8 Táticas para engajar mais os seus clientes

casal fazendo compras online

Veja como engajar mais seus clientes.

Mais do que vender, as empresas devem buscar adotar táticas para engajar mais os seus clientes, porque é dessa maneira que eles se tornarão consumidores fiéis. Assim, além de compradores, irão se tornar fãs e divulgadores espontâneos da sua marca.

A Apple é um bom exemplo de companhia que construiu uma verdadeira comunidade de clientes. Mas, como conseguir esse mesmo feito em um negócio de pequeno ou médio porte? Continue lendo para saber mais.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Importância de engajar clientes

Que a competitividade está alta em praticamente todos os segmentos de mercado, não é novidade para ninguém. Com isso, as empresas estão sempre em busca de se diferenciarem, seja através da qualidade dos produtos, da entrega e até da forma de se comunicarem com o público.

Hoje, as redes sociais permitem que as marcas mantenham contato direto com o consumidor. Essa conexão permite às empresas entenderem exatamente o que o público deseja e, assim, aperfeiçoar seus produtos e serviços para aumentar cada vez mais a aceitação. O engajamento dos clientes é um importante aspecto dessa relação, afinal, é através dessa aproximação que a fidelização acontece.

Lançar mão de táticas para engajar os consumidores nas redes socais e fora delas é fundamental. Assim, o que começa na internet ganha as ruas e se espalha, fazendo com que a comunidade de clientes se expanda cada vez mais, tornando-se solidificada.

Dicas para engajar clientes

Agora que já sabemos a importância de engajar clientes, provavelmente está se perguntando como conseguir isso. Vale dizer que cada marca deve encontrar o seu próprio caminho, considerando as particularidades do seu público e dos seus produtos. Contudo, existem ações universais que se aplicam a qualquer negócio, confira!

1. Ofereça opções facilitadas de contato

A primeira tática para engajar mais os seus clientes é dar abertura para que eles se expressem e se conectem à sua empresa. Hoje, muitas marcas têm utilizado opções como telefone, e-mail, WhatsApp e as caixas de mensagem das redes sociais.

Entretanto, é preciso lembrar que, mais do que disponibilizar essas opções, é necessário que os clientes obtenham resposta rapidamente. A demora para retorno nas mensagens pode causar mais distanciamento do que aproximação. Então, encontre formas de ter colaboradores prontos para atenderem nos horários divulgados.

2. Crie conteúdo de valor

Redes sociais não foram feitas para o compartilhamento de propagandas sem conteúdo, para essa função já existe a parte de classificados dos jornais. Nessas mídias as pessoas buscam consumir informações que agreguem às suas vidas de alguma forma.

É totalmente possível anunciar seus produtos e serviços de maneira interessante, oferecendo mais para o público do que imagens falando para comprarem. Uma loja de roupas pode compartilhar dicas de moda, de como combinar as peças, modelos indicados para cada ocasião e assim por diante.

3. Evite sobrecarregar os clientes

Na ânsia de engajar seus clientes, muitos empreendimentos têm os sobrecarregado com mensagens frequentes divulgando produtos e serviços. Esse é um erro que pode trazer o efeito contrário do esperado, fazendo com que as pessoas se sintam invadidas e se afastem da empresa.

Criar grupos de WhatsApp e enviar informações diárias sobre promoções, por exemplo, talvez não seja a melhor forma de atrair os consumidores. O melhor a fazer é prezar pelo equilíbrio, encontrando a periodicidade certa para enviar essas mensagens, e-mail marketing e outras formas de contato.

4. Conheça os seus clientes

Para estimular pessoas a se tornarem clientes engajados da sua empresa é preciso conhecê-las, entender suas preferências e necessidades. Essa é a única maneira de definir estratégias que sejam verdadeiramente eficazes.

As pesquisas de opinião são uma boa maneira de obter informações sobre o público-alvo. Além disso, é válido observar o comportamento dos clientes nas redes sociais e analisar os dados da empresa em relação às características dos compradores e seus hábitos.

5. Construa uma comunidade

Assim como a Apple construiu uma comunidade, uma loja localizada em uma cidade do interior também pode. Para isso, é necessário que os consumidores se identifiquem com a empresa, sua identidade e seu propósito. A partir disso, elas se sentirão à vontade para compartilhar experiências com outros clientes e a própria empresa através das redes sociais.

Não há uma receita pronta para formar uma comunidade, isso é possível através de um conjunto de ações que envolvem diálogo, uma identidade bem definida e um amplo conhecimento sobre o público-alvo.

6. Mantenha um diálogo com os clientes

O diálogo citado no tópico anterior é extremamente importante para engajar os clientes. Acredite, ninguém irá falar com a sua marca através das redes sociais se souber que não obterá resposta. É a interação que faz o sucesso dessas plataformas.

Por isso, mais do que publicar fotos e vídeos é preciso interagir, responder comentários, compartilhar as postagens dos clientes. Essas pequenas ações fortalecem o relacionamento e estimulam as pessoas a continuarem interagindo.

7. Personalize a experiência do cliente

As pessoas gostam de se sentir especiais e receber suas compras de modo que pareça um presente. Uma loja virtual, por exemplo, pode estimular seus clientes a publicarem fotos dos produtos recebidos se forem embalados de uma forma especial e acompanhados de um cartão com uma mensagem de agradecimento. Algo que uma caixa padrão sem qualquer atrativo visual não consegue realizar.

Encontre maneiras de personalizar a experiência do cliente dentro do seu nicho. As embalagens especiais e os cartões são uma estratégia que se aplica a praticamente todos os tipos de negócio. Essa é mais uma forma de estimular a construção de uma comunidade.

8. Humanize o marketing da sua empresa

De modo geral, publicações na rede social de uma empresa devem ter uns cuidados especiais, como em relação à qualidade da imagem, escrita correta e outros detalhes. Contudo, isso não significa que seja necessário manter um tom formal, afinal, as pessoas precisam sentir humanização nas postagens para se identificarem.

No Instagram, por exemplo, é interessante deixar o feed para posts mais caprichado e usar os stories para vídeos descontraídos, mostrando produtos e compartilhando outras informações. Ter alguém que seja “a cara” da empresa é muito importante!

Está pronto para começar a colocar as táticas para engajar mais seus clientes em prática? Comece e aos poucos conseguirá medir os resultados para adaptar as ações ao seu público.

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010