7 Dicas para Negociar uma redução de preço

Mulher cortando etiqueta de preço com uma tesoura

Negociar é importante para conquistar bons descontos e vantagens.

Saber negociar é essencial para quem deseja economizar parte do seu capital para novas empreitadas. A sensação de conseguir uma redução de preço é bastante satisfatória, mas para chegar lá o negociador deve estar preparado.

Quase sempre a outra parte não está tão suscetível a ceder a pedidos de desconto. Entender de que forma transpor a barreira da negativa é o segredo para se tornar um Negociador com N maiúsculo.

Continue lendo e confira algumas dicas que vão te ajudar.

Por que saber negociar uma redução de preço é importante?

Antes de chegarmos às dicas, é importante especificar por que negociar bem é relevante. Nem todo mundo se sente à vontade para chegar negociando com o vendedor, especialmente quando há timidez envolvida. No entanto, essa “pechincha” pode ser bastante útil tanto para a vida pessoal quanto para a sua empresa.

Obtendo descontos é possível ter sobras de capital que podem ser investidas em outras empreitadas. Uma boa conversa antes de finalizar a sua compra pode ser bastante lucrativa. Muito mais do que descontos, em alguns casos essa habilidade de negociação torna os preços mais justos. Quem não negocia pode acabar pagando um preço muito elevado por determinado produto/serviço.

Por fim, se deve observar que alguns descontos obtidos têm caráter cumulativo. Uma pessoa que consegue R$ 50,00 de desconto na mensalidade da TV a cabo, por exemplo, economiza R$ 600,00 por ano. Com certeza isso faz diferença, não é mesmo? Já pensou quanto poderia ser poupado negociando com outros fornecedores e prestadores de serviço?

Confira 7 dicas de como negociar redução de preços

Já pensou quanto é possível economizar na sua vida pessoal e também na sua empresa com capacidade de negociação? Tendo entendido a importância dessa habilidade é interessante conferir as 7 dicas que listamos abaixo.

1. Faça da simpatia seu modo de agir

Com certeza, os vendedores têm maior propensão a dar descontos para clientes que tenham uma abordagem mais simpática. Isso vale tanto para vendedores de lojas convencionais quanto para os vendedores de empresas. Um cliente que não dá nem bom dia e já chega pedindo redução de preço, dificilmente conseguirá transpor a barreira do não.

É a velha máxima de que o não você já tem, precisa trabalhar para conseguir o sim. Para convencer alguém a te ajudar de qualquer forma que seja, é crucial ser agradável. Não significa desperdiçar o tempo do vendedor, mas demonstrar que o respeita. Ser educado não custa nada e pode te render um desconto.

2. Faça uma boa pesquisa de preços

Antes de partir para a compra e para a negociação de redução de preço, é necessário pesquisar e se munir de informações. Faça uma pesquisa ampla a respeito das variações de preços do produto/serviço. Também pesquise os preços de itens semelhantes que podem funcionar como substitutos.

Esse trabalho de pesquisa é relevante para entender qual é o valor justo de um produto/serviço. A partir dessa pesquisa, se torna mais simples entender os prós e contras da compra e até quanto vale pagar por ela. Aproveite esse momento para fazer uma avaliação do quanto vale efetivar a compra.

3. Tenha argumentos válidos

Lembra-se que citamos que os vendedores geralmente têm uma barreira a ser transposta? Eles quase nunca se mostram disposto a dar um desconto significativo logo no início. Para convencê-lo do contrário, é necessário ter bons argumentos, ou seja, fazer com que ele entenda por que deve dar os descontos.

Seguindo a dica 2, você terá uma boa base de dados para argumentar em relação à competitividade do preço atual. Contudo, tenha muito cuidado para não diminuir o trabalho do vendedor, dizendo que está caro ou que outra empresa vende por menos. Siga a dica 1 também e mantenha a gentileza.

4. Faça uma oferta

Com a pesquisa de média de preços feita, você terá base para fazer uma oferta. Porém, observe que essa oferta deve ser boa para ambos os lados. Lembre-se de que nunca se deve diminuir a outra parte. A ideia é chegar em um meio-termo que funcione para você ou sua empresa e para o vendedor.

Dependendo da sua oferta, é possível que o vendedor já responda afirmativamente para não perder o negócio. Só não ache que oferecendo metade do preço conseguirá fechar, pois as coisas não são assim.

5. Se possível, pague à vista

Pagar à vista dá ao negociador mais chances de conseguir o tão desejado desconto. O vendedor tende a ser mais maleável diante da possibilidade de receber o valor completo de uma vez. Essa é uma excelente dica para a compra de itens de valor elevado, pois dificilmente os compradores pagam à vista.

Para as finanças pessoais e até de uma empresa, o pagamento à vista é interessante, pois evita endividamentos. Inúmeras parcelas sempre representam o risco de não conseguir pagar algumas e acabar acumulando juros.

6. Seja paciente

Para ser um bom negociador, é fundamental ser paciente, não desista diante do primeiro “não”. Como já foi citado, os vendedores estão prontos para recusar ofertas e cabe ao negociador trabalhar para mudar essa predisposição. Observe que não se trata de ser aquele insistente chato e sem noção, basta dialogar com bons argumentos.

Demonstrar que está bem informado sobre o assunto ajuda a fazer com que o vendedor ceda um pouco. Conversando vocês dois podem chegar a um consenso que seja positivo para ambas as partes. Tenha em mente que você quer comprar e ele quer vender.

7. Vença sua timidez

A timidez é a sua barreira a ser vencida para conquistar bons descontos em suas compras. Se você fica retraído quando se trata de fazer uma negociação, precisa trabalhar essa questão. Praticar é sempre uma boa forma de vencer essa dificuldade e não precisa ir em várias lojas para isso.

Pratique a negociação no seu dia a dia, tente convencer as pessoas que moram com você a assistir outro filme. Negocie novos horários para algumas atividades com os amigos. Enfim, tente persuadir as pessoas ao seu redor a fazer alguma mudança que seja positiva para ambos. Qualquer diálogo que envolva negociar é um treinamento para se tornar um melhor negociador.

Negociar é importante para conquistar bons descontos e vantagens, mas lembre-se de manter o bom senso e saber até onde ir nesse tipo de conversa.

Tem mais alguma dica a compartilhar? Deixe sua contribuição no espaço para comentários abaixo!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds