O que é profissional T-Shaped e o que ele faz?

Mulher trabalhando

Saiba como se tornar um Profissional T-Shaped.

Profissionais com habilidades e competências para resolução criativa e eficiente de problemas estão cada vez mais requisitados. Esse novo perfil está sendo mais requisitado por entregar melhores resultados e ter mais facilidade para se integrar às equipes e projetos. Tal perfil se caracteriza por ser multidisciplinar e é chamado de T-Shaped. 

No artigo a seguir iremos apresentar com mais detalhes esse perfil e quais são as suas principais características. É interessante fazer essa imersão no tema pelo fato de que os profissionais T-Shaped têm mais chances de conquistar as melhores vagas. Vamos dar início a investigação do assunto?

Profissional T-Shaped: o que é?

A tradução desse termo pode ser feita como “o tipo T”, tal nomenclatura se popularizou na Califórnia, nos Estados Unidos. Foram profissionais de design que criaram esse nome para se referir aqueles que possuem conhecimentos de vários setores de uma área, além de habilidades técnicas específicas.

Em outras palavras, o profissional T-Shaped é multidisciplinar, podendo transitar em várias áreas por ter inúmeras habilidades. Também chamado de profissional T, o T-Shaped é representado pela letra “T” como uma forma de simplificar a definição visual do seu perfil.

A estrutura horizontal é preenchida por competências e habilidades que o tornam capaz de compreender várias disciplinas em sua área. Esse profissional não precisa, necessariamente, se aprofundar em todas as áreas.

Já a estrutura vertical do T compreende as competências mais profundas que designam a sua especialidade. Dessa forma, no sentido horizontal estão as habilidades multidisciplinares, enquanto na vertical estão aquelas referentes à sua especialidade. 

Exemplo de profissional T-Shaped

Carla é formada em publicidade e tem especialização em branding. Através de cursos, como MBA ou pós-graduação, também reuniu conhecimentos variados sobre sua área. Carla conhece a linguagem de programação, Data Analytics e Big Data. Logo, Carla é uma profissional T-Shaped. 

Sua linha horizontal corresponde aos seus conhecimentos das áreas de tecnologia e dados. Já o seu conhecimento vertical diz respeito à área de branding na qual se especializou. Nesse exemplo temos uma profissional capaz de agregar bastante valor à empresa na qual trabalha. Profissionais que estão sempre em busca de novos conhecimentos tendem a ser mais valorizados. 

O perfil de profissionais T-Shaped têm muito mais chances de se desenvolver e se consolidar no mercado. A empregabilidade desses indivíduos é bem mais elevada em comparação a quem não apresenta uma lista tão extensa de competências. Áreas de atuação que estão sofrendo o aumento de complexidade costumam receber muito bem esse profissional. 

Como se tornar um Profissional T-Shaped?

Ao longo do artigo explicamos que o profissional T-Shaped é aquele que possui conhecimentos e habilidades na sua área. No entanto, mais do que isso, é necessário contar ainda com algumas soft skills (habilidades comportamentais). A seguir iremos explicar quais são essas habilidades essenciais para o sucesso desse perfil.

1. Bom relacionamento interpessoal

Para ser verdadeiramente um profissional T-Shaped, é essencial ter facilidade para trabalhar em equipe. O indivíduo precisa conseguir estabelecer colaboração com os colegas. Reunir uma série de habilidades não adianta muito quando não há a aplicação prática das mesmas.

2. Flexibilidade

Para conseguir desenvolver diferentes habilidades é imprescindível ter flexibilidade. Sair da zona de conforto é essencial para um profissional T-Shaped. Lembre-se de que faz parte da construção desse perfil se voltar para atividades distintas. 

Estar sempre em busca de quebrar o comodismo é determinante, afinal é muito fácil de acomodar e não se dispor a aprender mais. Na vida profissional devemos estar o tempo todo buscando por mais. 

3. Inteligência emocional bem desenvolvida

A inteligência emocional faz toda a diferença para o sucesso profissional. Estar no controle das suas emoções é crucial para entender seus pontos fortes e fracos, sabendo usá-los com sabedoria. Além de ser uma característica relevante para se relacionar com os outros, também é necessário para se manter em constante aprendizado. Reconhecer que não sabe tudo pode ser difícil para alguém sem esse controle emocional.

Uma forma de melhorar seu autoconhecimento e, consequentemente, seu controle das emoções é passar por um processo de Coaching. Nesse processo, através do estímulo de perguntas poderosas você compreende mais amplamente a sua essência. Quando conseguimos nos enxergar plenamente fica mais fácil manter o equilíbrio. 

4. Capacidade de autoavaliação crítica

O profissional com perfil T-Shaped precisa ter bem desenvolvida a sua capacidade de autoavaliação com viés crítico. Isso significa conseguir olhar para si mesmo, identificando seus pontos passíveis de melhoria. O objetivo é tentar encontrar uma forma de alinhar sua forma de agir com suas conquistas profissionais.

A autoavaliação crítica tem relação íntima com a inteligência emocional. É necessário ter forte equilíbrio emocional para reconhecer que não está certo sobre tudo. Entender que existe o que pode ser melhorado contribui para te levar à busca por novos horizontes. 

5. Capacidade de comunicação

Conseguir compreender o outro e se fazer compreender é crucial para construir uma carreira sólida. Quando há ruídos na comunicação com a equipe é difícil estabelecer parcerias positivas. Sendo assim, o mais indicado para quem deseja se tornar um profissional T-Shaped é investir em melhorar sua comunicação.

Além de buscar por cursos de oratória e outras habilidades comunicativas, indicamos a troca de experiências com outras pessoas do seu convívio. Preste atenção a como a comunicação se dá entre você e os outros. Assim é possível identificar quando algo não está indo como deveria. 

6. Busca por qualificação

A busca constante por qualificação profissional é uma das marcas do perfil T-Shaped. O interesse multidisciplinar por sua área de atuação é o que impulsiona o colaborador a ir mais além. Construir uma carreira de sucesso depende do conhecimento aliado com habilidades pessoais.

O indivíduo com esse perfil está o tempo todo buscando a ampliação do seu escopo de conhecimento. Uma forma de incentivar em si mesmo essa característica é se manter lendo constantemente sobre diferentes tópicos da sua área. Devemos ressaltar que essa  busca por qualificação se baseia no desejo de saber mais e ter novas ferramentas. 

O profissional T-Shaped está se tornando cada vez mais necessário no mercado!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63