A Importância da Autoavaliação Profissional

profissional com um cadeno e lápis em suas mãos

Confira qual é a importância da autoavaliação profissional a fim de promover o desenvolvimento contínuo

A autoavaliação profissional tem grande importância para o crescimento dos indivíduos em suas carreiras. Trata-se de uma observação de si mesmo de grande relevância, pois permite identificar o que precisa ser melhorado e no que investir mais dedicação.

Uma autoavaliação é sempre importante, seja qual for a área em que for aplicada. Conhecer a si mesmo e ver quais são os seus erros e acertos, aquilo que você faz melhor e aquilo que você tem dificuldades, poderá lhe dar uma visão ampliada a respeito das coisas. Nem sempre é um procedimento fácil de se fazer, uma vez que demanda autoconhecimento e autocrítica. Porém, garantimos que oferece excelentes resultados.

Além de ser um trabalho motivador, a autoavaliação é resultado de um autoconhecimento obtido com sucesso, se munindo de um escudo contra a desmotivação que poderá vir se essa avaliação apresentar resultados insatisfatórios. Já o contrário, só fará com que você trabalhe mais e mais para conseguir chegar ao lugar desejado e superar os erros cometidos no passado.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

O que é a autoavaliação profissional?

A autoavaliação profissional é um exercício de autoconhecimento e observação de suas qualidades e pontos fracos. Independentemente da área em que você atua, é importante dedicar algum tempo para olhar para si mesmo de forma mais crítica. Dedicar-se a essa autoavaliação pode te ajudar a identificar seus erros e acertos, assim como lhe dar uma visão mais completa do que melhorar.

A importância da autoavaliação profissional

A importância da autoavaliação profissional é o fato de permitir explorar e compreender o caminho percorrido. O indivíduo pode entender por que as coisas estão dando certo ou errado. Saber como melhorar seu desempenho ou se deve adotar outra postura e assim por diante. Trata-se de uma ferramenta bastante útil que permite redirecionar seus esforços para algo que tem mais chances de dar certo.

Para que a autoavaliação profissional cumpra seu papel, é imprescindível ser sincero em suas avaliações. Mentir ou omitir algum fato de sua trajetória profissional não é recomendado porque isso influenciará na obtenção de um resultado falso. O objetivo desse processo é melhorar seu desempenho e permitir uma caminhada mais tranquila. O que torna essa avaliação extremamente importante é exatamente se apoiar no cenário real.

Quando essa avaliação é realizada pelo setor de recursos humanos de uma empresa, deve ficar claro que respostas negativas não irão gerar demissão. O gestor de RH deve deixar bem claro que se trata de um procedimento para levar a equipe a um melhor desempenho. A importância da autoavaliação profissional só se faz verdadeira quando não tem sentido punitivo e sim de redirecionamento.

Por que fazer a autoavaliação profissional?

A autoavaliação profissional deve ser feita porque ajuda o indivíduo a entender a sua carreira, o porquê de estar dando certo, o porquê de estar dando errado, o porquê de estar estagnada, enfim, é uma ferramenta extremamente útil para entender toda a caminhada até o ponto atual.

Algo coerente nessa avaliação é ser sincero, pois mentir não levará a lugar nenhum, já que cedo ou tarde a mentira não conseguirá mais se sustentar. E outra, o teste é realizado com o intuito de melhorar o profissional e fazer com que ele realize mudanças nos seus hábitos de trabalho.

É por esse motivo que o grupo de RH da empresa dá essa oportunidade de autoavaliação, deixando que os superiores façam a sua própria análise do desempenho de seus funcionários em seguida, outro motivo que desqualifica a falta de sinceridade no teste.

O profissional não será demitido se apresentar uma avaliação com resultados fracos, mas será condicionado a procurar saber o porquê desses resultados e, então, mudar o que está errado, para que cresça profissionalmente e a empresa se beneficie com isso.

Não é algo para se temer, é para ficar grato. Grato de poder trabalhar em um lugar onde os superiores se importam não apenas com o desempenho dos colaboradores, mas com a motivação, problemas e dificuldades que os assolam.

Você é uma pessoa feliz? Quer uma ajuda pra descobrir?
Acesse nosso Termômetro e descubra como anda sua Felicidade!

Autoavaliação profissional: como fazer?

Agora que você já conhece a importância da autoavaliação profissional, vai gostar de saber como fazê-la corretamente. As dicas abaixo visam direcionar a sua avaliação de si mesmo para entender com mais clareza como potencializar as suas chances de sucesso.

1. Atenha-se a realidade

Talvez você nem perceba, mas em algum momento pode acabar exagerando algum fato da sua carreira. O mais importante nesse processo de avaliação de si mesmo é se manter fiel à realidade. Cuidado para não exagerar um resultado ou uma qualidade, a sinceridade é fundamental.

É fundamental que você se livre de qualquer imagem que tenha formada sobre si mesmo. Mantenha o foco em seu desempenho e nos resultados alcançados pelo seu trabalho. Deixe seu sensor de alerta ligado para evitar exageros, ao fazer isso você torna a sua autoavaliação profissional mais alinhada com a realidade.

Despir-se da vaidade em suas realizações te ajudará, também, a identificar pontos que podem ser melhorados. Sendo assim, fica a dica para se pautar sempre pela realidade, lembrando-se de que menos é mais.

2. Invista em autoconhecimento

Para fazer uma autoavaliação profissional coerente é fundamental conhecer verdadeiramente a si mesmo. A dica é investir tempo e dedicação em entender melhor sua forma de agir e pensar. O exercício de refletir sobre suas ações e motivações deve ser uma constante em sua vida.

Quando tomar uma decisão, tire um tempo para pensar por que agiu de tal maneira. O que te impulsiona a ser quem você é? Responder essa pergunta é essencial para poder fazer uma avaliação mais rica de si mesmo. A partir de tal avaliação, você consegue ter um panorama mais claro de suas habilidades e ferramentas.

Aprender a olhar para si entendendo suas decisões de maneira mais clara é essencial para crescer em sua carreira. Ser surpreendido em momentos decisivos não é algo positivo, então, evite se colocar nessa posição. Saiba tudo o que puder de si mesmo e tenha respostas a respeito de como proceder de acordo com a sua bagagem de experiências.

3. Defina seus pontos fortes e fracos

Para que a sua autoavaliação profissional seja completa e entregue os resultados esperados, é necessário definir seus pontos fortes e fracos. Comece pensando a respeito de quais são as qualidades profissionais que você possui. Quais são as atividades que você realiza com mais facilidade? Quais são as atividades em que obtém melhor resultado?

A partir dessas respostas, terá diante de si um panorama mais amplo de em quais qualidades investir. Você terá a compreensão do que te valoriza e pode te levar mais adiante. Por outro lado, também é necessário observar seus pontos de melhoria, ou seja, aqueles tópicos que precisam ser melhor resolvidos em sua vida. Quais são as atividades em que você tem mais dificuldade?

Responder sinceramente a essa pergunta te ajudará a entender o que está te prejudicando. O crescimento na carreira depende de você saber como agir em diferentes situações. Ao compreender o que é uma dificuldade para si mesmo é mais fácil remediar com mais dedicação.

4. Defina seus bloqueios

Os bloqueios podem ser coisas simples do dia a dia que prejudicam o seu desempenho. Por exemplo, uma pessoa que tem dificuldade de acordar cedo pode ter problemas em organizar a sua produtividade. Ter dificuldade de concentração pode ser outro bloqueio a ser considerado. Lembrando que bloqueios não são necessariamente defeitos.

Identificar esses pontos é crucial para que seja possível encontrar soluções pertinentes para o seu crescimento. A partir desse entendimento, é possível até mesmo chegar a um acordo com seus colegas e superiores para tentar tornar as condições mais favoráveis.

5. Saiba onde você quer chegar

Por fim, para fazer uma boa autoavaliação profissional é essencial que você saiba onde quer chegar. Você deseja mudar de posição dentro da empresa? Quer mudar de carreira? Abrir seu próprio negócio? Sabendo onde é o ponto de chegada para você, fica mais simples definir o caminho a ser percorrido.

Também permite que faça uma avaliação sincera a respeito do fato de estar ou não no caminho mais correto. Será que a forma como você vem trabalhando contribuirá para que você chegue ao ponto desejado? Esse tipo de avaliação torna possível redirecionar os seus esforços de carreira.

A autoavaliação profissional permite se conhecer melhor e seguir novos caminhos! Aproveite para deixar seu comentário abaixo e compartilhar o conteúdo em suas redes sociais!

Imagem: Por GalacticDreamer

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63