Âncoras de Carreira e Edgar Schein

Âncora

Confira as 8 âncoras de carreira de Edgar Schein.

Todos nós somos seres únicos, com modelos próprios de concepção de mundo, crenças e valores. Esse conjunto de fatores direciona as nossas ações e desejos, não apenas na nossa vida pessoal, como também na vida profissional. Nesse sentido, as âncoras de carreira são o reflexo dessa personalidade formada pelas experiências acumuladas, desde a infância até a idade adulta.

Segundo Edgar Schein, especialista em desenvolvimento organizacional e ex-professor da Sloan School Of Management — MIT, as âncoras de carreira representam o “Eu Verdadeiro” do profissional, uma vez que são elas que realmente evidenciam os seus objetivos reais em relação ao trabalho. Isso explicaria porque as motivações de cada pessoa seguem as suas próprias características e são construídas com base nos seus preceitos e ideais.

Neste artigo, vamos conhecer melhor as 8 âncoras de carreira de Edgar Schein e verificar como elas refletem a nossa personalidade na vida profissional. Continue a leitura e saiba mais!

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

As 8 âncoras de carreira de Edgar Schein

De acordo com a teoria de Schein, as âncoras de carreira são os pilares que as pessoas tomam como referência para conduzir a vida profissional. Conheça-as em profundidade a seguir.

1 – Desafio puro

Toda pessoa tem desafios na carreira e gosta de sentir que pode superá-los. Todavia, as pessoas que têm o desafio puro como a sua âncora de carreira fazem escolhas profissionais justamente pensando em como podem solucionar problemas que parecem impossíveis no seu dia a dia de trabalho. Desejam superar obstáculos que parecem intransponíveis.

2 – Estilo de vida

Os indivíduos ancorados no estilo de vida são os que precisam conciliar todas as suas necessidades: família, saúde, amigos, autocuidado etc. Por isso, são pessoas que procurar oportunidades de trabalho que atendam a todos esses fatores, com mais flexibilidade. Analisam profundamente o ambiente das empresas, e não apenas a profissão em si.

3 – Dedicação a uma causa

Essa âncora consiste na união da carreira da pessoa com os seus valores individuais. Sendo assim, as pessoas que têm essa âncora fazem dos seus empregos meios de concretizar os seus valores, mais do que os conhecimentos e as competências. São profissionais que querem fazer do mundo um lugar melhor, por meio das suas ocupações.

4 – Segurança e estabilidade

As pessoas que têm como âncoras de carreira a segurança e a estabilidade são aquelas que querem saber onde pisam. Procuram conhecer a empresa, verificar os salários e os benefícios, identificar a estabilidade dos empregos, fazer planos de aposentadoria, enfim, organizar o futuro com tranquilidade, sobretudo financeiramente.

5 – Criatividade empresarial

A criatividade empreendedora é a âncora daqueles que sentem que precisam criar algo e inovar para sentirem-se realizados plenamente. É a âncora dos empreendedores e dos artistas, ou seja, daqueles que desejam fazer da criatividade a sua maneira de exercer uma profissão. São indivíduos interessados em estabelecer ou reorganizar os próprios negócios.

6 – Autonomia e independência

Autonomia e independência são as âncoras de quem deseja criar as suas próprias condições de trabalho. Elas também estão associadas aos empreendedores, mas se estendem aos profissionais autônomos, freelancers, enfim, pessoas interessadas em tomar as suas próprias decisões e ser donas do próprio destino.

7 – Competência técnica e funcional

As pessoas que têm a competência técnica e funcional como âncora são aquelas que gostam de ser especialistas em um determinado assunto. Em geral, são interessadas por esse tema escolhido e, por isso, desejam sempre testar ao máximo o desenvolvimento dos seus conhecimentos e habilidades. Querem ser especialistas, ou seja, referências em alguma função.

8 – Competência administrativa geral

No caso da âncora da competência administrativa geral, o indivíduo não deseja ser um especialista em uma função, mas sim conhecer e dominar uma área/departamento inteira, almejando um cargo de liderança. São pessoas que querem subir na hierarquia corporativa, acumulando saberes de forma mais geral, sem especializar-se em algo.

Quer saber como está a sua felicidade nas áreas: profissional, pessoal, qualidade de vida e relacionamento?
Clique aqui e faça nosso teste.

Personalidades diferentes, âncoras diferentes

Cada profissional tem as suas próprias âncoras de carreira e, a partir delas, direciona o seu futuro na profissão escolhida. Imagine, por exemplo, uma entrevista de emprego, com cinco pessoas, uma vaga e diferentes percepções do trabalho.

Um dos candidatos pode estar ali pelo salário (segurança e estabilidade), o segundo pelo desafio puramente, outro em busca do desenvolvimento das suas competências técnicas ou, ainda, pela possibilidade de poder unir o trabalho à dedicação por uma causa em que acredita.

Desse modo, ilustramos que, em menor ou maior escala, esses fatores são decisivos para a manutenção do colaborador na empresa, e são eles que determinam o seu interesse por determinado trabalho.

Assim, não raro encontramos profissionais que se sentem desmotivados, uma vez que as suas expectativas em relação à organização são desfeitas quando não são coerentes com as suas âncoras de carreira. Esses fatores, portanto, são complementares, o que quer dizer que se a empresa oferece esse suporte correspondente às suas âncoras de carreira, isso será um forte retentor desse profissional.

Edgar Henry Schein, o autor da teoria das âncoras de carreira

Edgar Schein nasceu nos Estados Unidos em 1928. Formou-se na Universidade de Chicago e é PH. D em Psicologia Social pela Universidade de Harvard. É ex-professor de Gestão da renomada escola de negócios Sloan School Of Management – MIT.

Desenvolveu os conceitos de âncora de carreira, contrato psicológico e cultura organizacional. Esta última consiste no somatório de três fatores presentes em toda e qualquer empresa (artefatos e comportamentos, valores adotados e suposições).

Quanto ao contrato psicológico, segundo Schein, o conceito diz respeito às expectativas do colaborador em relação à empresa. Essa expectativa, entretanto, extrapola a questão salarial, uma vez que inclui aspectos como o tratamento dado pela organização ao trabalhador e as possibilidades que ela confere em termos de desenvolvimento de capacidades e competências profissionais.

Como você pode perceber, tanto o contrato psicológico quanto as âncoras de carreira estão entre os conceitos desenvolvidos por Schein que explicam a maneira como cada um conduz a própria carreira. São elementos interessantes que, com base no autoconhecimento, podem nos auxiliar a compreender a nossa carreira até aqui e a planejar os próximos passos.

E você, ser de luz, conseguiu descobrir quais são as âncoras da sua carreira? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63