Como fazer um currículo – Guia definitivo

guia currículo
Passo a passo do currículo perfeito!

O currículo é uma poderosa ferramenta para o seu sucesso profissional. Afinal, é através dele que você mostrará para a empresa quem você é, sua formação e sua experiência profissional. O seu currículo pode abrir as portas da empresa para a entrevista de emprego. Sendo assim, a elaboração do documento precisa ser cuidadosa para fazer diferença e despertar o interesse do avaliador.

 A importância do currículo

Usar o marketing pessoal a seu favor não é fazer propaganda enganosa. É fundamental que essa exposição esteja embasada em características reais e isso exige do candidato um profundo autoconhecimento. Só assim, ele será capaz de demonstrar sua essência e suas habilidades pessoais e profissionais. Apesar do uso das redes sociais tornar o contato entre empresa e candidato mais ágil e rápido, uma pesquisa mundial elaborada pela consultoria Robert Half, indicou que 42% dos entrevistados no Brasil consideram pouco provável que as redes sociais substituam os processos seletivos. Isso aponta que no Brasil o currículo ainda é bem valorizado nos processos de seleção. Por esse motivo, elaboramos quatro dicas poderosas para que seu currículo seja uma ferramenta eficaz na conquista do seu sucesso profissional. Confira:

Fique atento aos dados do currículo

Informações incorretas, mencionadas por descuido ou por intenção, podem prejudicar a sua candidatura. Além disso, erros de grafia podem colocar tudo a perder. Muitos selecionadores costumam descartar os candidatos ao detectarem mais de um erro de digitação e dados incoerentes à vaga oferecida. Um currículo com boa ortografia e concordância, demonstra que o profissional é comprometido com a oportunidade e sua carreira. Além disso, é importante observar:

  • Fonte legível
  • Não usar letras excessivamente grandes
  • Use apenas folhas em tamanho A4 e branca
  • Evite margens estreitas

Seja conciso e coerente ao expressar o objetivo desejado

Essa é uma das principais informações do currículo, por isso deve vir em destaque e de forma direta. A falta de objetividade demonstra pouco interesse na vaga. Por isso, é imprescindível que o objetivo esteja bem definido e seja coerente com o cargo que é oferecido pela empresa. Um selecionador de talentos que procura por um gerente de logística com certeza dará mais atenção aos currículos que tenham como objetivo “gerente de logística” do que aos documentos que apresentem “consultor de logística” ou “auxiliar de logística”.

Liste os cursos que você já fez e que tenham relação com a vaga

Atualizar-se sempre, fazendo cursos relevantes para a sua carreira é o primeiro passo para superar seus concorrentes. O segundo, é listar tudo o que contribuiu para a sua formação profissional. Programas de qualificação, especializações, mestrados, doutorados e intercâmbios são muito bem vistos pelos avaliadores. Cursos de informática e de idiomas também devem fazer parte da lista, mas é preciso ser bastante verdadeiro quanto ao nível de fluência da língua estrangeira e ao domínio de softwares.

Não acrescente informações desnecessárias

Não inclua nenhum dos itens a seguir, a não ser que sejam exigidos: foto, número de documentos pessoais, nome de pais e de contatos profissionais, o título “Currículo”, informações negativas, pretensão salarial, certificados com data e assinatura.

Atente-se à forma

Em geral, existe um padrão de currículo que é melhor seguir. Se a empresa desejada possui um clima organizacional mais informal e despojado, variar e personalizar o currículo pode ser visto com bons olhos. Entretanto, se não for esse o caso e a empresa for tradicionalista, é melhor ater-se ao padrão.

Seja verdadeiro

Mentir é a maneira mais fácil de queimar-se com o recrutador e não ser mais chamado para entrevistas na empresa. Essa atitude pode ser encarada como desvio de caráter. Assim, jamais cite habilidades que não possui nem cursos que não fez. Esqueça a ideia de “melhorar o currículo” com informações exageradas e inverdades para impressionar. O documento deve ser fiel aos conhecimentos e experiências que você possui.

Estrutura do Currículo

Em uma página de tamanho A4, insira suas informações alinhadas à esquerda, com fontes comuns e de leitura facilitada, como Arial ou Calibri. É importante que a formatação siga um padrão e que as informações estejam organizadas e dispostas harmonicamente. Utilize negrito para subtítulos como objetivo profissional, habilidades técnicas e experiência.

No topo da página, insira seus dados: nome (em destaque), estado civil, idade, nacionalidade, endereço, telefones para contato e e-mail.  Após esse cabeçalho, insira os seguintes itens na ordem, separando-os em subtítulos.

  • Objetivo profissional: fale sobre a área profissional que anseia atuar;
  • Resumo das qualificações e competências: Inclua suas aptidões que estejam ligadas ao cargo desejado. De forma concisa, relacione as informações positivas sobre você e procure se destacar em meio aos diversos currículos, mas sempre com linguagem simples e direta;
  • Formação acadêmica: Cada formação que realizou, com nome da instituição, do curso, ano de realização e previsão de conclusão — caso ainda esteja em andamento. Organize dispondo as formações mais recentes primeiro, seguida das mais antigas;
  • Experiência profissional: acrescente as atividades profissionais que realizou e que estejam alinhadas às atividades da vaga desejada. Organize suas experiências por data, primeiramente as mais recentes, indicando as atividades desenvolvidas em cada local, bem como responsabilidades e principais realizações alcançadas;
  • Cursos: Indique cursos extracurriculares, iniciando com os mais recentes. Indique nome da instituição, mês e ano de realização do curso e a carga horária;
  • Idiomas: não se esqueça de adicionar os idiomas em que você consegue se comunicar e o nível de fluência que possui, qualificando entre básico, intermediário, avançado e fluente;
  • Informática: relacione os programas de computador que tem experiência, mas apenas aqueles que são relevantes para a função que visa ocupar.
  • Outras informações: informe a realização de intercâmbios acadêmicos, experiências de voluntariado, hobbys e práticas esportivas, sempre que estas atividades tiverem alguma relação com a função desejada, com a empresa ou que demonstrem algum valor ou qualidade do profissional.

Considerações relevantes

É importante ressaltar que tão importante quanto redigir um bom curriculo é manter a rede de contatos atualizada. Ter um bom network facilita a descoberta de boas oportunidades profissionais. Outra dica importante é: mantenha seus perfis nas redes sociais sempre em ordem. Segundo a pesquisa da Robert Half, 25% dos diretores de Recursos Humanos brasileiros que foram entrevistados relataram que entre as empresas nacionais o principal uso dessas mídias no processo de recrutamento é para a verificação de referências dos candidatos pré-selecionados.

Espero que estas dicas te ajudem a conquistar a oportunidade de emprego que mudará os rumos da sua carreira profissional. Tem mais dicas para compartilhar com a gente? Use o espaço abaixo para nos contar a sua experiência e a sua opinião sobre o assunto. Se este conteúdo te ajudou de forma positiva, curta e compartilhe em suas redes sociais.

Créditos da Imagem: Por Kittisophon – ID da foto stock livre de direitos: 708362347

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010