Dia Internacional da Mulher – Qual o verdadeiro significado dessa data?

figura de 4 mulheres diferentes

No dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher, uma data em que se lembra a luta pelos direitos femininos.

No dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher, uma data em que se lembra a luta pelos direitos femininos. Embora tenha se tornado um costume presenteá-las com flores e presentes, devemos sempre nos lembrar do real significado desse dia. Afinal, por mais que os presentes sejam demonstrações de carinho, o respeito precisa vir em primeiro lugar.

Quer saber mais sobre o verdadeiro significado do Dia Internacional da Mulher? Continue a leitura para entender a origem desse dia e como pode contribuir para a luta feminina.

Qual a origem do Dia Internacional da Mulher?

Existe uma história bastante famosa sobre a suposta origem do Dia Internacional da Mulher. Trata-se de um incêndio que aconteceu em uma fábrica em Nova Iorque em 25 de março de 1911 e que vitimou um grupo com mais de cem operárias. Embora esse acontecimento tenha sido muito marcante, não foi a verdadeira origem do 8 de março.

O Dia Internacional da Mulher foi celebrado pela primeira vez três anos antes do ocorrido na fábrica. Foi em 1908, no mês de maio, quando mais de mil mulheres se uniram em um protesto pela igualdade política e econômica entre os gêneros. Nos anos seguintes, novas manifestações aconteceram, muitas como consequência da Primeira Guerra Mundial.

Um desses eventos se tornou emblemático e aconteceu em 8 de março de 1917, na Rússia. Foi quando quase cem mil mulheres se uniram para protestar contra o então Imperador e as más condições de vida no país. A manifestação ficou conhecida como “Pão e Paz”, pois as principais reivindicações eram uma vida digna e o fim da guerra. Quatro anos depois, em 1921, a data ficou conhecida como Dia Internacional da Mulher.

Por mais que muitas conquistas femininas tenham acontecido ao longo desses cem anos, ainda temos muito a caminhar. Ainda há desigualdade de oportunidade entre homens e mulheres, além de violência doméstica e altos índices de feminicídio. Por isso, seja em 8 de março ou em qualquer dia do ano, precisamos nos lembrar da importância da igualdade entre os gêneros.

Já está mais do que provado que as mulheres têm tanta capacidade quanto os homens para ocuparem cargos de gerência, no governo e onde mais elas quiserem. Qualquer tipo de diferenciação não tem fundamento e faz com que o mundo perca tudo de bom que elas têm a oferecer. Todos nós podemos contribuir com essa luta para que o 8 de março não seja apenas mais um dia em destaque no calendário e sim um lembrete de que as mulheres merecem respeito.

Um kit exclusivo para inspirar qualquer mulher a encontrar o seu lado extraordinário.

Preencha AGORA o formulário para acessar a seu kit!

7 Formas de celebrar o Dia Internacional da Mulher todos os dias

Agora que conheceu a origem do Dia Internacional da Mulher e o verdadeiro significado dessa data, pode celebrá-lo de forma a contribuir com a luta feminina por direitos iguais. Confira algumas maneiras de fazer isso no dia a dia. Lembrando que tanto homens quanto mulheres podem e devem ter essas iniciativas, pois se trata de um tema que envolve toda a sociedade.

1. Ouvindo as mulheres

Uma queixa de muitas mulheres é que elas não são ouvidas, especialmente em ambientes dominados por homens. Em empresas, dentro das famílias e em qualquer instituição, elas têm tanto a contribuir quanto eles. Quando são silenciadas, todos saem perdendo, pois certamente teriam muito a contribuir com suas ideias e posicionamentos.

2. Respeitando-as

O respeito parece algo óbvio, mas devemos sempre nos lembrar dele. Mulheres devem ser respeitadas independentemente de suas escolhas. Afinal de contas, elas são cidadãs livres para decidirem o que fazer. Se vão seguir essa ou aquela profissão, casar-se ou não, ter filhos ou não, são escolhas totalmente pessoais e que devem ser respeitadas.

3. Intervindo ao perceber um ato de discriminação

A filósofa Angela Davis tem uma frase que diz que em uma sociedade racista, não basta não ser racista é preciso ser antirracista, e o mesmo se aplica em relação às mulheres. Além de respeitá-las, intervenha ao perceber qualquer ato de discriminação. Fechar os olhos para esse tipo de situação é ser conivente com o agressor.

4. Não compartilhando imagens que possam comprometer uma mulher

O compartilhamento de imagens íntimas de mulheres é um problema que deve ser combatido. Se uma pessoa envia a você uma fotografia sem o consentimento da pessoa exposta e você repassa o arquivo, está se tornando parte do problema. Se receber esse tipo de conteúdo, procure orientar a pessoa que enviou a não fazer isso, pois está violando os direitos de alguém.

5. Respeitando os direitos da mulher em um relacionamento amoroso

Se você tem um relacionamento amoroso com uma mulher, respeite os direitos dela. Tentar controlar a carreira, as roupas, as amizades e os lugares para onde ela vai é uma atitude totalmente abusiva. Se você a ama, demonstre isso através da confiança e do respeito, é assim que se constrói um relacionamento saudável e equilibrado.

6. Se for presentear, coloque o respeito em primeiro lugar

Apesar de o Dia Internacional da Mulher ser uma data de luta, nada impede uma pessoa de presentear as mulheres mais importantes da sua vida. Contudo, antes de pensar em flores, bombons e outros itens, lembre-se de respeitar essas mulheres todos os dias. Assim, o presente virá como um símbolo das suas atitudes e não como algo meramente comercial.

7. Praticando todas essas ações com as mulheres da sua família

Por fim, tenha sempre em mente que todas as ações aqui listadas devem ser praticadas com todas as mulheres, especialmente as da sua família. Esse é um lembrete importante porque muitos tratam mulheres da família e colegas de trabalho, por exemplo, de forma diferente. E essa distinção não deve acontecer, pois não se trata de ter ou não mais intimidade e sim de respeitar e honrar os direitos de todas.

Para finalizar, fique com uma citação de uma grande mulher, que é reconhecida mundialmente por sua força, Michelle Obama, que disse: “Não há limite para o que nós, como mulheres, podemos realizar”.

Aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais e levar a informação adiante. Assim, mais pessoas saberão o verdadeiro significado do Dia Internacional da Mulher e poderão aplicar ações para contribuir com a luta pela igualdade.

Imagem: Por Mary Long

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63