Como elaborar um plano de gestão de pessoas

equipe analisando gráficos

O plano de gestão de pessoas é um conjunto de definições estratégicas para a área de Recursos Humanos.

O desenvolvimento e capacitação dos colaboradores de uma empresa deve ser guiado por um plano de gestão de pessoas. Esse planejamento precisa seguir uma série de diretrizes determinadas pela área de Recursos Humanos, juntamente com os gestores de cada setor.

Este plano deve estar perfeitamente alinhado aos valores defendidos pela organização dentro da sua missão e visão. Além disso, deve ser congruente com os objetivos da empresa para curto, médio e longo prazo, dando suporte e caminhando junto às demais áreas.

Uma vez que cada empresa tem suas particularidades, cada uma deve ter seu próprio planejamento, com questões específicas que visam atender suas necessidades e propósitos. Por meio de um plano consistente se pode capacitar os colaboradores para alcançar os objetivos pretendidos.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Plano de gestão de pessoas: o que não pode faltar?

Para que um plano de gestão de pessoas seja realmente eficiente, é fundamental que conte com alguns elementos, sendo eles:

  • Número de funcionários da companhia e respectiva função de cada um;
  • Organograma corporativo para entender a hierarquia organizacional;
  • Processos para recrutamento e seleção de novos funcionários;
  • Política de capacitação e desenvolvimento pessoal e profissional dos funcionários;
  • Planos de cargos e salários da companhia.

Essas informações são essenciais para a elaboração de um plano eficiente de gestão de pessoas. Afinal, depende de ajustes na situação atual da empresa a conquista de melhores resultados em médio e longo prazo. 

A felicidade é imprescindível para uma boa gestão pessoal !
Clique aqui, faça nosso “TESTE” e descubra como anda sua felicidade!

Tipos de plano de gestão de pessoas: conheça os tipos

Abaixo apresentaremos os três principais tipos de plano de gestão de pessoas.

1. Plano de desenvolvimento

O objetivo desse tipo de plano de gestão de pessoas é capacitar constantemente as equipes para aperfeiçoar produtos e serviços. 

2. Plano de carreira

Nesse plano o foco está no cuidado com a carreira do colaborador a partir do momento em que ele passa a integrar a equipe. 

3. Plano de sucessão

Trata-se de um plano focado no acompanhamento dos profissionais para que eles se desenvolvam a ponto de poder ocupar cargos de liderança futuramente. 

Como elaborar um plano de gestão de pessoas?

Veja quais são os passos para elaborar um plano de gestão de pessoas eficiente. 

Passo 1. Diagnóstico atual da companhia

Para dar início à elaboração do plano de gestão de pessoas é necessário ter todos os dados supramencionados em mãos. Tomando esses dados como base, é possível fazer uma análise completa da situação, chegando a um diagnóstico. Conhecendo a situação atual da empresa é possível fazer ajustes. 

Essa análise deve começar pelo próprio setor de Recursos Humanos. Comece identificando os pontos fortes e de desenvolvimento de cada setor para identificar como pode fortalecê-los e aperfeiçoá-los. 

Passo 2. Desenvolva e implante as estratégias

Tendo identificado os pontos de atenção de cada departamento, é possível pensar em estratégias para atender as demandas. O que poderia ser modificado para que as equipes se tornassem mais motivadas? Como a companhia pode dar melhor suporte aos seus profissionais? Como o engajamento pode ser melhorado? Os colaboradores têm boa qualidade de vida? 

Foque em elaborar mais perguntas que estejam alinhadas com as necessidades da companhia para refletir sobre as soluções. As estratégias devem ser implantadas progressivamente para que os colaboradores consigam assimilá-las. Lembre-se de que o objetivo principal é criar um ambiente com boas oportunidades que estimule o desejo de permanecer dos colaboradores. 

É interessante promover palestras, workshops e dinâmicas que ajudem a tratar as situações apontadas pelo diagnóstico. Os colaboradores não vão adivinhar o que a empresa deseja deles. Quando não se faz um trabalho pertinente de orientação, se pode criar um ambiente repleto de animosidades e cobranças desmedidas. 

Passo 3. Avalie os resultados

Para concluir o plano de gestão de pessoas é essencial avaliar a eficiência das estratégias. Os resultados obtidos precisam ser avaliados com periodicidade estabelecida pelo setor de Recursos Humanos. Essa periodicidade deve considerar o tempo para identificação de problemas antes que eles se tornem graves. A identificação precoce de problemas confere tempo hábil para a gestão fazer ajustes.

É possível fazer um acompanhamento mais alinhado com as necessidades dos colaboradores partindo dessa avaliação. A companhia consegue traçar mais estratégias para manter a motivação dos colaboradores. O gestor deve ter em mente que cuidados com o bem-estar e qualidade de vida da equipe são determinantes para o seu sucesso. O planejamento permite valorizar de verdade os colaboradores. 

Características de um bom plano de gestão de pessoas

Além de se atentar aos passos, é válido considerar as principais características que um bom plano de gestão de pessoas precisa ter.

Foco em resultados: o plano de gestão de pessoas deve definir claramente quais são os objetivos pretendidos pela empresa com a implantação de todas as ações.

Consistência: deve caminhar junto com as demais metas da empresa, e nunca de maneira isolada e desligada das metas dos outros departamentos.

Objetivos específicos: todos os objetivos devem ser descritos com clareza de detalhes, evidenciando os problemas, suas consequências e as soluções que serão aplicadas para resolvê-los.

Mensurável: sem mensuração não há como acompanhar os progressos e avaliar se as medidas aplicadas foram realmente efetivas para a resolução das questões apresentadas.

Ter um período definido: saber quando o plano começará a ser aplicado e qual a duração de cada uma das ações é fundamental. Por isso, um cronograma de trabalho é essencial para que o planejamento não se perca e possa ser cumprido corretamente.

Ser tangível: as metas e objetivos estipulados no plano de gestão de pessoas devem ser possíveis, ou seja, sua realização precisa estar dentro das possibilidades da empresa, com prazos realistas e de acordo com a disponibilidade e as condições dos profissionais para cumpri-las.

Com todas estas informações listadas em um único documento, é possível criar um plano de gestão de pessoas eficaz e que pode ser aplicado na organização de suas ações. Essa é uma medida essencial para todas as empresas que desejam construir melhores resultados para o departamento de Recursos Humanos, que influencia diretamente em todos os setores da empresa.

A importância do treinamento no plano de gestão de pessoas

As empresas devem ficar atentas à construção de uma cultura organizacional cotidianamente. Há diferentes formas de guiar os profissionais nesse sentido com a obtenção de bons resultados. Uma das formas mais eficazes é através do exercício de uma liderança positiva. Uma medida muito importante para estabelecer um bom gerenciamento de pessoal é o treinamento e capacitação dos colaboradores.

Medidas de treinamento e capacitação estabelecem condições positivas para que os funcionários evoluam. A identificação dessa possibilidade de crescimento é crucial para aumentar a dedicação e engajamento. É importante ressaltar que o treinamento e capacitação deve ser pensado não somente para os novatos, mas também para os colaboradores de mais tempo. 

Essas medidas contribuem para o crescimento da empresa que passa a ter em seu time profissionais mais bem preparados. O time passa a entregar resultados ainda mais positivos, ganhando mais confiança e ajudando a bater metas. Podem fazer parte do planejamento palestras, workshops e até mesmo o estabelecimento de parcerias com instituições de ensino. 

Paralelamente ao investimento na educação dos colaboradores, é essencial que haja o aperfeiçoamento dos processos internos. O empreendimento precisa acompanhar a evolução dos seus funcionários para oferecer a eles as condições necessárias para chegar mais longe. 

Colaboradores e a construção da cultura organizacional

Para que uma empresa alcance melhores resultados no mercado, deve trabalhar com uma gestão de pessoas individual. É importante analisar as características de cada funcionário para determinar qual a melhor estratégia a ser adotada com cada colaborador. 

Porém, não se deve perder o senso de coletividade, ele deve ser o guia das ações da liderança e do comportamento dos profissionais da companhia. Caso contrário, haverá um risco considerável de os colaboradores seguirem por caminhos de inspirações contrários. Mesmo que os talentos sejam vistos individualmente, é importante compreender que eles compõem o todo.

É imprescindível que haja algo que funcione como o guia dos caminhos dos colaboradores, levando para um objetivo comum. Esse “algo” nada mais é do que a cultura organizacional. A junção de crenças, valores e comportamentos que caracterizam uma companhia e conduzem sua forma de fazer negócios. Os colaboradores precisam entender e se identificar com a cultura organizacional. 

Gostou de saber mais sobre como elaborar um plano de gestão de pessoas? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe o conteúdo em suas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010