Como desenvolver a Maturidade Emocional e por que ela é tão importante?

Mulher tranquila

Veja algumas dicas de como se tornar mais maduro emocionalmente.

Desde a infância somos colocados diante de situações que nos permitem aprender a lidar com decepções e frustrações. Sabe quando você não ganhou um presente de Natal porque ele era muito caro? Ou quando você perdeu uma partida de futebol? Ou ainda quando o seu amor da escola simplesmente não correspondeu aos seus sentimentos? Em todas essas ocasiões você foi colocado diante da possibilidade de se desenvolver emocionalmente.

O gerenciamento das emoções não é uma tarefa simples, a vida é repleta de situações adversas e dificuldades. Aqueles que conseguem compreender que as dores têm importância para definir quem são, desenvolvem o que se chama de maturidade emocional. No artigo a seguir iremos apresentar o conceito com mais detalhes e explicar a sua importância para a felicidade e realização.

O que é maturidade emocional?

Maturidade emocional consiste em desenvolver plenamente a inteligência e os processos emocionais. Aqueles que alcançam esse estágio se tornam estáveis e saudáveis nos âmbitos mental e psíquico. Uma pessoa madura emocionalmente é aquela que conseguiu desenvolver a inteligência emocional e usufruir dos seus benefícios. 

Em outras palavras, uma pessoa com maturidade emocional tem maior expertise para lidar com as dificuldades e maior disponibilidade para aproveitar aquilo que é agradável. A característica mais marcante da condição emocional de maturidade é a de ter maior tolerância às frustrações, lembrando que elas são inevitáveis. Todo mundo está sujeito a ser contrariado e não se abalar por isso demonstra o ápice da evolução pessoal.

Tolerar não significa não sofrer

Esse é um adendo importante, ser tolerante a frustrações não quer dizer não senti-las e não sofrer. Aquele que tem boa tolerância às dores da vida se porta com docilidade diante dos golpes mais duros. Ao fazer isso se torna mais fácil absorver e eliminar a tristeza ou ressentimento causado por algo que nos contrariou. 

Indivíduos com maturidade emocional não são isentos da dor ou do sofrimento. Nem tampouco são naturalmente otimistas ou aceitam bem situações ruins. Na vida dos maduros emocionalmente também tem espaço para dias difíceis, estresse e sentimentos de carga negativa. Em suma, alcançar a maturidade emocional não quer dizer sorrir o tempo todo.

Uma pessoa madura emocionalmente aprende como não se abalar pelas frustrações e principalmente a não descontar sua raiva nos outros. Os mais tolerantes às frustrações tendem a ser vistos como mais bem desenvolvidos no âmbito emocional e, dessa forma, despertam a confiança daqueles à sua volta. 

Esses indivíduos se mostram ótimos amigos, parceiros amorosos, sócios e colegas de trabalho. É aquele tipo de pessoa que todo mundo quer ter por perto porque muda o clima geral de todos.

Maturidade emocional: por que ela é tão importante?

A maturidade emocional é fundamental tanto na vida pessoal quanto na profissional. Trata-se de uma habilidade que se reflete consideravelmente nas relações interpessoais. O bom gerenciamento das emoções é bastante positivo para as relações com as outras pessoas e consigo mesmo. O autoconhecimento é o alicerce dessa condição. 

Outro fator que torna a maturidade emocional tão relevante é que esses indivíduos sabem exatamente o que querem e o que não querem. Quanto mais evoluída emocionalmente for uma pessoa, mais ousada ela será na busca da realização dos seus projetos. Com maior tolerância às adversidades, essas pessoas têm menos medo de eventuais e inevitáveis fracassos. 

A maturidade emocional faz com que essas pessoas estejam prontas para o caso de insucesso. Normalmente, já se tem um plano B e até um plano C. A dor derivada dos fracassos não é o bastante para deixar essa pessoa parada. Essa forma madura de gerenciar as emoções faz com que cada fracasso se torne um aprendizado para acertar nas próximas tentativas.

De maneira geral, quem é mais maduro e ousado emocionalmente tem melhores resultados em comparação com os mais comedidos e ponderados. Você já parou para pensar que aqueles que têm medo tendem a ser mais comedidos? Logo, uma pessoa que sabe lidar com as frustrações consegue ser mais ousada.

Maturidade emocional e inteligência emocional

A inteligência emocional nada mais é do que a capacidade de se relacionar bem com as pessoas à sua volta em diferentes ambientes. Aquele que é inteligente emocionalmente consegue reduzir os conflitos desnecessários e chegar a soluções harmoniosas para os seus interesses. Essas pessoas agem no sentido de construir um clima mais positivo e agradável.

Com essa definição, fica evidente que o conceito de maturidade emocional tem relação direta com a inteligência emocional. Quem é mais maduro no âmbito emocional age no sentido de tornar as relações mais harmônicas e equilibradas. Amadurecer emocionalmente significa atribuir a si os mesmos direitos e deveres que atribui aos outros. 

Inteligência e maturidade emocional dizem respeito à capacidade de identificar os seus sentimentos e os sentimentos dos outros. Com esse entendimento, podemos gerenciar as nossas relações com mais respeito e salubridade. 

Maturidade emocional: dicas de como desenvolvê-la

Ao longo do artigo explicamos o quanto é importante alcançar a maturidade emocional para se desenvolver pessoal e profissionalmente. Abaixo listamos algumas dicas de como se tornar mais maduro emocionalmente.

Escute mais do que fale

Você realmente presta atenção quando as pessoas à sua volta te fazem críticas construtivas? Ao invés de tentar se “defender” dessas críticas, procure ouvi-las para assimilar mudanças positivas.

Espere sua vez de falar

Seguindo na linha da dica anterior, é importante saber quando é a sua vez de falar. Absorva as pontuações alheias para somente então fazer as suas próprias considerações. 

Abertura para opiniões alheias

Devemos dizer que ouvir as opiniões dos outros não quer dizer aceitá-las sem restrições. Você deve se permitir ouvir e compreender a visão do outro, quando faz isso você se torna mais empático. Além disso, irá assimilando o que é positivo para o seu crescimento.

Seja mais flexível

Tente não ser tão rígido na sua forma de pensar e agir, pois a rigidez leva ao fechamento das opiniões alheias. 

Deixe sua criatividade trabalhar

Permita que sua mente crie coisas novas, a criatividade permite ampliar os nossos horizontes. Bons resultados vêm dessa abertura. 

Busque ser mais paciente

Permita-se ser mais paciente consigo mesmo e com aqueles à sua volta. Cada dia é um novo dia para se desenvolver mais. 

A maturidade emocional é essencial para o seu crescimento pessoal e profissional!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds