Aprenda como fazer um planejamento estratégico

Confira uma lista com 10 dicas incríveis para te ajudar em seu planejamento estratégico

O planejamento estratégico é uma ferramenta essencial para o posicionamento assertivo de uma empresa no mercado. Trata-se de uma análise completa do cenário interno e externo, com a elaboração de um plano consistente para que se possa conquistar um lugar de destaque em seu segmento.

O gestor que sabe como fazer um planejamento estratégico tem muito mais chances de obter êxito. Para quem tem dúvidas a respeito de como esse tipo de planejamento é feito vamos apresentar o passo a passo. Vamos começar?

Comece a ter o

Destaque

que você merece!

Preencha os campos abaixo para receber o e-book.

Etapas do planejamento estratégico

Onde estamos?

Essa é a primeira questão a ser respondida na elaboração do planejamento estratégico. Trata-se de uma avaliação minuciosa do ambiente interno e externo da empresa, buscando identificar os fatores que venham a influenciar a consecução de objetivos da organização.

Ao analisar o ambiente interno, os gestores devem elencar os pontos fortes a serem potencializados e os pontos fracos a serem suprimidos, levando em consideração todas as áreas e recursos da empresa.

Além disso, deve-se identificar as oportunidades e ameaças proporcionadas pelo ambiente externo, levando em consideração aspectos de mercado, econômicos, sociais, legislativos e todos os que podem influenciar a organização.

Aonde queremos chegar?

Nessa etapa, os gestores avaliam o histórico da empresa e criam metas a serem atingidas. O alcance dessas metas deve estar relacionado a um período pré-estabelecido e ser passível de constatação. Em geral, os objetivos empresariais estão associados a aumento de lucro, expansão dos negócios, posicionamento de mercado ou variação da carteira de produtos.

Como chegar lá?

Etapa final do planejamento estratégico, a definição das estratégias considera as informações geradas pelas duas etapas anteriores e cria meios para alcançar os objetivos que foram estabelecidos. É a delimitação dos caminhos a serem adotados em direção aos propósitos dos gestores, de forma que cada caminho, ou seja, cada estratégia, atenda a, pelo menos, um objetivo.

Responsáveis pelo planejamento estratégico

Por fim, é necessário estabelecer um grupo focado no acompanhamento, implementação e manutenção do planejamento estratégico. Esse grupo propiciará a implantação do planejamento estratégico de forma sistemática e eficaz, utilizando-se de um programa de ações que elenca as estratégias de forma detalhada, efetivando-as.

Quando se fizer necessário, esse grupo pode voltar ao planejamento estratégico e modificá-lo, atualizando e incrementando sua funcionalidade. Para viabilizar as ações, essa comitiva vai designar responsabilidades e prazos, assegurando a realização dos objetivos.

Planejamento estratégico: confira os passos de como fazer

O planejamento estratégico sem dúvidas tem grande relevância para o bom encaminhamento da empresa em seu segmento de atuação. Para elaborá-lo corretamente e colocá-lo em ação com eficiência, apresentaremos abaixo um passo a passo.

1 – Defina a tríade: missão, visão e valores

Antes de iniciar o trabalho de elaboração do planejamento estratégico, é essencial que a empresa tenha definida a tríade formada por Missão, Visão e Valores (MVV). Essa é a base para saber o que a empresa é, qual é o seu objetivo e quais são suas regras éticas para chegar aonde deseja. Caso a sua companhia ainda não possua essas definições, dedique um tempo para elaborá-las.

  • Missão é o motivo pelo qual a empresa existe.
  • Visão é o objetivo da empresa, ou seja, aonde ela deseja chegar num determinado espaço de tempo.
  • Valores são as regras éticas adotadas pela empresa para chegar aonde anseia.

2 – Determinação de metas e objetivos

O segundo passo do planejamento estratégico consiste em determinar o caminho que será percorrido para alcançar os anseios da companhia. Para isso, é necessário estabelecer metas e objetivos, pense que esses são os degraus que precisam ser subidos para chegar ao topo da escada que é o que se espera que a empresa alcance.

É importante conceituar que objetivos consistem nos resultados maiores, enquanto as metas são as pequenas conquistas que levarão ao cumprimento dos objetivos. Esse entendimento é fundamental para listar corretamente os passos do seu planejamento estratégico.

3 – Conheça os pontos fortes e fracos do ambiente interno

Para que o planejamento estratégico da sua empresa esteja devidamente alinhado com a realidade que ela possui, é essencial fazer uma análise completa do ambiente interno por meio da avaliação dos seus pontos fortes e fracos. Primeiramente, faça uma lista dos recursos que são imprescindíveis para a realização das metas e objetivos traçados no passo anterior.

Depois, analise se a sua companhia possui ou não tais recursos, aqueles que estão disponíveis são os pontos fortes, enquanto aqueles que estão em falta são os pontos fracos. Tudo o que se configura em um benefício e/ou facilidade de realização de metas e objetivos é uma força, enquanto tudo o que representa uma dificuldade é uma fraqueza.

4 – Conheça as oportunidades e ameaças do ambiente externo

Além de conhecer os pontos fracos e fortes do ambiente interno da sua empresa, é crucial ter uma ideia bem clara a respeito de oportunidades e ameaças do ambiente externo para basear o seu planejamento estratégico em algo sólido. Podem ser consideradas ameaças crises econômicas, novas leis restritivas para o setor de atuação da sua companhia, mudanças de hábitos dos consumidores, entre outras.

Já as oportunidades podem ser brechas de mercado deixadas por concorrentes que estão fechando, crescimento do mercado consumidor, crescimento da economia, entre outros. Para tornar essa análise mais assertiva, você pode direcionar o seu olhar para o macroambiente (aquilo que está distante da companhia, como mudanças da economia, por exemplo) e ambiente de tarefa (concorrentes, clientes, fornecedores, entre outros).

5 – Conheça e determine o público-alvo

O planejamento estratégico deve ser elaborado com direcionamento correto para o público que se pretende impactar, muitas empresas enfrentam dificuldades por não conseguirem definir corretamente seu público-alvo. Dentre os tópicos de análise que ajudam a delimitar o público-alvo estão: aspectos geográficos, demográficos, psicográficos e comportamentais.

6 – Determine as estratégias

Para que seu planejamento estratégico seja efetivo, é essencial que conte com estratégias bem definidas, ou seja, que haja o conhecimento de quais são os métodos de ação para alcançar os resultados esperados. Em linhas gerais, existem três estratégias genéricas que oferecem boas abordagens dependendo dos objetivos:

  • Diferenciação: visa ganhar destaque em seu segmento pela qualidade diferenciada do produto/serviço.
  • Baixo custo: busca conquistar o mercado pela oferta de um preço competitivo.
  • Foco: está voltado para um segmento de mercado pequeno, ou seja, se posiciona com foco.

É importante que a estratégia escolhida esteja alinhada com as expectativas do seu público-alvo para ter efetividade.

7 – Tenha um bom plano de comunicação

Todo o trabalho realizado até aqui precisa ser bem comunicado junto aos colaboradores que irão concretizá-lo e, também, junto aos parceiros e clientes. Esse plano deve estruturar como os colaboradores serão engajados na realização das suas tarefas, assim como será feito o contato com os consumidores da empresa, é necessário fazer uma definição de como chegar às pessoas que terão papel essencial para o alcance de metas e objetivos.

8 – Tenha um plano de ação

Para que o planejamento estratégico saia do campo das ideias para o campo das ações, é imprescindível ter um plano de ação, um descritivo de como chegar aos resultados esperados. Basicamente, o plano de ação precisa te dizer como as metas e objetivos serão alcançados, quais são os passos que devem ser seguidos.

9 – Monitore o andamento do planejamento

Acompanhar a concretização do planejamento estratégico é fundamental para saber que tudo está sendo realizado de acordo com o esperado. Uma dica para que esse acompanhamento seja mais efetivo é determinar indicativos relevantes, meios de mensurar os resultados que estão sendo conquistados. Lembrando que para metas e objetivos diferentes há indicativos distintos.

10 – Avalie os resultados alcançados

Usando como base o monitoramento realizado no passo anterior você terá à sua disposição uma base de dados que servirá para analisar os resultados alcançados. Fazendo essa análise, entenderá o que funcionou e o que não funcionou, de forma a direcionar a sua abordagem em um próximo planejamento estratégico para um foco mais assertivo.

Planejar é estar preparado para o que pode surgir à frente da empresa e afetá-la. As organizações que planejam estratégias de ação são aquelas que prosperam. Seguindo esses passos você consegue elaborar um planejamento estratégico consistente!

E você, já conhecia esse instrumento de gestão? Comente suas experiências e compartilhe este artigo com amigos.

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.


*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010