Para que serve o orçamento empresarial?

O orçamento empresarial é uma ferramenta que analisa e avalia os lucros, custos e aquisições da empresa em determinado período.

 

O orçamento empresarial é uma ferramenta que tem a função de analisar e avaliar os lucros, custos e aquisições de uma empresa em determinado período. Com esses dados, é possível constituir metas e objetivos a médio e longo prazo, além de analisar e comparar resultados, verificar se novas atitudes deverão ser tomadas e quais medidas de correção precisam ser adotadas.

Todo gestor deve saber responder onde a sua empresa espera chegar. Quem não tem essa resposta, pode conduzir os negócios para qualquer lugar, para o bem ou para o mal. É exatamente aí que o orçamento empresarial entra como uma solução. Podemos dizer que esse seja quase como um mapa condutor das finanças da companhia.

É a partir da elaboração do orçamento empresarial que o gestor pode fazer estimativa de custos, lucros e investimentos. Em linhas gerais, trata-se de um planejamento e estimativas para as finanças corporativas em um período entre 1 e 3 anos. No entanto, há companhias que elaboram esse planejamento para décadas. Continue lendo para entender melhor para que serve o orçamento empresarial.

O que é e para que serve o orçamento empresarial?

Orçamento empresarial nada mais é do que um planejamento financeiro devidamente organizado, na forma de documentos ou ferramentas tecnológicas. Nesse orçamento são reunidas as informações financeiras de empresas com o objetivo de compreender sua situação e desenhar estratégias para seu crescimento.

Suas funções principais são analisar e avaliar os lucros, custos e aquisições da companhia em um determinado espaço de tempo. Tendo esses dados, torna-se possível estabelecer metas e objetivos em médio e longo prazo. Também é possível analisar e comparar resultados para entender se há medidas de correção que precisam ser adotadas.

O orçamento empresarial serve para entender com maior profundidade quais são as condições financeiras da empresa e estabelecer metas. A grande vantagem dessa ferramenta é facilitar a análise de dados concretos para chegar a soluções pertinentes. É possível estabelecer um bom ritmo de crescimento para a empresa.

Comece a ter o

Destaque

que você merece!

Preencha os campos abaixo para receber o e-book.

Como elaborar um orçamento empresarial

Como mencionamos, o orçamento empresarial é uma ferramenta de grande utilidade para a análise e definição de metas corporativas. A seguir vamos explicar as etapas que levam a formulação desse orçamento.

1 – Diagnóstico empresarial

O orçamento empresarial eficaz depende da compreensão da realidade da empresa. Somente com dados alinhados com a realidade é possível fazer uma análise completa. A primeira etapa consiste em fazer um diagnóstico empresarial a partir da análise de gastos, lucros, investimentos e tributações (do ano vigente e anos anteriores).

A análise desses dados permite vislumbrar a realidade financeira da companhia. Esse é o momento em que devem ser reunidos todos os dados pertinentes. Os gestores devem ter em mente que é a partir desse diagnóstico que tomarão decisões para o futuro da empresa.

2 – Mapeamento das despesas

O mapeamento das despesas tem um papel crucial para o desenvolvimento do orçamento empresarial. Conhecendo as limitações financeiras da companhia é mais simples entender quais passos podem ou não ser dados. É importante que o mapa das despesas inclua informações a respeito de custos operacionais e custos humanos. Isso significa elencar tanto os custos com o maquinário quanto os custos com os colaboradores.

É interessante que o mapeamento inclua uma lista com despesas fixas como telefone, internet, salários, tributos, entre outros. Também deve haver uma lista de despesas variáveis como transporte, impressões, manutenção de eletrônicos. A partir dessa visão ampla é possível considerar estratégias de redução de custos. O mapeamento permite acompanhar tudo mais de perto fazendo as devidas correções.

3 – Projeção de investimentos

A projeção de investimentos é uma etapa relevante para elaborar um orçamento empresarial eficiente. É essencial que os objetivos da companhia estejam claros para que etapas não sejam ignoradas ao longo do caminho. Essa projeção depende do quanto a empresa tem para investir e qual é a sua fonte de recursos.

É essencial estabelecer de forma consistente o capital de giro e o capital de caixa da organização. Essa etapa permite que sejam mensurados os riscos de investimento, a liquidez e a rentabilidade. A partir dessa projeção, é possível até mesmo prever em quanto tempo a companhia começará a ter lucros. A base dessas projeções precisa ser de dados concretos.

4 – Mensuração da receita

O orçamento empresarial deve ser elaborado a partir da observação do lado positivo das contas e da situação financeira real. A receita nada mais é do que o dinheiro gerado pelos serviços oferecidos e produtos vendidos pela organização. Esses benefícios econômicos elevam o ativo empresarial de uma empresa.

O conhecimento dos valores ganhos permite que os gestores tenham uma visão mais realista do que está dando certo ou não. Tomar decisões de investimento se torna mais simples a partir da mensuração da receita. O controle da saúde financeira fica mais exato com esses dados.

5 – Definição de metas e objetivos da empresa

Toda empresa, independentemente do seu porte, deve estabelecer metas e objetivos. Somente quando se sabe onde se quer chegar é possível estabelecer um caminho. Talvez você já tenha ouvido que: para quem não sabe onde está indo qualquer caminho serve. Com a reunião das informações das etapas anteriores fica mais simples fazer uma projeção de possibilidades para sua companhia.

O gestor deve responder a questões simples como, por exemplo, onde a empresa estará daqui a um ano? Quanto é possível investir para chegar a esse objetivo? É possível promover corte de despesas? Lembre-se de que deve ser dado um passo de cada vez para manter a estabilidade da companhia.

6 – Mensuração dos resultados

Após ter elaborado um orçamento empresarial completo, com metas e objetivos, é essencial fazer a mensuração dos resultados. Isso significa determinar indicadores que ajudarão a entender se as medidas tomadas foram eficientes.

O gestor deve acompanhar todas as estratégias sendo colocadas em prática para ter certeza de que levarão aonde se quer chegar. O trabalho de mensuração e acompanhamento deve ser feito com muito rigor.

7 – Correções são bem-vindas

Se, nesse acompanhamento das estratégias, detectar problemas para a sua execução, não tenha medo de retornar e corrigir. Ao colocar um plano em prática se tem uma visão amplificada de seu potencial. É natural que alguns pontos não saiam exatamente como o planejado, nesse caso, há sempre um caminho de volta. O mais importante é preservar a saúde financeira da sua companhia.

Conclusão

Crie cenários e condições que simulem as situações que sua empresa poderia enfrentar e, a partir daí, comece a planejar e criar diversas estratégias para que a organização passe por esses momentos com resultados positivos.

Imagine, por exemplo, que um de seus fornecedores aumentou o valor do material. Você conseguiria manter o preço final de seu produto? Caso seja necessário cobrar um valor mais alto para manter os lucros do seu empreendimento, qual seria a porcentagem deste aumento? Será que seus clientes ainda consumiriam essa mercadoria?

É por meio da realização de perguntas como as do exemplo que você conseguirá visualizar soluções para diferentes tipos de problema, planejando antecipadamente suas ações e estabelecendo metas e objetivos para os próximos anos da sua empresa. Com isso, você poderá identificar os gastos básicos e o investimento necessário para que a organização cresça e se destaque no mercado.

Como podemos ver, orçamento empresarial é uma ferramenta muito importante para a saúde financeira das empresas. Se ainda não tem o hábito de fazê-lo, comece o quanto antes.

Aproveite para deixar seu comentário abaixo e compartilhar este conteúdo em suas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.

Imagem: Crystal Eye Studio / Shutterstock

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.





*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010