Conheça os principais mitos e verdades sobre o empreendedorismo

Empreendedora

Veja uma lista com mitos e verdades sobre o empreendedorismo.

O empreendedorismo é uma atividade econômica em que um indivíduo abre o seu próprio negócio para oferecer à sociedade determinados produtos e serviços, que sejam úteis na resolução dos desejos e necessidades das pessoas. É um processo complexo, que desperta diferenciadas crenças acerca dessa atividade.

Será que empreender é coisa de quem já nasceu rico? É sinônimo de liberdade plena? Depende de ideias geniais? Neste artigo, selecionamos as ideias mais comuns, associadas a esse universo, de modo que você descubra se são mitos ou verdades. Preparado para testar os seus conhecimentos? Então, siga em frente e tenha uma boa leitura!

1. Empreendedorismo é coisa de jovem: MITO

Os mais jovens são geralmente mais “antenados” às tendências do momento e mais dispostos a correr riscos, o que os leva a uma associação ao universo empreendedor. Contudo, isso não deve ser tomado como verdade. Há muitos empreendedores de sucesso que só iniciaram nesse ambiente já bem experientes — o que é até apontado como um ponto positivo para eles.

Dados do Sebrae apontam quem os empreendedores brasileiros com mais 54 anos têm os maiores rendimentos mensais e, muitas vezes, abrem esses pequenos empreendimentos como fonte de renda extra.

2. É preciso ter muito dinheiro para empreender: MITO

É claro que algum investimento deve ser feito em qualquer negócio, o que dá alguma vantagem a quem já tem esse capital. No entanto, isso é muito diferente de acreditar que é preciso ter muito dinheiro para empreender.

Na realidade brasileira, boa parte dos empreendedores pertence às classes sociais mais baixas, que iniciam negócios simples e com baixo investimento. Aos poucos, esses negócios começam a crescer e prosperam. Além do mais, os sistemas de franquias também são populares no Brasil, permitindo que as pessoas iniciem esses negócios sem um investimento inicial muito expressivo.

3. O sucesso depende de ideias geniais: PARCIALMENTE VERDADE

Você não precisa reinventar a roda para empreender. É claro que qualquer empreendedor gostaria de ter inventado o celular ou o computador, que são utensílios que revolucionaram a vida das pessoas de diferentes formas. Contudo, se você caminhar pelas lojas do seu bairro, perceberá que elas não têm nada de revolucionário, mas nem por isso os empreendedores deixaram de abri-las.

Você não precisa de uma ideia super criativa, mas apenas de pequenos diferenciais, ou seja, critérios de desempate, que beneficiem o seu negócio em relação à concorrência. Isso pode ser feito por meio de um atendimento especial, de ações promocionais, de uma comunicação mais criativa, enfim, de diversos recursos do empreendedorismo. Foque em resolver os problemas do seu cliente!

4. Empreender é sinônimo de liberdade: PARCIALMENTE VERDADE

Podemos entender o empreendedorismo como sinônimo de liberdade no sentido de que o empreendedor não corre o risco de ser demitido, não precisar “bater ponto” e não ter um chefe supervisionando as suas ações. No entanto, o ato de ser chefe de si mesmo exige ainda mais disciplina.

O empreendedor precisa gerir todo o negócio, lidando com funcionários, parceiros, fornecedores, investidores, clientes, e por aí vai. Ele deve fazer parte das decisões tomadas no marketing, na área de vendas, na infraestrutura da empresa, nas finanças, entre outros. Se ele que é o dono do negócio não estiver a par de tudo o que acontece, será fácil se perder e mergulhar em problemas. Folgas e férias não são assim tão frequentes na vida de quem empreende!

5. Fazer o que ama ajuda: VERDADE

Trabalhar com aquilo que nós amamos ajuda a superar as adversidades. Isso é fato na vida de qualquer profissional, e não é diferente no universo do empreendedor. Alguém que realmente acredita no poder da educação, por exemplo, se sentirá muito mais realizado ao investir em escolas do que em restaurantes, concorda?

O amor, no entanto, não é tudo. É preciso dedicar-se com muito empenho na pesquisa do seu público-alvo, no conhecimento dos problemas e necessidades dessas pessoas e na construção de um planejamento estratégico que edifique a empresa para satisfazer esses potenciais clientes. O fato é que fica mais fácil dar conta de todos esses desafios quando o projeto vai ao encontro dos nossos valores e paixões.

6. Ter faculdade é obrigatório: MITO

A educação formal ajuda. Por isso, é comum que os empreendedores sejam graduados em administração, marketing ou engenharia, por exemplo. Entretanto, isso não é uma exigência. Muitos donos de empresa não têm formação acadêmica, mas nem por isso deixam de ser competentes nas suas atividades diárias.

Se essas pessoas fazem cursos livres, acompanham as notícias e tendências, monitoram os resultados da empresa, fazem pesquisas de mercado, são ativas nos eventos do segmento, trocam ideias com outros profissionais da área e estudam, mesmo sem ter ido à universidade, elas conseguirão ter bons resultados.

7. O fracasso faz parte da trajetória: VERDADE

Não podemos dizer que é unanimidade, mas fica muito difícil pensar em algum empreendedor de sucesso que nunca tenha cometido erros ou mesmo fracassado. Na verdade, “tentar, errar e aprender” é o processo mais frequente, sendo mais regra do que exceção.

A diferença é que os empreendedores de sucesso não consideram que o fracasso seja o antônimo do sucesso, mas sim uma poderosa fonte de lições. É errando que descobrimos o jeito certo de fazer as coisas. Por isso, correr alguns riscos, errar, extrair aprendizados e tentar de novo é uma rotina frequente a quem empreende. Ter sucesso de primeira, sim, seria uma exceção. Dessa forma, não desista quando errar!

8. Empreender é fácil: MITO

Não. Empreender é muitas coisas, mas, definitivamente, não é fácil. Você já pensou na quantidade de coisas que um empreendedor precisa fazer? É necessário identificar oportunidades, pesquisar potenciais compradores, ter ideias de produtos e serviços, montar equipes que comprem a ideia, ter noções de marketing, estruturar a empresa, planejar as estratégias, definir a logística, acompanhar as finanças, monitorar resultados, superar a concorrência, gerenciar pessoas, lidar com os erros, pagar empréstimos, entre muitas outras coisas.

Ufa! É muita coisa. Por isso, empreender é para os fortes. Ser dono de uma empresa pode ser a chave para um futuro muito feliz, mas é importante que as pessoas que desejam seguir por esse caminho não se percam entre os mitos que cercam o universo. Que a lista acima o tenha ajudado a obter mais clareza sobre a nobre arte de empreender.

E você, querida pessoa, acreditava em algum desses mitos? Conhece algum outro que esteja relacionado ao universo empreendedor? Contribua deixando o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds