Saiba o que é e a diferença entre palestra, curso e workshop

Palestrante dando uma palestra na reunião de negócios

Confira por que os eventos corporativos são importantes para as empresas.

Os eventos corporativos são uma estratégia cada vez mais presente no mundo dos negócios. Eles são fundamentais não só para expandir o conhecimento dos profissionais atuantes em uma organização e promover o crescimento organizacional, mas também para informar sobre as novidades e tendências de mercado, além de ampliar o networking.

Existem diversos tipos e modalidades de eventos que variam de acordo com as necessidades e expectativas das empresas em diferentes situações. No entanto, muitos profissionais fazem um uso equivocado dos nomes dos eventos em questão, justamente por não compreenderem as diferenças existentes entre eles.

Uma palestra apresenta características distintas das de um curso, que, por sua vez, é diferente também de um workshop. Mas será que você saberia explicar com exatidão o que difere esses três tipos de evento? Se não souber, não tem problema. É só continuar a leitura do artigo a seguir para descobrir a resposta!

O que é uma palestra?

A palestra nada mais é do que uma apresentação oral que tem como finalidade introduzir, de maneira objetiva, conteúdos importantes, novidades sobre determinado tema ou sobre o mercado em que a empresa está inserida, resgates de antigos saberes, informações úteis no contexto da empresa, e por aí vai.

Essa modalidade de evento geralmente possui curta duração, entre 60 e 120 minutos, e dá abertura para os participantes fazerem perguntas ao final da apresentação. O palestrante pode ser alguém da própria empresa ou algum convidado de outra instituição, mas com experiência e profundo saber na temática a ser trabalhada.

As palestras costumam ser bastante informativas, mas, devido ao seu formato mais enxuto, não entram em tantos detalhes. É comum a utilização de recursos audiovisuais, como vídeos e apresentações de slides que ilustram e resumem o conteúdo abordado, geralmente em poucos tópicos.

Além das palestras essencialmente informativas, existem também as chamadas palestras motivacionais, bastante frequentes em empresas e ambientes educativos. Esse tipo de palestra geralmente mostra exemplos de superação e mensagens de ânimo e coragem para que os estudantes/colaboradores da empresa sejam mais produtivos, empenhados, dispostos a superar limites e que tenham um relacionamento mais positivo junto aos seus gestores e colegas.

O que é um curso?

Os cursos são conteúdos abordados de forma mais detalhada do que a palestra, com o objetivo de treinar, capacitar e ensinar os participantes sobre um determinado assunto. Geralmente, possuem longa duração, entre dias, semanas ou meses, e são ministrados por profissionais com foco em ensinar e transmitir os seus conhecimentos a quem não entende do assunto ou busca um aperfeiçoamento/ reciclagem.

Os cursos apresentam um conteúdo programático, ou seja, uma divisão dos itens que serão abordados em aulas. Assim, um curso corporativo pode ser feito em 10 aulas de 1 hora, totalizando duas semanas (10 dias úteis), por exemplo.

Assim como ocorre na palestra, é primordial que quem ministrar o curso apresente um currículo com saberes teóricos e práticos bem desenvolvidos em sua experiência. Nas empresas, há cursos naturalmente mais teóricos, com apostilas e materiais de apoio, mas há também os cursos mais práticos (conhecidos como treinamentos), que contam também com exercícios práticos, como ao aprender a mexer em um determinado programa de computador.

Assim, os principais objetivos de um curso são: oferecer novos conhecimentos aos colaboradores, fazer reciclagens de saberes antigos que estavam adormecidos, aumentar a produtividade e a criatividade dos trabalhadores, ensinar o uso de novas ferramentas de trabalho etc. Os cursos costumam ser presenciais, mas também existe a possibilidade de ensino a distância, por meio da internet, o que tende a reduzir os custos do processo.

O que é um workshop?

Os workshops são uma espécie de treinamento que abordam conteúdos de forma objetiva, prática e interativa, contando com a participação do público por meio de perguntas, comentários e atividades práticas. Ao contrário das palestras e da maioria dos cursos, o workshop não é tão “passivo”, demandando uma postura mais ativa da parte de quem participa dele.

Em geral, os workshops são realizados em três etapas, cada uma com a sua importância:

  • Exposição do tema: o instrutor faz uma apresentação sobre o assunto que será abordado, compartilhando alguns ensinamentos e pontos de partida para a discussão;
  • Discussão em equipe: o instrutor orienta a divisão dos participantes em grupos, que devem discutir e apresentar soluções para os problemas expostos na primeira etapa do workshop (o tempo é limitado);
  • Conclusão: as equipes apresentam as suas soluções e todos são convidados a analisá-las, verificando a viabilidade das respostas obtidas.

É comum que os workshops sejam empregados na discussão de temas bem específicos e que demandam soluções mais práticas, pautadas no dia a dia da empresa. Eles exercitam nos colaboradores a criatividade, o pensamento crítico, o trabalho em equipe, a resolução de problemas com rapidez e a apresentação de soluções para problemas ou ao menos para aperfeiçoar os processos já existentes na organização.

Por que esses eventos são importantes para as empresas?

Não faltam vantagens para a realização de palestras, cursos e workshops. Mesmo que cada um tenha as suas particularidades, todos eles são extremamente úteis para o aprendizado de novos conteúdos, a reciclagem de saberes antigos, o encontro de soluções inovadoras para os problemas do dia a dia, a formação continuada dos profissionais, o aumento da produtividade, a elevação da motivação e a promoção de mais integração entre os líderes e os liderados.

Além disso, quando a organização permite que os seus funcionários participem de eventos promovidos fora das dependências da empresa, essa é uma ótima oportunidade para que eles obtenham informações atualizadas sobre o mercado (inclusive sobre a concorrência), conheçam novas tecnologias, encontrem possibilidades valiosas de parcerias, inspirem-se para estimular a inovação no ambiente de trabalho, e por aí vai.

Além dos tipos de eventos citados acima, existem muitos outros, como congressos, simpósios, feiras, exposições e seminários, mas isso é assunto para um próximo artigo!

E você, querida pessoa, já participou de alguma palestra, curso ou workshop? Qual desses formatos você prefere? Deixe um comentário com a sua opinião no espaço a seguir. Por fim, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010