Entenda o conceito de redes interorganizacionais e quais são os seus tipos

Redes interorganizacionais Conheça os Benefícios das redes interorganizacionais

Em todas as empresas, de todos os segmentos do mercado, existe a necessidade de aprimorar os processos. Isso garante produtividade, produção com qualidade e impacta de maneira positiva nos resultados das organizações empresariais. Uma das maneiras eficazes de implementar processos que tornam a rotina da empresa mais organizada é através das redes interorganizacionais.

Esse conceito é bastante relevante para o aprimoramento dos processos. Trata-se de uma forma de aumentar a produtividade e a qualidade da produção, obtendo o melhor dos colaboradores.

Continue lendo para entender melhor a respeito e saber quais são os tipos de redes organizacionais existentes. Esse pode ser o passo inicial para melhorar os processos da sua companhia!

Descubra como potencializar os resultados de sua empresa!
Baixe gratuitamente meu ebook “Ferramentas de Gestão”!

O que são redes interorganizacionais?

Redes interorganizacionais representam uma alternativa interessante para a sobrevivência de companhias de diferentes ramos. É uma estratégia para que empresas de diferentes setores se ajudem para se adaptar ao mercado cada vez mais competitivo. Trata-se da união de negócios que possuem objetivos em comum, formando, assim, uma organização de maior complexidade.

Essa organização possui elementos como uma estrutura comum, cultura e valores. Assim, uma mudança de todos os envolvidos se mostra necessária para a adaptação ao ambiente corporativo. Afinal, a organização deixa de agir só e passa a integrar uma estrutura de redes. Dessa maneira, as mudanças podem ser observadas externa e internamente.

É imprescindível para o sucesso que haja pesquisa a respeito do contexto social para fazer proposições relevantes para a construção de um significado. A criação de uma rede interorganizacional coesa depende do alinhamento de objetivos e expectativas. Além disso, devemos ressaltar que há diferentes tipos de redes interorganizacionais.

Tipos de redes interorganizacionais

Em linhas gerais, as redes interorganizacionais são ferramentas que permitem estudar e estruturar os processos de integração entre diferentes companhias. Há, basicamente, dois tipos: as verticais e as horizontais. Confira nos próximos tópicos as características de cada uma delas:

Redes verticais

As redes interorganizacionais verticais são aquelas que comandam núcleos relevantes, compradores, fornecedores e produtos. Exatamente por esse motivo, também são conhecidas como cadeia de suprimento. Em relação a esse tipo de rede, é importante mencionar que possui uma estrutura hierárquica bastante planejada.

São redes formadas por empresas que têm maior proximidade ao público e que possuem o status de grandes organizações. Companhias dedicadas à distribuição alimentar são ótimos exemplos dessa categoria.

Redes horizontais

Redes horizontais não possuem hierarquia plenamente organizada, demandando a criação de uma coordenação. Essa ferramenta contribui para a estruturação de processos de cooperação entre empresas diferentes, mas que tenham funções semelhantes.

Redes interorganizacionais: uma construção complexa e forte

Gerir a rede interorganizacional é uma excelente oportunidade para realizar movimentos culturais entre as suas associadas. Com o passar do tempo, torna-se mais evidente o envolvimento entre as companhias participantes, sendo mais fácil compreender a sua complexidade. Os objetivos, ações e planos passam a contar com uma maior troca cultural entre os envolvidos.

Com uma gestão equilibrada e eficiente, torna-se possível promover maior troca entre a rede e as associadas. As empresas podem aprender com a rede e vice-versa, essas companhias tendem a se tornar mais abertas. No entanto, é importante citar que o papel que a rede passa a ter diante das organizações depende do grau de envolvimento que a organização se permite ter.

Maior envolvimento, maior crescimento

Conforme passa o tempo, a tendência é que as empresas aumentem seu envolvimento com a rede. Inclusive, esse é um fator crucial para que os associados compreendam o papel da rede e utilizem seus benefícios. As mudanças acontecem como reflexos de novos comportamentos gerenciais adotados.

Devemos lembrar que os colaboradores, normalmente, têm pouco ou nenhum contato com a rede. Logo, toda e qualquer mudança depende dos gerentes. Grande parte das transformações observadas visa encontrar novas maneiras de realizar tarefas cotidianas. Encontrar formas mais simples e eficientes de realizar pequenas atividades corriqueiras é crucial para uma maior solidificação.

Benefícios das redes interorganizacionais para as empresas

As redes interorganizacionais consistem em um sistema estabelecido entre diferentes companhias. Nesse sistema, cada empresa depende da outra, mas preserva a sua autonomia. Devemos lembrar, ainda, que a forma desse sistema varia em diferentes companhias, o formato se adequa ao contexto.

Considerando essas diferenças e o que se mantém comum, falaremos sobre as vantagens. A adoção do sistema de redes interorganizacionais é bastante vantajosa e a seguir iremos entender melhor os seus principais benefícios.

1. Aprimoramento dos processos

Como já mencionado, as redes interorganizacionais são muito importantes para o aprimoramento de processos. O estabelecimento da rede permite estabelecer uma melhor troca entre as empresas participantes e a rede central.

Quanto maior se torna esse envolvimento, mais as companhias têm a ganhar no tocante a conhecer novas metodologias. Aprimorar processos é essencial para que uma companhia permaneça competitiva em seu segmento de mercado.

2. Aumento da produtividade

A relação entre as participantes dessas redes leva ao aprimoramento dos processos e, em consequência, aumenta a produtividade. Mais eficiência é um sinônimo de melhores ganhos, além de elevar a autoestima dos colaboradores.

Trabalhar em um ambiente instigante e saudável é fundamental para a satisfação dos profissionais. Conforme o tempo passa, os resultados positivos passam a falar por si. Geralmente, os números da empresa surpreendem de maneira bastante positiva.

3. Convivência com diferenças

Uma rede interorganizacional abre a possibilidade de que as empresas convivam de maneira mais próxima das diferenças. Ter contato com formas diferentes de gerenciamento é fundamental para mudar os rumos da companhia.

É através desse contato que gerentes de setores mudam comportamentos gerenciais que podiam não ser os melhores. Os colaboradores são positivamente impactados por essas mudanças na maneira como a empresa passa a ser gerenciada após a instituição da rede.

4. Maior poder de negociação

O alinhamento com outras empresas é interessante para tornar o seu empreendimento mais poderoso em se tratando de negociação. Negociar com fornecedores contando com o suporte de mais empresas torna mais simples a conquista de melhores condições. A relação criada pelas redes pode ser extremamente positiva para todos os participantes, sendo interessante analisá-la.

5. Desenvolvimento de novas estratégias

Fazer parte de uma rede interorganizacional torna possível delinear estratégias mais poderosas e audaciosas para a companhia. Além do aprendizado, há a possibilidade de se valer de uma estrutura maior e melhor para se inserir no mercado com mais competitividade. É uma forma estratégica de apostar no crescimento da companhia.

Coaching na implementação de uma rede interorganizacional

Como foi possível notar ao longo do artigo, as redes interorganizacionais não são dependentes de sistemas eletrônicos e sim do capital humano. Por isso, entender as particularidades da empresa é fundamental para escolher a rede que melhor se encaixe no negócio em que a empresa atua.

E por ser algo que depende do capital humano e do envolvimento das pessoas que compõem a empresa, é importante investir no desenvolvimento de habilidades para que este processo traga os resultados almejados. Nesse sentido, o Coaching se torna um verdadeiro aliado para organizações empresariais, pois é uma metodologia poderosa que promove inúmeras transformações aos profissionais envolvidos.

Através das formações em Coaching é possível:

  • desenvolver uma visão sistêmica;
  • melhorar a comunicação com os colegas e membros da equipe;
  • aprender a importância do Rapport;
  • ter maior disciplina na rotina de trabalho;
  • ser um líder melhor;
  • conhecer ferramentas e técnicas de negociação;
  • ser um profissional mais focado em suas atividades;
  • desenvolver a empatia;
  • fazer um planejamento estratégico verdadeiramente eficaz.

Para saber mais sobre essas e outras poderosas contribuições do Coaching para a sua empresa, fale com o IBC! Esta pode ser a sua grande chance de transformar a sua carreira profissional e garantir excelentes resultados para a sua empresa!

Conseguiu compreender o que seriam as redes interorganizacionais? Deixe um comentário abaixo sobre essa estratégia que tem se tornado cada vez mais presente na gestão de empresas. E, se fizer sentido, compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais. Espalhe o conhecimento

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Copyright: Michael D Brown / Shutterstock

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.





*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010