A importância do foco no trabalho

Foco no trabalho

Veja a importância de se concentrar no ambiente de trabalho

 

Você está realmente concentrado para ler esse artigo ou se o seu telefone vibrar você irá ver a mais nova notificação? Você realmente se concentra para trabalhar ou se distraí caso alguém comece a contar uma fofoca? Você realmente aproveita seu tempo livre ou está sempre preocupado com o que pode acontecer quando você não está no trabalho? Antes de responder todas essas perguntas continue a ler o artigo. Só não vale se distrair com outra coisa, hein.

A necessidade de se concentrar

Pessoa querida, o foco é uma das competências mais almejadas e valorizadas pelo mercado de trabalho. Afinal, os profissionais que conseguem manter a concentração durante o dia têm mais chances de obter resultados eficazes.

Porém, algumas pessoas sentem dificuldade em manter o foco nas suas tarefas cotidianas seja dentro do ambiente de trabalho ou fora. Não é por menos, existem distrações por todos os lados: o celular que toca ou recebe notificações, pessoas entrando na sala a todo o momento, colegas de trabalho conversando ao seu redor, problemas externos, notícias e muitos outros fatores que podem causar abstração.

A concentração é fundamental para conseguirmos concluir metas e objetivos em qualquer contexto, seja para fazer uma dieta, praticar exercícios físicos, dedicar-se aos estudos, manter a atenção no trabalho, entre outras inúmeras situações.

Quer saber mais sobre o tema? É só continuar lendo o artigo!

Descubra quais são os 3 tipos de foco

O psicólogo americano Daniel Goleman (nascido em 1946) tem uma carreira invejável: é um jornalista científico que escreveu para o The New York Times por 12 anos a respeito de estudos relacionados ao cérebro e aos comportamentos, é psicólogo e é autor de mais de 11 livros. No seu livro, “Foco: A atenção e seu papel fundamental para o sucesso” (Focus: The Hidden Driver of Excellence), de 2014, o escritor prova que a base do sucesso em diversas áreas e momentos da vida é aprender a ter foco.  

Uma das teorias do estudioso é que existem 3 tipos de foco e que eles se conectam de alguma forma. A sua não preocupação com algo pode afetar diretamente em outro ponto da sua vida e assim por diante. Conheça quais são os tipos:

  • Foco interno: esse item diz respeito à capacidade do ser humano em se desconectar do ambiente externo e entrar em contato consigo mesmo. Assim, ele entende e controla seus próprios sentimentos e emoções para entrar em flow, ou seja, manter uma concentração profunda. Quando o indivíduo consegue colocar esse tipo de foco em prática, é possível minimizar as distrações externas e consegue manter sua alta performance e alcançar os resultados desejados.

A formação Practitioner em Programação Neurolinguística (PNL) do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) pode ser bem interessante para quem está buscando pelo aperfeiçoamento dessa característica. O curso ensina sobre a área de estudo de pesquisa de nome homônimo, que estuda sobre a possibilidade de ligar os processos neurológicos, a linguagem e o comportamento para alcançar uma só meta. As aulas teóricas e práticas desenvolvem sua capacidade de formular objetivos factíveis; estruturar pensamentos; integrar hemisférios cerebrais; curar fobias; lidar com polaridades; ressignificar situações e emoções; autoconhecimento; autodesenvolvimento; controlar sentimentos com a inteligência emocional; e muitos outros temas relevantes.

  • Foco externo: nesse tipo, a pessoa presta atenção ao ambiente ao qual está inserida, nas informações que o mesmo oferece e nas possibilidades que ele disponibiliza. Quando esse foco é acionado, o profissional consegue traçar estratégias assertivas, desenvolver novos projetos e resolver problemas com maior facilidade.

O curso em Consultor em Análise Comportamental do IBC é ideal para estimular o desenvolvimento nesse ponto. Com essa formação, você tem o domínio completo da Teoria dos Perfis Comportamentais; desenvolve o autoconhecimento e a inteligência emocional; aprende a construir e sustentar relacionamentos interpessoais; consegue definir perfis e passa a entendê-los com profundidade; maximiza processos de recrutamento e seleção em empresas; e muitos outros tópicos super interessantes.

  • Foco empático: esse ponto se refere a atenção que a pessoa dá ao próximo, ou seja, a pré-disposição em ouvir, observar e se relacionar com os outros indivíduos. Uma pessoa com esse tipo de foco é capaz de motivar e potencializar as habilidades e competências dos colegas de trabalho, fazendo com que os mesmos alcancem suas metas e objetivos.  

A formação Leader Coach Training (LCT) do Instituto Brasileiro de Coaching é ideal para os profissionais que estão buscando pela otimização de virtudes relacionadas à liderança. Estas características se encaixam perfeitamente com esse foco que estamos falando, pois um bom líder é capaz de exercer a empatia e manter o pulso firme ao mesmo tempo. Mais do que isso, esse colaborador é capaz de enxergar as capacidades dos outros do time e as colocar em destaque. Assim, o grupo se torna mais empoderado. Os ensinamentos deste curso estão no campo dessas ideias e ainda transitam entre o aperfeiçoamento das habilidades de comunicação; autofeedback; feedback construtivo; gestão de prioridades; liderança situacional; e muitos outros assuntos importantes para este profissional.

10 dicas para aumentar seu nível de dedicação

A falta de foco pode prejudicar e muito sua imagem e rendimento no trabalho e até fora dele. Para aprender a conquistar a habilidade de se concentrar, aqui estão 10 conselhos mega power úteis:

  1. Pontualidade: o primeiro passo para manter o foco no trabalho é criar o hábito de chegar pontualmente à empresa. Dessa forma, o seu dia rende mais e você se torna mais responsável e comprometido.
  2. E-mail: experimente não verificar seu e-mail pessoal no início do expediente, comece a trabalhar imediatamente. Ao mesmo tempo, não deixe de conferir seu e-mail profissional logo no começo de um dia de trabalho. Realizar algumas atividades pela manhã pode deixar o seu dia mais livre e com menos correria.
  3. Prioridades: analise todas as atividades que você possui no dia e selecione aquelas de maior prioridade para serem feitas primeiro. Isso gera uma melhor gestão de tempo e entrega de resultados.
  4. Concentração: prestar atenção nas suas atividades rotineiras é essencial para não perder o foco. Muitas vezes com a rotina diária e diferentes demandas, costumamos acionar uma espécie de “piloto automático” que faz com que realizemos nossas tarefas sem a devida atenção, o que pode acabar prejudicando nosso rendimento. Por isso, dedicar atenção ao que está fazendo é fundamental.
  5. Tempo: determine o período que levará para realizar uma tarefa. O ideal é quebrá-las em períodos, pois tarefas muito extensas se tornam repetitivas e você pode acabar perdendo o foco.
  6. Música: algumas pessoas conseguem trabalhar ouvindo música, pois ela pode abafar sons externos. Mas essa tática não funciona para todos. Caso queira experimentar, tente canções instrumentais. Outro conselho é colocar o fone de ouvido e o utilizar apenas como um tampão, com a música desligada, apenas para abafar o som ao seu redor.
  7. Distrações: para manter o bom rendimento, procure evitar distrações como conversas fora de hora, redes sociais em horário de expediente, ligações pessoais e pausas longas para o lanche.
  8. Pausas: nem sempre é fácil manter o foco o tempo todo, isso pode causar desgaste físico e psicológico. Por isso, ao concluir uma demanda, procure tirar uns minutinhos para se distrair, tomar um café e relaxar, mas é bom ficar atento para não extrapolar demais.
  9. Atividades extras: quando estiver trabalhando dedique-se a isso. E quando estiver se divertindo dedique-se a isso também. Não adianta nada trabalhar pensando no happy hour ou ao contrário. Aproveitar o momento é uma maneira de viver de maneira saudável.
  10. Personalize o seu cotidiano: esse texto pode continuar uma longa lista de conselhos, mas cada um deles varia de pessoa para pessoa. Por isso, é essencial que você encontre quais são os hábitos que melhor se encaixam na sua rotina. Pode ser que você só consiga se concentrar se tiver feito exercícios físicos, ou só se tiver tomado café da manhã ou tantas outras possibilidades.

 

Gostou das recomendações? Se você tiver outras dicas bacanas é só escrever nos comentários!

É a sua vez

Será que agora você consegue responder a perguntas do início do artigo com honestidade? Trabalhe na sua capacidade de se concentrar todos os dias para chegar ao seu melhor o quanto antes. Boa sorte!

Se você acha que algum amigo seu poderia se beneficiar com as dicas desse texto é só compartilhar com ele.

Copyright: 528930568 – https://www.shutterstock.com/pt/g/fizkes

 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010