Como lidar com funcionários difíceis

como lidar com funcionários difíceis
Dicas para lidar com funcionários difíceis


Toda a organização empresarial é composta por colaboradores que possuem as mais diversas personalidades. Pessoas com os mais variados
perfis comportamentais fazem parte do cotidiano das empresas do mundo todo. Por isso, será absolutamente normal encontrar pessoas que tenham um comportamento considerado mais difícil de se lidar. Neste artigo, vamos mostrar como lidar com funcionários difíceis de maneira eficaz. Continue a leitura e saiba mais!

Comece a ter o

Destaque

que você merece!

Preencha os campos abaixo para receber o e-book.

O que faz um funcionário ter um comportamento difícil de lidar?

Várias são as razões para que estes colaboradores tenham esse tipo de comportamento. Fatores como a formação e educação recebida ao longo da vida, crenças limitantes, experiências profissionais do passado, contribuem para a construção deste tipo de comportamento.

Competitividade extrema, dramas exagerados, atos furiosos, procrastinação frequente e indisciplina são alguns dos muitos comportamentos que funcionários difíceis apresentam no ambiente de trabalho. Tais comportamentos geram diversos transtornos e podem até comprometer o desempenho dos demais colaboradores.

Cabe aos gestores e líderes encontrarem formas eficazes para lidar com estes funcionários difíceis. Mas, como fazer para enfrentar esta situação de maneira segura e efetiva?

7 dicas poderosas para lidar com funcionários difíceis

Para te ajudar nesta empreitada, querida pessoa, preparei algumas dicas poderosas que contribuirão positivamente neste processo! Vamos lá?

1 – Não rotule os colaboradores

Quando nos deparamos com um funcionário difícil, facilmente caímos na armadilha do rótulo. E digo que é uma armadilha pois quando rotulamos o colaborador como alguém difícil, nervoso, estressado, dentre outros adjetivos, dificilmente conseguimos identificar os avanços e mudanças comportamentais que este colaborador possa ter. Outra desvantagem é que rotular os colaboradores como difíceis faz com que o comportamento difícil de outros colaboradores não sejam. Portanto, encare o comportamento como algo prejudicial não só para a empresa, como também para o colaborador em questão. Encare como uma questão que pode ser solucionada e sanada.

2 – Cuidado com fofocas e rumores

Por ser algo que envolva outros colaboradores, é preciso que gestores e líderes estejam atentos com quem fala sobre o comportamento considerado difícil. Situações como estas podem ser frutos de fofocas. Por isso, antes de tomar as devidas providências, faça uma investigação detalhada e minuciosa sobre o comportamento. Não enfrente aquilo que você desconhece, pois isto pode gerar grandes transtornos no futuro.

3 – Comportamento inadequado não é um vilão

Antes de tomar qualquer iniciativa para solucionar o problema ligado ao comportamento inadequado é importante ter ciência de que ele não deve ser tratado como um vilão. Ele deve ser solucionado, não combatido. Daí a importância de ter informações precisas sobre o comportamento. Muitas vezes, lidar com funcionários difíceis significa lidar com pessoas que estão em uma fase delicada no âmbito pessoal (doença de familiares queridos, crises nos relacionamentos, crises financeiras). Pode até ser fruto da desmotivação profissional ou por problemas de relacionamento com os demais colegas de trabalho (como brincadeiras inadequadas, comentários preconceituosos, por exemplo). Portanto, mantenha o foco no comportamento e busque soluções para lidar da melhor maneira possível.

4 – Busque soluções com o funcionário

Para que sejam soluções realmente eficazes e corretas, é fundamental que o funcionário difícil faça parte deste processo. Dê a ele a chance de pensar e apresentar soluções para o comportamento em questão. Isso fará com que ele se comprometa ainda mais com a própria melhora, garantindo assim a eficácia da solução do problema.

5 – Não acredite em resultados imediatos

É fundamental que você tenha consciência de que os comportamentos – adequados ou inadequados – não surgem de um dia para o outro e também não serão modificados de maneira tão rápida. Portanto, tenha a devida paciência para solucionar o problema. Outra dica importante: não tenha receio em lidar com funcionários difíceis em outras ocasiões. Pode ser que tenha outros colaboradores na mesma situação.

6 – Reconheça quando não é sua responsabilidade lidar com a situação

Muitas vezes, o comportamento inadequado é fruto de algum distúrbio de saúde ou psicológico. Casos como estes necessitam de um acompanhamento profissional e por isso, qualquer iniciativa por parte da gestão ou da empresa pode ser mero paliativo. Em certos casos, as iniciativas para solucionar o comportamento inadequado de um funcionário difícil podem se transformar em gatilhos para ações mais agressivas e perigosas. Neste caso, o correto é incentivar o colaborador a procurar ajuda com profissionais especializados.

7 – Reconheça quando não há nada mais para fazer

Tão importante quanto reconhecer o problema é entender que não há mais nada que possa ser feito. Afinal, o comportamento inadequado não é algo que dependa exclusivamente dos gestores e líderes para ser solucionado. Depende do comprometimento do funcionário e de vários outros aspectos. As soluções para o comportamento pode causar algum impacto negativo na equipe, por exemplo. Se com as iniciativas e medidas adotadas pela gestão, não houve avanços e lidar com os funcionários difíceis se tornou algo insustentável, verifique as políticas de desligamento da empresa e dê início ao desligamento do colaborador.

Espero que estas dicas contribuam positivamente para que você possa lidar com funcionários difíceis. Me diga, querida pessoa: como você lida com estas situações em sua empresa? Utilize o espaço abaixo para nos contar a sua experiência e a sua opinião sobre o assunto. Se este conteúdo te ajudou de forma positiva e você acredita que ajudará outras pessoas, curta e compartilhe em suas redes sociais.

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.

 

Copyright: 397094602 – https://www.shutterstock.com/pt/g/antonioguillem

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010