Organização Racional do Trabalho (ORT) e seus aspectos

Organização Racional do Trabalho - ORT Organização Racional do Trabalho – ORT – Saiba mais

 

Uma das responsabilidades de quem lida com gestão de pessoas e processos no ambiente corporativo é buscar formas de conduzir a execução das atividades ligadas a produção da empresa. Existem várias técnicas e metodologias, já que existe uma variedade de negócios no mercado. Dentre estas técnicas e metodologias está a Organização Racional do Trabalho, também conhecida como ORT. Quer saber mais sobre este tema? Continue a leitura,querida pessoa! 

O que é ORT? 

Desenvolvida pelo engenheiro mecânico Frederick Taylor, a Organização Racional do Trabalho (ORT) é um conceito que surgiu a partir da observação e experiência com produção deste especialista estadunidense. 

Através de observações, pesquisas e análises, Frederick Taylor identificou como os operários compreendiam atividades, funções e, principalmente, como estes encaravam a realização de suas tarefas a partir da observação de seus colegas. 

Para Taylor, o modo como o colega trabalha influencia na forma que os demais trabalharão. Então, o caminho para Taylor é criar processos que deixem a produção uniforme. 

A partir desta ideia, Taylor traçou e criou várias formas e metodologias para que os trabalhos fossem realizados. Para Taylor, o trabalho teria o êxito necessário com a junção da ferramenta adequada e a forma ideal de trabalhar.  Assim, a produção é mais eficaz e, consequentemente, traz melhores resultados para a organização empresarial. 

Adote ferramentas de gestão que vão otimizar seus processos e tornar sua equipe mais eficaz. No meu livro “Ferramentas de Gestão” eu separei as melhores, baixe!

Quem foi Frederick Taylor? 

Nascido em 20 de março de 1856 na Filadélfia, Frederick Winslow Taylor estudou engenharia mecânica por toda a sua vida. Primeiro se tornou técnico em mecânica e operário em fábricas. Foi com este trabalho que Taylor conseguiu manter seus estudos de Engenharia Mecânica no período noturno.

Sua experiência com engenharia mecânica contribuiu de maneira exponencial com a Administração Científica. Em 1911, Taylor publicou o livro “Os Princípios da Administração” e se tornou o pai desta ciência por sua proposta em utilizar os conceitos cartesianos na administração de empresas. 

Vale dizer que Taylor dedicou sua vida em buscar soluções eficazes para otimizar as produções, especialmente na administração de indústrias.

Principais aspectos da Organização Racional do Trabalho

Para entender como a ORT contribui com o bom andamento dos processos em uma empresa é importante entender seus principais aspectos para que, assim, a sua implementação seja feita da maneira correta. Confira quais são estes aspectos:

  • Análise do trabalho e estudo dos tempos modernos: é a divisão das atividades necessárias para a execução de determinada tarefa;
  • Estudo da fadiga humana: a fadiga faz com que o colaborador diminua a sua produtividade, aumenta as chances de acidentes e doenças. O estudo tem como função racionalizar os movimentos e evitar rotatividade de colaboradores;
  • Divisão do trabalho e especialização do operário: cada colaborador é especialista em determinada tarefa, aumentando assim a produtividade;
  • Desenho de cargos e tarefas: especifica as tarefas, métodos e ferramentas e a relação de cada uma delas com os cargos existentes na empresa;
  • Incentivos salariais e prêmios: desenvolvidos a fim de alcançar maior cooperação dos colaboradores perante a companhia;
  • Conceito de homo economicus: o conceito baseia-se na ideia de que as pessoas são motivadas por recompensas salariais e materiais;
  • Condições de trabalho: as condições de trabalho e o ambiente em que o colaborador trabalha, são fundamentais para a produtividade na empresa;
  • Padronização: padronização das ferramentas, equipamentos e modo de trabalhar com o objetivo de reduzir possíveis variações e eliminar desperdício e retrabalho;
  • Supervisão funcional: supervisores especializados em determinada área têm autoridade sobre os subordinados.

Quais são os objetivos e desafios da ORT? 

O objetivo principal da Organização Racional do Trabalho é elevar os níveis de produtividade e racionalizar o desperdício. Como o processo foi pioneiro na Administração, existem muitas críticas a respeito do método criado por Frederick Taylor. E quais são as críticas? São elas: mecanização da abordagem, a robotização do colaborador, a visão microscópica do homem, ausência de comprovação científica, limitação do campo de aplicação à fábrica e abordagem de sistema limitada.

De qualquer maneira, a aplicação de seus princípios ajudou a serem identificadas novas situações para o desenvolvimento da Administração. É importante lembrar que Frederick Taylor desenvolveu esta metodologia sob a influência da Revolução Industrial, fato que mudou para sempre as formas de trabalho no mundo todo. 

Mesmo nos tempos atuais é possível pensar em formas de utilizar os conceitos da ORT de maneira segura, eficaz e alcançar resultados satisfatórios na produtividade dos colaboradores, na entrega dos produtos e serviços, até mesmo na experiência do consumidor com a marca. 

Agora,conte pra gente: qual a sua opinião sobre a Organização Racional do Trabalho? Gostou de saber mais sobre este tema? Utilize o espaço abaixo para compartilhar a sua experiência com ORT e o que você pensa sobre este tema. Espalhe o conhecimento! Curta e compartilhe este artigo em suas redes sociais. 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Copyright: Art3d / Shutterstock

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010