profissional e pessoal.

Após completar o curso, você terá 6 certificações: Life Coach, Professional, Extensão Universitária (reconhecimento acadêmico das Faculdades Monteiro Lobato, do Rio Grande do Sul), Analista Comportamental, Leader e Self Coach. Ou seja, se você quiser pode se tornar um coach também! E tem mais: o PSC tem certificação e reconhecimento internacional de 5 renomados institutos de coaching internacionais, que são: Internacional Association of Coaching, Global Coaching Community, European Coaching Association, International Coaching Council e Behavioral Coaching Institute.

O conteúdo exclusivo do curso ensina sobre o exercício do autoconhecimento e do autodesenvolvimento; o que é e como usar a inteligência emocional; quais são os principais pontos do código de ética; qual é a história e evolução do coaching; quais são as bases, os conceitos e os fundamentos do coaching; o que é o processo evolutivo; quais são as principais técnicas de coaching; quais são as crenças limitadoras e como eliminá-las; o que são roteiros estruturados; o que é aprendizagem acelerativa; o que são processos de identidade; quais são os princípios da programação neurolinguística e psicologia positiva; quais são as melhores práticas relacionadas à liderança; ainda usará o Coaching Assessment, que foi validado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e que tem a função de mapear as tendências comportamentais; e muito mais!

Gostou deste artigo? Comente e compartilhe o conhecimento com seus amigos nas redes sociais.

Copyright: 1065757700 – https://www.shutterstock.com/pt/g/fizkes

 

 

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.
Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010