As fases do desenvolvimento intelectual

Desenvolvimento Intelectual Conheça as 4 fases do Desenvolvimento Intelectual

 

O aprendizado é um processo rico, fantástico e encantador. Mas, para que ele aconteça de maneira realmente eficaz é preciso entender o que é o desenvolvimento intelectual e suas respectivas fases. Para que você conheça melhor as fases do desenvolvimento, reunimos aqui neste artigo informações sobre este tema. Vamos lá?

O desenvolvimento intelectual e suas fases 

De acordo com o epistemólogo suíço Jean William Fritz Piaget, considerado um dos mais importantes pensadores do século XX, existem quatro períodos de desenvolvimento intelectual, sendo que cada um deles prepara o indivíduo para as fases seguintes de forma que as aquisições de uma fase acabam constituindo uma pré-condição a próxima.

Os estudos de Jean Piaget apontam que o aprendizado é, portanto, um processo gradual. O ponto de partida para o desenvolvido intelectual de uma pessoa é a posição egocêntrica, ou seja: aquela em que a criança ainda não é capaz de distinguir a existência de um mundo externo. A partir daí, Piaget divide o processo de desenvolvimento cognitivo em quatro períodos:

  • 1º período: sensório motor (0 a 2 anos);
  • 2º período: pré-operatório (2 a 7 anos);
  • 3º período: operações concretas (7 a 11 ou 12 anos);
  • 4º período: operações formais (11 ou 12 anos em diante).

Vale destacar que cada um desses períodos se caracteriza por aquilo que o indivíduo consegue fazer e não depende necessariamente da faixa etária da pessoa, mas de suas características biológicas e de fatores educacionais e sociais específicos. A divisão de idade apresentada acima, portanto, é apenas uma referência e não uma norma rígida.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

As quatro fases do desenvolvimento intelectual

Agora que você sabe como é o processo de aprendizado e como ele promove o desenvolvimento intelectual dos indivíduos, chegou o momento de entender as suas fases. Importante destacar que estas fases são definidas pelo epistemólogo Jean Piaget. Confira as quatro fases: 

1 – Sensório motor

Durante o período sensório motor, a criança baseia-se exclusivamente em percepções sensoriais e em esquemas motores para resolver seus problemas, que são essencialmente práticos. Embora a criança já tenha uma conduta inteligente, considera-se que ela ainda não possui pensamentos, pois nessa idade não dispõe da capacidade de representar eventos, evocar o passado e pensar no futuro.

Os esquemas sensórios motores são construídos a partir de reflexos inatos, usados pelo bebê para lidar com o ambiente. A partir da construção de esquemas pela transformação de sua atividade sobre o meio, a criança vai construindo e organizando noções. Nesse mesmo período, as concepções de espaço, tempo e casualidade são construídas, possibilitando que a criança desenvolva novas formas práticas de lidar com o meio.

2 – Pré-operatório

Este período é marcado pelo aparecimento da linguagem oral, em que a criança começa a construir esquemas de ações interiorizadas, chamados de esquemas representativos ou simbólicos. Nesta fase, a criança pode substituir objetos, ações, situações e pessoas por símbolos, que são as palavras.

Outras características do pensamento da etapa pré-operatória é o animismo, que é a atribuição de sentimentos e intenções às coisas e aos animais.

3 – Operações concretas

Nesta fase, o pensamento lógico e objetivo prevalece. Ao longo do período das operações concretas, as ações interiorizadas vão se tornando cada vez mais reversíveis e, consequentemente, móveis e flexíveis. O pensamento torna-se menos egocêntrico e a criança é capaz de construir um conhecimento mais compatível com o mundo que a rodeia.

4 – Operações formais

A principal característica desta fase é o pensamento livre das limitações da realidade concreta. Nesta etapa a criança se torna capaz de raciocinar logicamente, libertando seus pensamentos e passando a trabalhar com as realidades concretas e possíveis.

Agora, conte pra gente: o que você pensa a respeito deste tema? Conhece o trabalho de Jean Piaget? Utilize o espaço abaixo para compartilhar a sua experiência e também a sua opinião sobre este assunto. Espalhe o conhecimento! Curta e compartilhe em suas redes sociais. 

 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Imagem: Chinnapong / Shutterstock

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010