Presenteísmo – O que é e quais são as principais causas?

profissional desanimado

Confira qual o significado do conceito de Presenteímo, quais são suas principais causas e impactos no ambiente profissional

Você já ouviu falar sobre o conceito de presenteísmo no trabalho? Esse é um assunto que é menos falado do que o seu companheiro, o absenteísmo. Afinal, se trata de um problema que é invisível e, por isso, mais difícil de ser detectado.

Enquanto o absenteísmo significa se ausentar do trabalho, seja através de faltas ou atrasos, o presenteísmo representa a ideia de estar presente apenas fisicamente, mas não mentalmente. O colaborador não falta, cumpre os horários, mas não se conecta aos colegas e nem às suas atividades.

Continue lendo para entender melhor o que é o presenteísmo, suas principais causas e dicas de como evitá-lo entre os seus colaboradores.

Comece a ter o

Destaque

que você merece!

Preencha os campos abaixo para receber o e-book.

O que é presenteísmo?

O presenteísmo acontece quando um profissional vai trabalhar normalmente, cumpre seus horários, mas não se sente totalmente presentes no ambiente. A expressão popular “estar com a cabeça em outro lugar” descreve bem esse fenômeno.

O fato de o indivíduo estar fisicamente presente no trabalho faz com que o chefe e os colegas não percebam que há algo de errado. Por isso, o absenteísmo é rapidamente identificado, enquanto o presenteísmo é praticamente invisível.

Apenas líderes que estão verdadeiramente conectados à sua equipe e acompanham os desempenhos de cada colaborador conseguem perceber rapidamente um caso assim. Afinal, uma visão macro do escritório é capaz de identificar apenas os ausentes, já o acompanhamento individual é que permite maior consciência sobre cada funcionário.

Prejuízos do presenteísmo para as empresas

Hoje, mais do que nunca, as empresas precisam de colaboradores que estejam presentes por inteiro no trabalho, se dedicando, tendo boas ideias, inovando. Quando o presenteísmo se instala no ambiente, o negócio perde muito, simplesmente porque as pessoas começam a repetir ações sem refletir sobre elas.

Por tudo isso, podemos dizer que o presenteísmo é mais grave que o absenteísmo. As faltas são facilmente identificadas e, consequentemente, solucionadas. Já a ausência emocional do ambiente leva muito mais tempo para ser percebida.

É bem mais simples mensurar os prejuízos financeiros do absenteísmo, pois basta fazer um cálculo dos dias perdidos pelos colaboradores. Já no caso do presenteísmo, por se tratar de algo interno e subjetivo, fica difícil chegar a um resultado. Contudo, especialistas apontam que o presenteísmo pode gerar danos bem maiores do que as faltas e os atrasos.

Além do fator financeiro, a companhia perde em inovação, engajamento, entrosamento da equipe e trabalho colaborativo. E hoje sabemos que esses são elementos fundamentais para que uma empresa seja competitiva e consiga se destacar no mercado.

Quais são as causas do presenteísmo?

Por se tratar de algo pessoal, o presenteísmo pode ter algumas causas diferentes. Saiba mais sobre as principais delas.

Problemas de saúde

Um profissional que está com algum problema de saúde, pode se ver com a mente desconectada do trabalho por preocupação ou mesmo por experimentar algum desconforto físico ou emocional.

Falta de motivação

O indivíduo que está desmotivado, seja com a vida de maneira geral ou com a carreira, também corre o risco de sofrer de presenteísmo. Ele vai para o trabalho puramente por obrigação, mas não sente o desejo de estar ali.

Problemas pessoais

Qualquer pessoa que esteja enfrentando um problema pessoal tende a não conseguir se concentrar em qualquer atividade. Isso pode incluir um caso de doença na família, questões financeiras, desentendimentos conjugais ou divórcio e assim por diante.

Excesso de trabalho

Profissionais que estão sobrecarregados com mais atividades do que são capazes de realizar também podem ficar com a mente distante do trabalho. As preocupações são tantas que o profissional não consegue decidir por onde começar e fica inerte.

Dicas para identificar e prevenir o absenteísmo

Se você deseja verificar se há presenteísmo entre a sua equipe e adotar medidas para prevenir esse problema, confira as dicas a seguir!

1. Mantenha o diálogo aberto com os colaboradores

Em primeiro lugar, é necessário que os colaboradores se sintam à vontade para conversar com seu supervisor. Assim, poderão se abrir caso estejam enfrentando algum problema. Mesmo quando a empresa não puder resolver a questão, o fato de existir esse apoio já fará a diferença.

2. Invista no bem-estar da equipe

Uma ótima medida que a empresa pode adotar para prevenir o presenteísmo é investindo no bem-estar da equipe. O oferecimento de planos de saúde, vouchers para academias de ginástica e palestras sobre esse tema são apenas algumas maneiras de fazer isso.

3. Ofereça flexibilidade de horários

Às vezes, o funcionário está com a cabeça distante porque precisa resolver um problema, mas não pode porque precisa trabalhar. Se a empresa oferecer flexibilidade de horários, ele poderá resolver o que é necessário e retornar com a mente tranquila, pronta para se concentrar em suas tarefas.

4. Gerencie a carga de obrigações de cada funcionário

É muito importante gerenciar corretamente a carga de obrigações de cada funcionário. Isso evita que alguns fiquem sobrecarregados e acabem se desligando mentalmente do trabalho. Com organização é possível compartilhar as atividades e obter bons resultados.

5. Incentive os hábitos saudáveis

A empresa pode incentivar seus colaboradores a terem hábitos saudáveis e, assim, viverem de forma equilibrada. Isso pode acontecer através da baixa necessidade de horas extras, do oferecimento de alimentos nutritivos como lanche ou nas refeições e do incentivo aos cuidados com a saúde.

6. Ofereça recompensas ao bom trabalho

Se a ideia é fazer com que os funcionários se sintam motivados, ofereça recompensa pelo bom trabalho. Se alguém tiver uma ideia inovadora, alcançar um meta ou realizar qualquer coisa positiva, recompense! Isso pode ser feito de várias formas, cabe a cada empresa definir a sua.

7. Faça da sua empresa um local em que as pessoas desejam trabalhar

Você provavelmente já viu aquelas listas de melhores empresas para se trabalhar, certo? Essas companhias se beneficiam muito dessa imagem positiva, pois atraem os melhores talentos e têm equipes engajadas. Faça da sua organização um local assim e desfrute dos benefícios que isso pode trazer.

O presenteísmo é um problema silencioso capaz de causar muitos danos para uma empresa. Por isso, deve ser visto com atenção para que seja identificado rapidamente e devidamente solucionado.

Aproveite para deixar seu comentário abaixo e compartilhar o conteúdo em suas redes sociais para passar a informação adiante!

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.

Imagem: Por fizkes

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.





*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010