Treinamento Gerencial

Treinamento Gerencial

Conheça mais sobre Treinamento Gerencial

Ocupar um cargo de gerência é uma responsabilidade e tanto! Para alcançar essa posição o profissional teve que provar aos seus superiores suas competências, habilidades, capacidade de liderar, comprometimento, esforço e dedicação à empresa.

 

Porém, nada é simples e o profissional não pode se acomodar e parar por aí, justificando que chegou ao máximo de sua capacidade. É necessário que ele continue aprendendo e que demonstre sabedoria essa nova e tão importante função.

 

Virei gestor e agora?

 

O ato de gerenciar não é só supervisionar os colaboradores, apresentar resultados para a diretoria e ficar preso a planilhas e relatórios. Gerenciar é ser responsável por desenvolver as capacidades e habilidades de seus colaboradores, estimulando-os e motivando-os a desempenharem suas atividades para alcançarem os resultados da organização.

 

Para que você entenda melhor, vou destrinchar a ideia de como um gestor deve agir ao se tornar um. É essencial que ele tenha humildade em primeiro lugar. Ficar gritando aos 4 ventos sobre sua nova função é como se você fizesse pouco caso dos cargos de outros profissionais. Ninguém merece isso, não é mesmo?

 

Outro ponto interessante é que o gestor acredite na ideia de que ele ainda tem muito para aprender. Ninguém no mundo sabe de tudo, portanto, todos os dias todos os seres humanos do planeta estão descobrindo e inventando coisas novas. Essa ideia não deve mudar para o gerente. Ele deve ser capaz de debater de maneira saudável com outros profissionais, informa-se sobre as novidades do setor, buscar por educação contínua (pós-graduação, especialização, curso complementar, treinamento, workshop, palestra) e também investir na sua evolução como profissional e pessoal.

 

Vale lembrar que ao tomar um cargo de liderança, você realmente estará cuidando de pessoas. Você não pode mais simplesmente fazer as atividades que quer na hora que quiser. É primordial que você tenha um cronograma atualizado com as suas atividades e pendências, assim como ter outro para as tarefas  dos seus colaboradores. Você deve ter o controle dos dois documentos e saber gerenciá-lo para que tudo seja entregue no prazo e com qualidade esperada, ou mais ainda.

 

Na teoria, essa coordenação parece bem simples, mas é preciso lembrar que a prática pode ser diferente, pois o dia a dia é imprevisível. Pode ser que um dos seus colaboradores fique doente, pode ser que surjam demandas de última hora, pode ser que um trabalho feito por semanas precise ser alterado em poucas horas por conta de fatores externos, pode ser que apareçam reuniões com fornecedores que não estavam previstas, pode ser que o material de trabalho de alguém da equipe quebre e por aí. O imprevisto tem o dom de alterar todo o nosso dia sem dó nem piedade.

 

Porém, como gestor organizado, você deve estar sempre pronto para lidar da melhor forma possível com esses momentos. Surgiu demanda urgente e obrigatória de última hora? Analise a fila de tarefas atuais e verifique como é possível a encaixar sem muito pânico e reorganize as outras atividades dentro do seu cronograma. Alguém ficou doente? Analise a fila de demandas e veja quem pode ajudar ou realoque a entrega para outro dia. Com planejamento e organização é possível fluir bem no dia a dia mesmo com os imprevistos.

 

Também faz parte do ato de cuidar das pessoas, saber entender o que cada uma delas faz. Não estou dizendo que você deve saber executar exatamente o que o seu colaborador faz, mas você deve ter um conhecimento, no mínimo, superficial do assunto e também entender qual é o processo que ele usa para fazer as entregas para você. Isso faz parte da gestão de pessoas! Ao compreender esses detalhes, você poderá avaliar se o funcionário está fazendo mais ou menos atividades do que deveria, onde estão seus pontos fortes e onde estão seus pontos fracos. E é preciso trabalhar tanto as qualidades com os defeitos. Fazer feedback regular, acompanhamento de feedback, estar presente e ajudar no dia a dia e sugerir treinamentos são alguns dos pontos que um profissional, enquanto gestor, pode fazer para ajudar outros. Além disso, também vale a pena conseguir cursos de especialização em algum tema que o seu colaborador já arrase ou ainda um curso para ajudar em algum assunto que ele precise de ajuda para se desenvolver.

 

O que é o treinamento gerencial

 

O treinamento gerencial é uma ótima ferramenta para quem quer se capacitar e desenvolver com maestria essa função. E o Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) tem a formação ideal para esse profissional.

 

Com o curso Professional & Self Coaching (PSC), o profissional poderá ficar empoderado e preparado para fazer uma excelente liderança. Considerada como a mais completa e moderna formação do Brasil, o PSC busca trazer a luz todas as virtudes que merecem ficar ainda mais em evidência, ao mesmo tempo que descobre quais são as características que merecem uma atenção especial para que não fiquem como sabotadoras do dia a dia.

Com as técnicas do coaching do curso, o profissional irá se desenvolver todos os dias e ainda aprender a fazer isso sozinho. Lembra que eu disse que o progresso deve ser constante? Pois é! Ao longo do aprendizado, o coachee (aluno) irá empoderar suas habilidades e competências, profissionais e pessoais. Veja alguns pontos de melhor: comunicação mais clara, criação e sustentação de relacionamentos interpessoais, aumento da flexibilidade, saber dar e receber feedback, conseguir motivação e saber motivar os outros, criar planejamentos possíveis, ter um relacionamento mais fácil com as pessoas, gestão de tempo, entusiasmo para ter mais produtividade, entre outras.

 

Com o treinamento gerencial, o profissional estará apto a delegar responsabilidades, gerenciar crises, fazer avaliação de desempenho de seus colaboradores, tomar decisões assertivas, estará apto a receber mudanças como positivas e a conduzir a equipe nelas, de forma a conquistar os resultados pretendidos pela organização.

 

O investimento do coaching é benéfico tanto para você quanto para quem convive com você no ambiente de trabalho ou fora dele. Insista nessa ideia, pois tenho certeza de as os resultados positivos serão de grande valia. Investir em você mesmo dessa forma nem dá a chance de arrependimento.

 

Gostou do artigo? Escreva sua opinião nos comentários!

Copyright:  644694811 – https://www.shutterstock.com/pt/g/nd3000

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010