Como aplicar o conceito de reengenharia organizacional na administração

Reengenharia organizacional A reengenharia organizacional analisa todo o funcionamento de um negócio com o intuito de identificar possíveis falhas, oportunidades de mudanças e melhorias.

 

Toda empresa que se preze e que queira se manter atuante e competitiva no mercado, precisa encontrar mecanismos eficientes para tal, caso contrário será facilmente ultrapassada por seus concorrentes, e vai acabar perdendo posicionamento aos olhos de seus clientes.

Pensando nisso a Reengenharia Organizacional foi criada, ou seja, para oferecer às empresas uma possibilidade de avaliar sua própria atuação e, a partir disso, elaborar estratégias que lhes ajudem a vencer desafios e inovar, no sentido de proporcionar a seus clientes soluções criativas, para atender as suas mais diversas necessidades.

Para conhecer mais sobre este conceito e como ele é aplicado na administração de empresas, continue a leitura deste poderoso artigo.

Obtenha resultados significativos através do Coaching!
Conheça meu eBook “Tudo Sobre Coaching” e saiba mais!

O que é reengenharia organizacional?

A reengenharia organizacional é um sistema administrativo criado no início da década de 1990, por Michael Hammer e James Champy. Trata-se de um método muito utilizado para manter as empresas competitivas no mercado, assim, mantendo o foco no alcance de objetivos e metas, transformando seus processos e atividades de negócios, através da ruptura para com os costumes obsoletos.

Como o próprio nome sugere, a reengenharia se trata de uma maneira de reorganizar e reestruturar todos os processos internos de uma empresa, com o objetivo principal de alavancar e impulsionar ainda mais os resultados positivos e satisfatórios da mesma. Tem, também, como um de seus principais intuitos acabar com o comodismo e as rotinas administrativas que impedem as organizações de crescerem e se desenvolverem.

[…] um redesenho de processos, que envolve a readequação dos processos empresariais, estruturas organizacionais, sistemas de informação e valores da organização, objetivando uma guinada nos resultados dos negócios da organização. – Stair e Reynolds

Essa pode ser a definição do sistema administrativo conhecido como reengenharia. Essa ferramenta tem sua utilização na gestão empresarial. Sempre primando pelo repensar e reinventar os procedimentos mais importantes de uma organização. A exemplo de: serviço prestado ao cliente, desenvolvimento de novos produtos, cultura organizacional e tantos outros aspectos. Sempre com o claro objetivo de aumentar a produtividade, especialmente através da redução de custos e do aumento do grau de satisfação dos clientes.

Outro conceito é o de Thomas H. Davenport, que descreve a reengenharia como a adoção de uma inovação que provoque uma mudança relevante na organização. Ele diferencia a reengenharia da melhoria contínua. Acredita que, mais do que na melhoria contínua, a reengenharia objetiva resultados expressivos; vão além daquele processo.

Ainda afirma que na reengenharia de processos, as interfaces entre unidades funcionais devem ser melhoradas ou eliminadas. Já os fluxos, que acontecem por meio dos departamentos funcionais, devem ocorrer através de movimentos rápidos e amplos da informação.

Reengenharia: Organizacional, de Processos e Tarefas

A ideia de implantação da reengenharia se baseia primordialmente na organização de uma visão do negócio como um todo. Elas devem ter flexibilidade e adaptabilidade dos seus processos e negócios. Dessa forma, significa a necessidade de modificação das estruturas departamentais e hierárquicas, que restringem as informações ao topo das organizações, centralizadas nas altas gerências, que acabam não utilizado essas informações de forma tão expressiva.

A reengenharia organizacional verifica e questiona todo o funcionamento de um negócio a fim de identificar falhas, oportunidades de mudanças e melhorias, que gerem novas soluções e maior lucratividade. Constitui-se através do replanejamento, ou seja, replanejar a empresa como um todo. Traçar novas estratégias competitivas.

Enquanto a reengenharia de processos tem como objetivo enxugar os processos ou procedimentos que envolvem a operação global da empresa. Não muito longe está a reengenharia de tarefas, ou cargos, que se refere às alterações das funções. Assim, é capaz de aumentar a contribuição de cada colaborador de acordo com os objetivos estratégicos da organização.

Segundo o economista Paulo Sandroni, o processo de reengenharia pode ser concebido em duas dimensões: […] a abrangência e a profundidade. Sendo que a primeira significa amplitude horizontal, com que o processo se desenvolve no interior da empresa. E a segunda se refere ao grau de intensidade das modificações que se processam nos primeiros elementos organizacionais, a exemplo de:

  • Papéis e responsabilidades;
  • Mensuração de resultados e incentivos;
  • Estrutura organizacional;
  • Tecnologia da informação;
  • Valores compartilhados e habilidades.

Porém, é preciso que seja estabelecida uma distinção importante entre os processos tratados pela reengenharia: ela pode recair sobre os negócios de uma empresa ou sobre os processos que ela utiliza para alcançar seus objetivos […].

Tipos de Reengenharia

Confira os principais tipos de reengenharia existentes e qual mais se adequa à realidade de sua empresa.

Reengenharia de Processos Produtivos

Consiste em modificar qualquer ciclo de processos padrão, que esteja em uso em uma dada organização, a fim de melhor acomodar as tecnologias novas e emergentes, bem como os requisitos dos clientes para um produto ou sistema.

Reengenharia de Processos Administrativos

É direcionada para alterações potenciais em todos os negócios ou processos organizacionais.

Reengenharia de Sistemas de software ou produtos

É o exame, estudo, captura e modificação de mecanismos internos ou funcionalidade de um sistema existente ou produto, visando reconstitui-lo em uma nova forma e com novas características, frequentemente para tomar vantagem das novas e emergentes tecnologias, mas sem grandes alterações na funcionalidade e propósito inerentes ao sistema.

Como aplicar a reengenharia organizacional em uma empresa

Confira o passo a passo de como aplicar o conceito de reengenharia organizacional no ambiente corporativo:

Fase de organização

O primeiro passo para implantar o conceito de reengenharia organizacional é descobrir e especificar, criteriosa e detalhadamente, todos os procedimentos e processos que a empresa executa diariamente e, principalmente, definir quais deles serão aperfeiçoados e o que será necessário para a conclusão da metodologia.

Fase do planejamento

Na segunda fase é necessário planejar quais artifícios serão necessários para a implementação da reengenharia organizacional, ou seja, listar tudo o que será utilizado durante o procedimento: prazos, orçamentos, distribuição de tarefas e definir os profissionais necessários para cada etapa do processo.

Fase de implantação

Nesta fase é hora de avaliar todas as atividades, rotinas, tarefas e recursos definidos durante a fase de avaliação, as principais deficiências, carências, falhas e oportunidades de melhorias e, em seguida, reorganizar e reestruturar todas essas rotinas de forma proveitosa para a empresa ou negócio.

Fase de mensuração de resultados

Na última fase é feita a verificação dos resultados atingidos com a aplicação da reengenharia organizacional e a mensuração dos efeitos de cada mudança, ou seja, avaliar se as alterações foram assertivas e quais benefícios ela gerou para a empresa, seja lucratividade, agilidade nos processos, melhoria de performance, entre outras coisas.

Obtenha resultados significativos através do Coaching!
Conheça meu eBook “Tudo Sobre Coaching” e saiba mais!

Benefícios da reengenharia organizacional

Veja quais são as principais vantagens que a aplicação da reengenharia na administração de uma empresa oferece:

  • Atualização de processos e recursos corporativos;
  • Redução de gastos;
  • Aumento dos resultados e de performance;
  • Melhora na execução de tarefas;
  • Modernização da gestão administrativa;
  • Resultados mensuráveis;
  • Oportunidade de crescimento e expansão empresarial;
  • Eliminação de erros, comportamentos e processos sabotadores.

Se você ficou interessado em implementar o processo de reengenheria organizacional em sua empresa, saiba que é possível aliá-lo ao Coaching e obter resultados ainda mais extraordinários. Isso porque o Coaching Corporativo faz um diagnóstico do estado atual da organização e ajuda empresários, empreendedores, gestores, líderes e demais colaboradores na elaboração de estratégias eficientes, capazes de colocar os negócios cada vez mais próximos de seus estados desejados, ou seja, do sucesso no mercado.

E você, já conhecia ou já utilizou a reengenharia organizacional em sua empresa ou negócio? Quais resultados você obteve com a aplicação desta metodologia? Deixe o seu comentário e compartilhe o conhecimento em suas redes sociais, com seus amigos.

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Copyright: Sergey Nivens / Shutterstock

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010