Feedforward: entenda o conceito e veja 4 dicas de como aplicar no dia a dia

Feedforward Saiba mais sobre Feedforward

 

Quando falamos em mundo corporativo, empresarial ou profissional de forma geral, é muito comum ouvirmos a palavra feedback. Que nada mais é do que uma das mais poderosas ferramentas que auxiliam na transformação e evolução de todo e qualquer perfil de pessoa. Ter respostas objetivas sobre o que se tem de melhor e o que pode ser melhorado contribui de forma altamente positiva para que todos sejam melhores indivíduos no mundo em que vivemos. E isso acontece em todos os campos da vida.

Porém, o feedback, que significa “olhar para trás”, não é a única ferramenta eficaz para ajudar na evolução das pessoas. Dessa forma, podemos contar também com o Feedforward, que se trata de uma outra ferramenta poderosa, que auxilia indivíduos a serem cada vez melhores, seja no âmbito profissional ou pessoal.

Mas, afinal de contas, do que se trata o feedforward e como ele funciona? Continue lendo, porque isso é o que eu vou te contar agora, querida pessoa!

Qual o melhor caminho para a felicidade?

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

O conceito de Feedforward

O termo tem origem na língua inglesa e significa “olhar para a frente” ou “avançar”. E é com base nesse olhar direcionado para o horizonte que o feedforward se baseia para orientar as pessoas sobre as habilidades que precisam ser desenvolvidas. Tem como função buscar otimizar o potencial de cada profissional. E, assim, monitorar o processo de desenvolvimento para o futuro.

O conceito de feedforward foi criado por Marshall Goldsmith. Responsável por orientar mais de cinquenta mil executivos, além de ser autor de trinta e dois livros, entre eles o Feedforward, Marshall Goldsmith é coach de centenas de CEOs, reconhecido como um dos mais influentes especialistas em gestão pela Thinkers50, da AMA.

O autoconhecimento é o primeiro passo no processo de autodesenvolvimento. É preciso que cada um de nós tenha consciência da necessidade de empregar nossos melhores recursos nessa empreitada.

Para aplicar o feedforward, é importante que o diálogo seja uma prática constante e efetiva na organização. Quando a empresa possui os canais e uma política de comunicação para colaboradores voltada para a promoção de melhorias e reconhecimentos, tanto o feedback quanto o feedforward são eficazes em seus propósitos.

No feedforward não há espaços para que fatos do passado se façam presentes na conversa. Esta ferramenta leva em consideração quem você é hoje e quem você quer ser no futuro.

Mas, como aplicar o Feedforward? Continue me acompanhando, que eu vou te explicar o passo-a-passo desta técnica incrivelmente poderosa.

Como aplicar o Feedforward?

O feedforward é baseado em perguntas poderosas, que são feitas pelo colaborador que deseja obter informações, no sentido de contribuir com o seu futuro. Portanto, o primeiro passo é estar aberto para ouvir na essência os seus interlocutores. Na hora de conversar com estes, tenha em mente o que você gostaria de melhorar. É a sua capacidade de comunicação? Suas relações interpessoais no trabalho? Sua capacidade de gerenciar sua equipe? Isso precisa estar previamente definido em sua mente antes do feedforward ser iniciado.

O ideal é que você faça perguntas diretas e voltadas para o objetivo já definido. Seguem algumas sugestões de indagações que você pode fazer aos seus interlocutores.

1 – O que preciso fazer para que minha atitude melhore daqui por diante?

2 – Como posso começar essa mudança agora?

3 – Como você acredita que eu estarei no futuro se eu começar a mudar agora?

4 – Quais são os principais benefícios que terei com essas mudanças?

Dessa, ou seja, tendo maior clareza sobre o que se deseja melhorar e potencializar, as chances de que mudanças positivas aconteçam, efetivamente e na prática, aumentam de forma significativa.

Feedback ou Feedforward?

De forma resumida, o feedback se trata de um comportamento que se deu no passado. Por exemplo, quando um gestor chama um de seus colaboradores em sua sala e conversa com ele, para dizer que o mesmo não havia prestado muita atenção à apresentação do gerente financeiro na reunião do dia anterior.

Mas não apenas chama sua atenção para o ocorrido, como lhe diz que esse é o tipo de atitude que pode prejudicá-lo, porque ele pode perder detalhes importantes dos resultados obtidos pela empresa e demonstrados na apresentação. Além de correr o risco de parecer um colaborador desatento para o restante da equipe.

Enquanto o feedforward se trata de um comportamento futuro. Bem como seu tom é de sugestão. Por exemplo, quando um líder fala para o seu colaborador que ele pode aprender mais sobre os resultados da empresa, além de gerar uma melhor percepção de interesse para toda a sua equipe se ele estiver completamente focado na apresentação do gerente financeiro. Além de dar algumas dicas, como pedir para que desligue o celular durante a reunião.

De maneira mais simples ainda, o feedback foca no que passou, enquanto o feedforward foca no que ainda está por vir.  

Tenha em mente que o passado revela conquistas, mas também dificuldades ao apontar situações que a liderança deveria estar mais presente. Assim, é preciso pensar nos ganhos secundários. Pela própria oportunidade de desconectar o compromisso da liderança com o desenvolvimento de sua equipe.

De acordo com a psicóloga clínica e organizacional, Cristiane Tempski Leite,

Assim como a fisiologia, o ser humano precisa primeiro se localizar através do autoconhecimento, ou seja, precisa de um processo de auto regulação na busca do equilíbrio. Isto significa que o feedforward não substitui o feedback.

Primeiro preciso me centrar (feedback), me localizar, para depois partir para alguma direção (feedforward). Somente é possível levar uma pessoa para o futuro através da consciência e do conhecimento.

Com o feedforward, basta apontar a direção e comunicar as expectativas de desenvolvimento do talento. A partir de então o talento será avaliado pelo seu empenho e compromisso durante o percurso.

Podemos concluir então que a liderança precisa aprender a fazer uma crítica de forma construtiva, demonstrando que de fato acredita na capacidade de superação, apostando no desenvolvimento do talento. Afinal empreendorismo e empowerment na equipe somente acontecem quando existe uma visão compartilhada e o reconhecimento durante a jornada

É importante lembrar que o feedforward pode ser usado não só no trabalho, mas na vida pessoal também, uma vez que as nossas relações precisam constantemente desta retroalimentação, para que sejam duradouras e saudáveis ao mesmo tempo.

Aprimore e desenvolva novas habilidades com o Coaching!
Acesse “O Poder do Autoconhecimento” e conquiste o mercado de trabalho!

O Coaching para a potencialização do feedforward

Como pudemos acompanhar ao longo do texto, o feedforward é uma excelente ferramenta de potencialização de talentos e habilidades dentro de uma empresa, não é mesmo? A união dele com o Coaching pode trazer resultados ainda mais extraordinários para os negócios.

Digo isso, pois ao ser implementada em uma empresa, a cultura do Coaching prepara líderes, gestores e demais profissionais a darem feedbacks e aplicarem o feedforward de forma assertiva, contribuindo para que todos tenham a oportunidade de se desenvolver, crescer e ter sucesso na carreira.

Neste sentido, a minha dica é que você conheça e leve para a sua empresa o Coaching Corporativo:

Ficou interessado?

O que você pensa sobre esta ferramenta? Como ela pode contribuir para que você realize mudanças verdadeiramente poderosas em sua vida? Use o espaço abaixo para nos contar a sua opinião sobre o assunto. Se este conteúdo te ajudou de forma positiva, curta e compartilhe em suas redes sociais.

Copyright: 314857217 Monkey Business Images

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010