Estresse e qualidade de vida no trabalho de um líder

Homem estressado

Por exigir muita responsabilidade e ter muitas demandas, um cargo de liderança pode ser muito estressante.

Todo mundo sonha em se tornar líder em algum momento de sua carreira. O prazer de possuir um cargo superior e ter autonomia profissional, no entanto, pode afetar diretamente a qualidade de vida e gerar estresse. Isso porque um líder precisa resolver vários problemas ao mesmo tempo, e tem que gerenciar muitos profissionais que dependem de suas ações e decisões.

Um estudo realizado pelo International Business Review (IBR) revelou que os empresários brasileiros encontram-se entre os mais afetados pelo estresse no trabalho. Continue lendo para entender melhor quais são as possíveis causas do estresse e como melhorar essa situação. 

Estresse no trabalho: quais são as principais causas?

Você está em um cargo de liderança e tem sentido todo o peso de ser o guia da equipe? Saiba que não está sozinho e que muitos líderes se sentem assim. Essa constatação nos ajuda a compreender que existem fatores que corroboram para o aumento do estresse que estão diretamente ligados à liderança. Entre as principais causas do problema, podemos destacar:

1. Não dispor dos recursos ou do tempo necessário

Estar à frente de uma equipe que não consegue cumprir seus prazos e bater suas metas por falta de tempo e recursos pode ser muito frustrante. Quando as metas são impossíveis de realizar é natural que os líderes se sintam pressionados e estressados. Dispor dos recursos necessários é uma condição básica para realizar seu trabalho com qualidade.

Se você é líder da sua equipe e não dispõe dos recursos necessários ou está com prazos muito apertados deve relatar essas questões para o gerente. Analise o quanto a falta de concretização das metas se deve a questões da equipe e a questão de recursos. 

2. Desenvolvimento e retenção de pessoas

Empresas que não investem no desenvolvimento e retenção de pessoas podem ter alta rotatividade. Para o líder da equipe isso significa ter sempre colaboradores em treinamento e outros tendo que substituir temporariamente quem saiu. Se essa é uma situação recorrente, gera um grande caos que impede o bom andamento do trabalho. Trata-se de uma questão que as empresas precisam solucionar. 

3. Exigências físicas do trabalho

Ter uma carga horária alta, fazer muitas viagens e refeições pouco equilibradas pela falta de tempo contribuem para o aumento do estresse. Também contribuem para o desenvolvimento de problemas de saúde. O ideal é que o profissional consiga chegar a um meio-termo com a empresa para que suas atividades não impactem negativamente a sua rotina. 

4. Necessidade de tomar decisões importantes

O líder tem grande responsabilidade e cada decisão que toma impacta outras pessoas. Esse pode ser um grande peso pelo fato de ser recorrente. Desenvolver a inteligência emocional é determinante para quem deseja ser um líder melhor para a sua equipe. Essa é uma questão que precisa ser melhor trabalhada internamente para que você fique mais confortável com a tomada de decisões. 

5. Necessidade de criar e manter relacionamentos com os colaboradores

Nem todo mundo gosta de desenvolver relações interpessoais, algumas pessoas são mais introspectivas. Porém, ao assumir a posição de liderança, passa a ser uma atribuição do profissional se relacionar bem com os membros do grupo. A dica nesse caso é tentar tornar essas interações menos “dolorosas”. Há processos de Coaching focados no desenvolvimento de melhores relacionamentos interpessoais

6. Competitividade entre pares

Conduzir a equipe já é uma tarefa complexa, mas se em paralelo ainda for necessário provar o tempo todo que é melhor do que os outros, o líder pode ficar muito estressado. Quem tem problemas em administrar a própria competitividade deve prestar mais atenção a essa questão e o processo de Coaching também pode ser bem-vindo. 

7. Clientes com expectativas impossíveis 

Quando os clientes criam expectativas irracionais ou têm exigências impossíveis, podem tornar o trabalho do líder ainda mais difícil. Entender como e porque essas expectativas estão sendo criadas é importante. Entendendo a razão dessas expectativas é possível resolver o problema em sua essência de forma que ele não aumente. 

8. Relatórios de baixo desempenho

Quando a equipe não está entregando os resultados esperados, é possível que o líder se sinta culpado. No entanto, como já citamos, nem sempre a falta de cumprimento das metas é somente culpa da equipe e da liderança. Se não há recursos ou prazos adequados ou mesmo se os clientes criam uma expectativa irreal, fica realmente difícil. 

Dicas para ter melhor qualidade de vida

Agora que você já conhece as possíveis causas do estresse na atividade de liderança de equipe, vai gostar de saber como potencializar a sua qualidade de vida. Confira abaixo algumas dicas práticas para ter uma vida mais equilibrada e positiva. Isso impactará inclusive a qualidade do seu trabalho. 

Arrume um tempo livre

Um líder geralmente tende a viver somente para o trabalho. Mas a vida não é feita só disso, portanto, é preciso separar um tempo para fazer as coisas que te dão prazer, como ter um hobby ou curtir o ócio. Esse é um momento para relaxar a mente e se preparar para os próximos desafios. Tenha no descanso uma das principais metas do fim de semana. 

Contrate bons profissionais

Um dos maiores problemas para um líder é o baixo desempenho da equipe. Para evitar isso, é preciso investir no capital humano e capacitar os profissionais para realizar um bom trabalho. Converse com o setor de recursos humanos da empresa para adotar uma política de maior valorização dos talentos. 

Desenvolva relações pessoais saudáveis com seus funcionários

Muitas vezes, as pessoas convivem mais com os colegas de trabalho do que com os familiares. Dessa forma, ter um relacionamento agradável com os funcionários é fundamental para melhorar o ambiente de trabalho, além de eliminar as tensões do dia. Não precisa se tornar o melhor amigo de ninguém, mas ao menos um líder que oferece diálogo. 

Faça exercícios físicos

A prática de exercícios físicos relaxa o corpo e a mente. Invista em algo que te dê prazer e que te motive a enfrentar os problemas do dia a dia. A atividade física também contribui para a melhora da saúde física e emocional.

Aplique essas dicas no seu dia a dia e melhore a sua qualidade de vida!

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds