As vantagens e desvantagens de trabalhar em startup

Mesa de reunião com a palavra startup no centro

Startup é o ato de começar alguma coisa e, no ramo empresarial, diz respeito a empresas jovens e inovadoras.

Assistimos a um grande avanço tecnológico nas últimas décadas, algo que impactou significativamente o mercado. Novos modelos de negócio surgiram e se consolidaram em um cenário em que os clientes possuem novas demandas. O destaque fica para as startups, empresas que estão atraindo cada vez mais profissionais.

Se os seus olhos brilham com a possibilidade de trabalhar em um ambiente inovador, criativo e flexível, é importante ler esse artigo. Sim, as startups têm tudo isso para oferecer, mas também possuem desvantagens.

Na realidade, as vantagens e desvantagens de trabalhar em uma startup estão relacionadas com o perfil do profissional. Continue a leitura para ter uma ideia se você se encaixa nas necessidades desse tipo de empresa. Será que esse é um bom modelo de negócio para você trabalhar?

O que é uma startup?

“Startup” sempre foi sinônimo de inicialização de uma empresa, ou seja, colocá-la em funcionamento. Além desse significado, pode também ser um grupo de pessoas que desenvolvem e trabalham em cima de uma ideia diferente e que, à primeira vista, pode gerar lucros.

Muitos consideram que qualquer pequena empresa que ainda está começando é uma startup. Outros, por outro lado, defendem que uma startup é uma empresa com custos de manutenção baixos e potencial para crescer rapidamente. Uma terceira definição diz que é um grupo de pessoas que procura um modelo de negócios “repetível e escalável”, mas que é rodeado de incertezas.

Em startups, o perfil do colaborador é o grande diferencial. Além do caráter empreendedor, esses profissionais devem apresentar características como independência e capacidade de assumir múltiplas responsabilidades sem se sentir sobrecarregado. Aquele que deseja entrar para uma startup precisa, essencialmente, ter muito conhecimento sobre o assunto do projeto que irá assumir.

Conheça as vantagens de trabalhar em uma startup

A seguir você irá conferir com mais detalhes quais são as vantagens que pode ter ao escolher trabalhar em uma startup.

1. Flexibilidade e redução da burocracia

Grande parte das startups opera de maneira bastante distinta das empresas tradicionais. As diferenças ficam por conta da flexibilidade de horário, menor burocracia e menor hierarquização. As jornadas de trabalho são mais flexíveis, permitindo em muitos casos inclusive realizar parte das atividades em home office. Os colaboradores possuem maior autonomia, algo que praticamente elimina os processos burocráticos.

2. Aquisição de conhecimento

O quadro de funcionários das startups costuma ser bastante enxuto, de maneira que os colaboradores atuam de forma multidisciplinar. Pode ser bastante interessante para quem está começando no mercado de trabalho.

Conhecer novas áreas e aprender processos novos te possibilitará reunir outras ferramentas e habilidades em seu currículo. Como os projetos estão sempre mudando de rumo nesse tipo de negócio, é possível ter contato com novos métodos de trabalho diariamente.

3. Sociedade

Algo bastante comum é que startups que estão no começo das atividades ofereçam a possibilidade de aquisição de cotas ou ações pelos colaboradores. Essa é uma maneira de compensar a impossibilidade de oferecer uma remuneração mais alta. Dessa forma, quando a empresa se consolidar no mercado é possível ter uma excelente fonte de rendimento. Investimentos são boas opções para fazer seu dinheiro trabalhar para você.

4. Maior colaboração entre os funcionários

Quanto maior a estrutura de uma empresa, menor será o contato entre os colaboradores. Startups são negócios de tamanho reduzido e quadro de funcionários mais enxuto, logo, há maior interação. É bastante comum que nas startups se formem times colaborativos em que os profissionais tenham interações realmente significativas.

Esse contato mais próximo e intenso entre os colaboradores leva a maiores possibilidades de tirar os projetos do papel. A menor setorização e hierarquização cria mais oportunidades para que os funcionários interajam entre si. Ter um vínculo mais forte com os colegas pode tornar seu trabalho mais produtivo e com chances de brilhar.

Conheça as desvantagens de trabalhar em uma startup

Para ter certeza quanto a sua escolha de trabalhar em uma startup é importante conhecer também as desvantagens. Vale destacar que apenas são pontos a se verificar com atenção, pois nem todas as empresas possuem as mesmas características.

1. Ambiente corporativo instável

Profissionais que gostam de rotina e estabilidade têm grande dificuldade de trabalhar em startups. Trata-se de um modelo de negócios que pode ser instável, o que acarreta muita pressão, incertezas e riscos.

O profissional que atua em uma startup deve ser resiliente, buscando se adaptar aos diferentes cenários. Algo que pode acontecer é o colaborador estar trabalhando em um projeto hoje e amanhã ter que começar outro que segue na direção oposta.

2. Limitação de recursos

Se para algumas pessoas os recursos limitados das startups representam oportunidades para atuar com multidisciplinaridade, para outros é uma limitação. Como já citamos, geralmente essas empresas possuem poucos recursos financeiros, de infraestrutura e mão de obra.

Com menos dinheiro, ferramentas e funcionários, o trabalho de cada colaborador pode duplicar, triplicar ou até quadruplicar. O profissional que trabalha em uma startup deve ser criativo para conseguir desenvolver projetos e soluções adequados a essa realidade. Para quem precisa da segurança de uma estrutura robusta, pode ser bastante desafiador.

3. Alta rotatividade (turnover)

Algumas startups costumam ter alta rotatividade, ou seja, estão constantemente trocando funcionários. Isso acontece porque muitos profissionais acreditam que esse modelo de negócios é o perfeito para sua carreira, mas se deparam com outra realidade. Geralmente, aqueles que buscam startups estão em busca de flexibilidade, inovação e novas oportunidades.

No entanto, como já dissemos, trabalhar em uma startup pode significar também um ritmo acelerado e muita pressão. A instabilidade e os constantes redirecionamentos dos projetos acabam decepcionando profissionais que não tenham o perfil adequado.

Entrar em uma startup com expectativas muito altas pode levar a uma grande decepção. Essa insatisfação ganha a forma de pedidos de demissão e isso leva à necessidade de novas contratações constantes.

É importante dizer que, independentemente dos motivos da rotatividade, esse é um fator que prejudica o bom andamento corporativo. Sempre haverá colaboradores iniciando na empresa, tendo que ser treinados e adaptados.

Quando esses funcionários aprendem suas funções, acabam deixando o cargo e abrem espaço para novos iniciantes. Os demais profissionais podem ter que acabar cobrindo buracos nessa situação.

4. Incertezas para a carreira

Uma parcela razoável dos profissionais que atuam em startups são contratados como PJ. Isso reduz consideravelmente os custos para a empresa, no entanto, reduz os benefícios dos profissionais. Em uma contratação CLT há muito mais direitos garantidos para os colaboradores. A instabilidade presente em alguns negócios desse tipo pode ser refletida em salários menores e poucos benefícios.

Profissionais que estão em busca de empresas bem estruturadas e com plano de carreira podem ter dificuldade para se adaptar a startups. Esse é um ponto muito importante de considerar antes de decidir buscar uma chance em um negócio desse tipo.

Você deve estar preparado para colocar outros ganhos em perspectiva, ganhos que não são certos. Ter direito a cotas ou ações da empresa pode ser muito bom ou não significar nada, caso o negócio não dê certo. Então, avalie bem o seu perfil antes de tomar essa decisão para entender se irá se adaptar.

É claro que nem todas as startups apresentam essas desvantagens. Aqui apresentamos uma visão geral com pontos que são válidos a serem considerados pelos profissionais que não têm certeza sobre o que buscam para suas carreiras.

Você já trabalhou ou trabalha em uma startup? Conte-nos sua experiência no espaço para comentários abaixo e compartilhe o conteúdo em suas redes sociais para passar a informação adiante!

 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63