Não deixe que as oportunidades escapem

Confira uma lista incrível de dicas que vão te ajudar a não deixar mais que as oporuntidades escapem

 

O escritor Tom Peters tem uma frase que diz: “Se uma oportunidade aparecer na janela, não feche a cortina”. Considerando esse pensamento, como você tem lidado com as oportunidades que surgem em seu caminho? Você abre sua casa para recebê-la ou fecha a cortina? Muitas pessoas se fecham para as oportunidades por medo, o que pode ser motivado pela falta de confiança em si mesmo ou pela insegurança em relação ao novo.

Se deseja saber como abraçar as oportunidades que surgirem e, através dessa atitude, se desenvolver e voar mais alto, continue a leitura. Ao longo deste artigo falaremos a respeito da importância de identificar as chances de crescimento e, também, criá-las, acompanhe.

A importância de abraçar as oportunidades

Você já recebeu um convite que, ao mesmo tempo em que te deixou feliz, te amedrontou? Oportunidades de trabalho em outra cidade (ou até mesmo outro país) e ser chamado para um evento com pessoas que não conhece são exemplos bastante comuns de situações assim.

Quando algo do tipo acontece, restam dois caminhos: vencer a insegurança e aceitar ou se deixar levar pelo medo e recusar. Lembrando que estamos falando de casos em que existe um desejo de aceitar e que o único impedimento é a insegurança. Consegue imaginar a quantidade de pessoas que deixa grandes oportunidades escaparem por medo?

Se você já fez isso, não se julgue, é importante colocar luz sobre o tema, mas sempre de forma gentil. O julgamento serve apenas para reforçar esses padrões, é o acolhimento que gera a transformação. Quanto mais se conhecer e entender o porquê de sentir insegurança em relação às coisas novas, melhor saberá lidar com tudo isso e vencer esse sentimento.

O ser humano tem a tendência natural de ser gentil com os outros e crítico demais consigo mesmo, fazemos isso sem perceber. Falar sobre o assunto é necessário para que cada um se analise e verifique como anda seu diálogo interno, se tem se tratado com gentileza ou cobrança excessiva. Acredite, mudar o tom faz toda a diferença, fortalece a autoconfiança, a autoestima e a motivação para superar desafios.

10 Pensamentos para fortalecer a autoconfiança e aproveitar as oportunidades

Se deseja abrir as cortinas para as oportunidades que surgirem e perder o medo em relação ao novo, comece por adotar os dez pensamentos a seguir. Cada um deles tem uma lição poderosa a te ensinar sobre a vida, o amor-próprio e a autoconfiança, acompanhe.

1 – Ninguém nasce sabendo

Esse é um pensamento que parece óbvio, mas que muitas pessoas parecem se esquecer. Sempre que começar a se cobrar perfeição ao começar algo novo, lembre-se que Walt Disney não nasceu sabendo desenhar e criar personagens de sucesso, assim como Oprah Winfrey não nasceu sendo uma grande estrela da tv.

Todos os grandes nomes que conhecemos hoje tiveram um começo, enfrentaram fracassos, mas se permitiram tentar e persistir, foi isso que os trouxe até aqui. Lembre-se sempre disso e evite ser crítico demais consigo mesmo ou recusar oportunidades por não se sentir capaz de abraçá-las.

2 – Erros trazem aprendizados

Um dos maiores motivos que levam as pessoas a se fecharam para oportunidades é o medo de errar. Afinal, falhar é se mostrar vulnerável em um mundo em que muitos querem parecer perfeitos e infalíveis, o que não é verdade porque vai contra a natureza imperfeita do ser humano.

A partir do momento em que enxergar os erros como parte natural do processo de desenvolvimento, sentirá mais confiança para tentar, claro, sempre dando o seu melhor, mas, caso algo saia diferente do esperado, sem se culpar ou pensar em desistir.

3 – Uma atitude não te resume

Imagine que você viu uma oportunidade, se abriu para ela, mas não obteve o resultado esperado. Em vez de se diminuir e se julgar incapaz, lembre-se que uma atitude não te resume e não apaga todos os acertos que teve até aqui. É apenas uma atitude em meio a milhões de outras. Você é um ser humano fantástico, cheio de camadas, não pode ser resumido a algo tão pequeno.

4 – A opinião dos outros não pertence a você

O medo do julgamento é mais um motivo bastante comum para que pessoas recusem oportunidades que gostariam de aceitar. Se já fez isso, pense bem, faz sentido temer tanto a opinião de alguém que não conhece a sua essência e não sabe como é ser você?

Entenda que as pessoas podem pensar o que elas quiserem e que as decisões sobre a sua vida não podem se pautar nisso. Já pensou se fosse consultar todos ao seu redor para tomar cada decisão? Seria humanamente impossível agradar a todos, por isso, consulte a si mesmo, a sua consciência e os seus valores, é isso o que importa.

5 – Comparações nunca são justas

As comparações são mais um problema que impedem muitas pessoas de se desenvolverem. Elas veem uma oportunidade, mas imaginam que vários outros indivíduos se sairiam melhor, então, desistem por não se sentirem à altura daquela situação.

Se já fez isso, pense bem, acha mesmo justo se comparar com outra pessoa totalmente diferente, que teve outras experiências e trajetória? Você é um ser único, como todos, se comparar não irá te motivar a evoluir, pelo contrário. Portanto, em vez de fazer comparações com terceiros faça consigo mesmo, com a sua versão do passado, e veja o quanto cresceu.

6 – É possível usar o medo de maneira positiva

O medo não é um vilão, ele é um sentimento necessário, foi por conta dele que a espécie humana sobreviveu em meio aos perigos nos primórdios da nossa existência. Entretanto, hoje, não precisamos mais estar o tempo todo atentos, pois não temos predadores nos vigiando e se preparando para o ataque.

A melhor forma de gerenciar o medo e evitar que ele se torne um agente paralisante é usando-o como um lembrete para a cautela, para agir considerando as consequências e da melhor maneira que puder. Assim, usará a melhor face desse sentimento e fortalecerá cada vez mais a sua coragem e ousadia para ir além.

7 – Correr riscos faz parte da vida

Viver é um grande risco, afinal de contas, levantamos da cama todos os dias sem ter certeza absoluta de tudo o que irá acontecer. Se deparar com essa realidade sem ter antes parado para pensar a respeito pode até ser assustador, mas a verdade é que é exatamente isso o que torna a vida fantástica.

Da mesma forma que coisas ruins podem acontecer sem aviso, o mesmo pode acontecer com coisas maravilhosas. Estamos o tempo todo correndo riscos e abraçá-los, claro, sempre de forma controlada e com responsabilidade, é uma ótima forma de se sentir vivo e desfrutar ao máximo dessa experiência.

8 – A repetição é a mãe do aprendizado

No primeiro tópico falamos sobre o fato de que ninguém nasce sabendo, neste, vamos lembrar que a repetição é a mãe do aprendizado. É através da prática que uma habilidade é aprendida. Tente uma vez, mesmo que se sinta perdido, prossiga, tente duas, três, quatro, cinquenta vezes.

Thomas Edison testou mil e duzentas vezes a ideia da lâmpada elétrica. Já pensou se nas primeiras falhas ele tivesse achado que era um verdadeiro fracasso e desistido? Persista, você é capaz e quanto mais vezes tentar mais irá dominar a habilidade em questão.

9 – Valorize suas qualidades

Um aspecto essencial para abraçar as oportunidades que surgem pelo caminho é ser consciente das próprias qualidades. Se você é do tipo que reconhece apenas os pontos que tem a desenvolver, experimente ampliar a sua visão. Se conheça, se observe, identifique seus pontos fortes e use-os a seu favor.

Para isso, faça o seguinte exercício: pegue papel e caneta e faça uma lista com as suas maiores qualidades. Lembre-se das coisas que faz com facilidade, seja em casa, no trabalho, em qualquer situação. Se desejar, pergunte para pessoas próximas quais características positivas suas elas julgam mais marcantes. Ver essa lista te ajudará a a se olhar de uma forma diferente e mais acolhedora.

10 – É importante desejar o melhor sem criar expectativas

Por fim, procure sempre desejar o melhor em tudo o que fizer, se dedique e mantenha o pensamento positivo, mas sem criar expectativas demais. É claro que, se você vai fazer uma apresentação a um novo cliente, por exemplo, espera que ele goste e feche negócio.

O problema está em criar na mente uma série de etapas que não tem como controlar, como, por exemplo, imaginar que ele fechará negócio, que a sua comissão irá aumentar, será promovido e comprará uma casa. Veja a quantidade de expectativas em uma única situação.

Encontre o equilíbrio entre desejar o melhor para fazer o que estiver ao seu alcance para que tudo dê certo, mas sem fantasiar e criar uma sequência de acontecimentos que você não tem o poder de controlar. Assim, viverá de forma muito mais leve e evitará uma série de frustrações.

Não deixe as oportunidades escaparem, acredite no seu potencial e abrace-as com todas as suas forças. Acredite, você é capaz e a partir do momento em que se tornar consciente disso coisas maravilhosas acontecerão em sua vida.

 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010