3 Dicas essenciais de como lidar com a pressão emocional no trabalho

Mulher meditando enquanto é cobrada no trabalho

Não deixe a pressão emocional no trabalho te afetar.

O ambiente de trabalho é marcado por momentos de tranquilidade, descontração e também por pressões. Prazos curtos para realização de atividades, cobranças excessivas são alguns dos fatores que contribuem para que o ambiente organizacional seja tomado por pressões que impactam as emoções dos colaboradores. 

Quando os profissionais não conseguem lidar bem com essas situações, podem acabar se vendo em dificuldades para realizar suas tarefas. Além de ter queda de produtividade, esses colaboradores podem desenvolver problemas de saúde mental. Entender como lidar de forma mais positiva com esse tipo de pressão é fundamental. 

A pressão emocional é algo que estará presente no ambiente de trabalho de todas as profissões. Por ser algo que faz parte do universo corporativo, fica a pergunta: como lidar com a pressão emocional no trabalho? Para te ajudar neste momento, separamos algumas dicas que te mostrarão formas eficazes de lidar com a pressão emocional.

Pressão emocional no trabalho: como lidar?

Independentemente da sua área de atuação, é importante compreender que você estará suscetível a esse tipo de pressão. Não é algo de que se possa livrar, então é crucial saber como tornar essa questão um problema menor. 

Isso permite que você evite que essas pressões se tornem empecilhos para o seu crescimento profissional. A seguir listamos três dicas essenciais de como lidar de uma forma mais saudável com a pressão emocional no ambiente profissional.

1. Inteligência Emocional para lidar com as pressões

Cada pessoa reage de jeitos próprios e particulares diante das pressões. Enquanto uns ficam introspectivos, outros reagem de maneiras agressivas e nervosas. Nesse sentido, a Inteligência Emocional contribui positivamente para lidar com as pressões de maneira mais equilibrada e sensata. 

A Inteligência Emocional te ajuda a identificar quais são as suas reações diante das pressões e, assim, fica mais seguro buscar soluções para que você volte ao equilíbrio anterior. Basicamente, se trata de identificar qual é a situação que te desequilibra e saiba que, em muitos casos, não é a situação como um todo e sim apenas um detalhe.

Ao entender qual é o estímulo que traz à tona suas piores reações, você pode se fortalecer. Se você perde seu equilíbrio emocional quando vê as tarefas se acumulando, por exemplo, pode criar mecanismos que evitarão que essa situação se desenhe diante de você. No tópico abaixo você encontrará excelentes sugestões de como fazer isso. 

2. Organização e prioridades

Uma das principais causas das pressões sofridas no ambiente de trabalho são as tarefas acumuladas. Portanto, é importante que você defina quais tarefas possuem prioridade maior e quais podem esperar.

Organize suas tarefas de acordo com as prioridades para evitar acúmulos e pressões para cumprimento de prazos. Faça um cronograma (se possível, semanalmente) com as atividades que precisam ser executadas.

Lembre-se de ser realista no momento de criar esse cronograma. No mundo ideal, seríamos capazes de fazer todas as atividades e ainda sobraria tempo para nos divertirmos com as pessoas queridas.

No entanto, vivemos no mundo real e não no ideal. Sendo assim, seja criterioso e considere o tempo que precisa para realizar cada uma das tarefas presentes na lista. Você realmente conseguirá fazer tudo o que previu para o dia de hoje?

Trabalhar com metas fora da realidade é outro grande estímulo para a pressão emocional. Quando queremos fazer mais do que é possível acabamos sempre nos frustrando, afinal não chegaremos ao resultado desejado. Falaremos mais sobre isso no tópico a seguir. 

3. Estabeleça e alinhe as expectativas

Muitas vezes, há grande expectativa para que um trabalho alcance resultados para a empresa. E isso gera muita pressão sobre quem é o responsável pela execução das atividades. Por isso, é importante alinhar as expectativas entre colaboradores e gestores. 

O excesso de expectativas pode ser fruto da ausência de planejamento estratégico. Não deixe de ter ações, estratégias e objetivos definidos com segurança em um planejamento. Isso garantirá que toda a organização caminhe em direção ao mesmo objetivo, além de evitar pressões emocionais no trabalho.

E, novamente, lembre-se de trabalhar com base no que é possível. Estabelecer metas impossíveis não é bom nem para si mesmo e nem para o cerca. Se você for o líder de uma equipe pode gerar pressão emocional em você mesmo e nos seus colaboradores. Estar sempre correndo atrás de uma folha constantemente levada pelo vento é extenuante e improdutivo. 

Procure lidar melhor com as pressões emocionais continuamente 

Percebeu como as três dicas que listamos se conectam? Isso acontece porque lidar melhor com a pressão emocional no ambiente de trabalho é um processo contínuo. Podemos evoluir constantemente nossa inteligência emocional, o que contribui para que sejamos mais organizados e precavidos e acima de tudo mais realistas.

As pressões geradas pelo ambiente corporativo costumam se originar de três fontes:

  • Incapacidade de lidar com as próprias emoções;
  • Falta de organização;
  • Busca pelo impossível. 

Quando você altera uma dessas esferas acaba mexendo nas outras. Dessa forma, é possível melhorar sempre a maneira como você se coloca diante de situações potencialmente problemáticas.

Coaching: o processo que pode te ajudar nesse caminho

A metodologia de Coaching se caracteriza por auxiliar os interessados a sair de um ponto A, chegando a um ponto B totalmente transformados. Essa técnica pode te ajudar a potencializar o seu autoconhecimento e, com isso, entender como funcionam as suas emoções. A partir dessa compreensão, você passa a adotar formas de agir mais salutares para sua saúde mental e produtividade.

Procure um Coach devidamente preparado para te auxiliar nessa caminhada. Esse profissional te ajudará a entender quais são as suas limitações atuais e como resolvê-las usando ferramentas que você já possui dentro de si. Lidar melhor com as pressões emocionais do trabalho e da vida pessoal depende de estar emocionalmente preparado. 

Esperamos que estas dicas te ajudem positivamente a lidar com as pressões emocionais do seu trabalho. Tem mais alguma dica para compartilhar? Use o espaço abaixo para nos contar a sua experiência e a sua opinião sobre o assunto. 

Se este conteúdo te ajudou de forma positiva, compartilhe em suas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63