Coaching para Bancários

Unir conhecimentos humanos e exatos em uma mesma profissão, isso é o que os profissionais bancários fazem.

Atender clientes muitas vezes irritados e com problemas financeiros, ajudar todos a resolverem suas dificuldades, batalhar todos os dias visando alcançar metas agressivas de produtividade, sonhar em galgar posições cada vez mais altas e ainda tentar equilibrar vida pessoal e profissional sem ser acometido pelo estresse, não é tarefa fácil.

Muitas habilidades e competências específicas são exigidas de um bancário, como boa comunicação, gestão de conflitos, capacidade de trabalhar sob pressão, aprendizado rápido, planejamento e tomada de decisões, responsabilidade e respeito com o outro e, acima de tudo, gestão de si mesmo e de suas emoções.

Nem sempre estamos preparados para equilibrar e sermos eficientes em atribuições de vários âmbitos diferentes de uma só vez. Segundo pesquisas, mais de 38% dos bancários se encontram em nível alto de estresse com todas as suas consequências se manifestando em níveis variados. Dificuldades físicas e emocionais foram detectadas.

Em contra partida, os mesmos estudos mostram que esses profissionais estão há mais de 15 anos em média na profissão e muitas vezes na mesma empresa, o que comprova que gostam do que fazem. Então, o que fazer para continuar a exercer a função que tanto gostam, com alta produtividade e qualidade de vida acima de tudo? A formação Professional and Self Coaching com certeza poderá auxiliar esse importante profissional do mercado.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Ferramentas e técnicas de Coaching para bancários

Ser coach ou passar por um processo de Coaching pode ajudar esses profissionais em muitas coisas, desde as mais simples até a compreensão de uma crença limitante criada na infância. Vamos falar sobre alguns pontos importantes de atuação do processo de Coaching na vida desses profissionais.

Alcance de metas

Metas são objetivos que nós mesmos nos colocamos e/ou, dependendo do caso, propostos por outros. Objetivos pode ser qualquer coisa que desejamos ou precisamos que deixe de ser um desejo ou sonho e passe a ser realidade. Muitas pessoas têm dificuldades em alcançar metas, por vários motivos. Dentro da profissão dos bancários elas são muito frequentes. Por exemplo, metas de produtividade, metas de vendas, metas de atendimento etc. Além de metas pessoais, como conseguir uma promoção ou ganhar um prêmio. Para chegar onde se deseja é preciso ter planejamento, foco e “flow”. Nesse sentido, o Coaching atua com técnicas como a consciência do que nos pertence. Não podemos agir no que é “do outro”, só temos poder sobre o que é nosso.

Nossas metas são de nossa responsabilidade, tomar consciência disso é o primeiro passo para alcançá-las, entender que os obstáculos que podem surgir são apenas formas de nos fazer repensar coisas e algumas vezes recalcular a rota.

Planejamento

Conscientes de nossa responsabilidade é preciso um planejamento que envolva ação. Nada sai do papel se não dermos um passo em direção ao que que queremos. Dentro do Coaching existem ferramentas muito eficientes que são aprendidas e aplicadas a fim de chegar a um objetivo. Por exemplo:

O que fazer?

– Até quando?

– Onde?

– Por quê?

Como?

– O que ou quanto custará?

Essas são as perguntas que devem ser respondidas pelos bancários para desenhar e visualizar as metas que precisam alcançar. É necessário que tudo esteja muito claro e concreto nesse planejamento, coerente e possível para que seja alcançado o objetivo. Essa ferramenta é conhecida como 5W2H EXPANDIDO.

Foco

Outro fator importante para chegarmos aonde queremos é o foco no agora. As ações já foram escritas e planejadas, agora é hora da ação. Em alguns momentos, temos a tendência de olhar para nossas metas pensando lá na frente, olhando para tamanho e o nível de dificuldade que elas têm, e isso pode nos desestimular e nos tirar o foco.

Por isso, durante o processo de Coaching o foco é no presente, no Aqui e Agora. Se tudo foi planejado de forma coerente, o resultado positivo é consequência, desde que todas as ações sejam realizadas no tempo certo e de forma correta.

– O que eu tenho que fazer agora?

– Qual o meu foco para hoje?

– Quais as melhores escolhas hoje?

Qualidade de vida

Outro âmbito em que o Coaching pode ajudar os profissionais bancários é no que tange a qualidade de vida. Como dito anteriormente, os profissionais bancários estão sujeitos ao estresse e suas consequências. A pressão e a responsabilidade que envolvem seu trabalho podem prejudicar outras áreas da vida e, então, um ciclo se forma, pois o ser humano é inteiro em suas necessidades. Avaliar quais pontos estão em desequilíbrio e interferindo negativamente nos demais é a missão do processo de Coaching para a busca da qualidade de vida. A Roda da Vida é a ferramenta mais indicada para essa finalidade.

Uma autoanálise é feita pelo profissional, onde são avaliados critérios como saúde, lazer, trabalho, espiritualidade entre outros. A roda da vida é como se fosse uma roda de bicicleta que se apoia em seus raios para rodar com constância, se um dos raios for menor que os outros,a bicicleta não vai ter leveza e equilíbrio. Assim é a nossa vida, e precisamos sempre estar atentos aos “raios”.

Performance

O desejo de conseguir cada vez mais, evoluir e ser mais competente é inerente em qualquer profissional, e como vimos, bancários gostam do que fazem e querem além de continuar fazendo, ser mais e mais eficientes. Nesse sentido, o Coaching trabalha com a crença e o reconhecimento dos próprios talentos, focando nos pontos positivos que podem e devem ser expandidos. Para isso, uma ferramenta pode ser útil, o SHAZAM.

Essa ferramenta utiliza um conjunto de perguntas que estimulam a identificação e ressignificação da vida, trazendo uma visão ampliada e profunda de autoconhecimento. Para aumentar a produtividade é preciso, primeiramente, reconhecer os próprios talentos e aumentar a confiança em si mesmo. A partir do momento que o profissional sabe no que é bom, reconhece e confia, será estimulado a ultrapassar os limites e fazer cada vez mais.

Para exercitar a ferramenta SHAZAM, basta responder:

– Quais foram os 3momentos/dias/tarefas em que se sentiu mais competente/talentoso em sua carreira?

– Quais foram os 3 talentos/fatores que se destacaram nesses momentos/dias/tarefas?

– Se pudesse escolher qual momento/dias/tarefas voltar, qual seria sua opção? Por quê?

Perguntas como essas fazem o profissional reviver as sensações, enxergar a si mesmo como competente e entender como replicar esses momentos para potencializar seus talentos. Assim, o aumento da produtividade torna-se algo mais próximo de sua realidade, pois saberá exatamente o que tem que fazer para que isso aconteça.

Gostou do texto? Deixe seu comentário e compartilhe o artigo em suas redes sociais!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010