O que podemos aprender com pessoas mais experientes?

profissionais se cumprimentando

Confira uma lista de coisas que podemos aprender com pessoas mais experientes.

Desenvolvemos e evoluímos a cada nova experiência de vida que, com o passar dos anos, nos proporciona maior maturidade para tomadas de decisões e atitudes mais corretas. A intenção positiva nessa busca pelo aprimoramento contínuo se pauta no objetivo de vivermos bem e em plenitude com nossa totalidade existencial.

Nesse sentido, o crescimento também se torna poderoso quando aprendemos com as pessoas mais experientes. Elas são fonte rica de conhecimento e sabedoria, pois já tiveram a oportunidade de adquirir preciosos aprendizados através de tudo o que foi vivenciado ao longo de sua jornada de vida.

Aqueles que têm mais experiência contribuem substancialmente com nosso processo evolutivo. Portanto, devemos honrar, respeitar e prezar por seus ensinamentos. Siga a leitura para prosseguir com essa reflexão e entender os benefícios de aprender através da história de outras pessoas.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Principais lições ensinadas pelas pessoas mais experientes

Os mais experientes possuem uma compreensão mais clara e ampla a respeito da felicidade e realização. Confira abaixo os tópicos que costumam mais ser citados em conversas de aconselhamento entre pessoas mais velhas e outras mais jovens.

1. Trabalhe com propósito

A maior parte de nossas vidas é dedicada ao trabalho. Muitas vezes, passamos mais horas na empresa do que com nossos familiares e amigos, por isso, não permita desperdiçar sua jornada fazendo o que não gosta. A remuneração é fundamental para a sobrevivência, mas não é o suficiente para a realização de um indivíduo.

Priorize o que verdadeiramente faz sentido para você, trabalhe com o que ama. Sabemos que é através do ofício que nos edificamos enquanto seres humanos, e a partir de nossos talentos e competências construímos a nossa história, deixamos nossa marca e colaboramos para um mundo melhor.

Portanto, preencha essa parte da sua vida com sabedoria, realizando uma atividade que, de alguma maneira, te preencha e faça com que se sinta útil.

2. Preze por seus relacionamentos

Nascemos para viver em sociedade, trocar experiências é fundamental para nossa evolução. Quando nos isolamos, nos distanciamos não somente das pessoas à nossa volta, mas principalmente de nós mesmos. À medida em que crescemos, assumimos também maiores responsabilidades. O tempo vai se tornando escasso e geri-lo de maneira equilibrada é um desafio cada vez mais complexo.

O conselho dos mais sábios é que nos empenhemos em manter o laço com nossas relações, dedicando tempo de qualidade para cultivá-las. A orientação parece óbvia, mas é na rotina do cotidiano que ligamos nosso piloto automático e nos esquecemos dos detalhes que verdadeiramente fazem a diferença.

Expresse seus sentimentos às pessoas importantes de sua vida sempre que tiver oportunidade, não deixe para amanhã. Ser criativo mantém suas relações estimuladas.

3. Desfrute do momento presente

A maioria dos jovens vive como se tivesse a certeza de que terá o amanhã garantido. E a verdade é que não sabemos se este momento pode ser a última oportunidade ou se outras virão em seguida. A idade não garante nada, pois a única certeza que temos sobre a vida é a sua impermanência.

Por isso, esteja presente inteiramente no aqui e agora, seja com sua família, amigos, no relacionamento conjugal ou no trabalho. Finalize o dia com a consciência tranquila de que fez tudo o que estava ao seu alcance da melhor maneira possível e que desfrutou plenamente de suas experiências.

4. Sobre dinheiro e sucesso

“Muitos gastam o dinheiro que ainda não ganharam, comprando coisas de que não precisam, para impressionar pessoas de quem não gostam” – Will Smith.

Temos uma compreensão equivocada de que quanto mais ricos, maior o índice de felicidade. No entanto, o que contribui para nossa realização não é nosso poder aquisitivo e sim a maneira como desfrutamos dele. Os bens materiais servem apenas como status e gratificação momentânea.

A verdadeira riqueza é invisível aos olhos, está nas experiências que vivemos com as pessoas que nos querem bem através do dinheiro como ferramenta. Portanto, não há problema em desejar melhorar a situação financeira, desde que essa busca seja equilibrada, consciente e que as coisas ganhem um significado que esteja além das aparências.

O sucesso é outro fator que também não está diretamente ligado aos seus rendimentos financeiros. Trata-se de um ideal particular, em que cada um possui sua própria definição a respeito. Para algumas pessoas pode significar um alto cargo em uma empresa, enquanto para outra é ter seu pequeno negócio e levar a vida de forma tranquila. Não existe certo ou errado, existe o que é certo para você!

A visão de sucesso de outra pessoa pode ser muito diferente da sua, são diversas as perspectivas: conquistar o mais alto cargo de gestão na organização em que faz parte; atingir determinada remuneração mensal; ter a liberdade de trabalhar viajando e autonomia para fazer o próprio horário; ser reconhecido publicamente pelo que faz, entre outras.

Para ser bem-sucedido na vida e na carreira, olhe para si mesmo, trilhe seu próprio caminho. Você não é melhor e nem pior que ninguém, não se compare. Cada ser humano é único e possui o seu valor!

5. Preze sempre pelo equilíbrio

Evite que a tecnologia, o trabalho e outras obrigações tirem de você os momentos especiais ao lado daqueles que ama. Sabemos que, às vezes, as 24 horas do dia parecem poucas para cumprir tantas demandas. Afinal, existem obrigações profissionais, familiares, questões burocráticas da vida adulta, além da própria saúde e bem-estar.

Em certas fases da vida é natural dar maior ênfase para esta ou aquela área. Apenas é importante que as escolhas sejam feitas de forma consciente. Jamais permita que o trabalho engula a sua vida pessoal sem que se dê conta. Tome decisões sabendo exatamente o que está abraçando e do que está abrindo mão.

Desse modo, evitará se deparar com um casamento que foi deteriorado pela falta de atenção e cuidado por ter se perdido em meio a outras atividades. Evitará, também, não acompanhar o crescimento dos filhos, entre outras experiências. Busque o equilíbrio, defina suas prioridades e conseguirá fazer boas escolhas.

6. Cuide da sua saúde

Como já mencionado anteriormente, certos jovens têm a ideia equivocada de que vão viver para sempre. Com isso, deixam de cuidar da própria saúde, praticam hábitos prejudiciais e fazem coisas que poderão custar caro lá na frente.

Podemos comparar a nossa saúde a uma poupança com uma reserva financeira. Todos os bons hábitos que temos hoje funcionam como investimentos que iremos colher lá na frente, quando a melhor idade chegar. Por isso, comece a se cuidar o quanto antes para ter uma velhice tranquila e saudável.

Alimente-se de forma equilibrada e pratique atividades físicas, quanto mais mobilidade seu corpo tiver hoje, melhor ele estará lá na frente. Evite o excesso de bebidas alcoólicas e fique longe do cigarro. Se tem algum desses vícios, procure ajuda para se libertar deles, acredite, você é capaz. No futuro sentirá gratidão por ter tomado essa atitude hoje.

7. Evite guardar mágoas

Se existe algo que a maturidade traz é a consciência de que guardar mágoas não nos leva a lugar algum. Claro que, quando nos decepcionamos com alguém, é natural não desejar tanta proximidade e sentir a necessidade de se afastar. Contudo, isso não precisa vir acompanhado de uma grande carga de mágoas. Se algo te machucar, se dê tempo para digerir e, assim que se sentir pronto, perdoe.

Liberte-se de sentimentos ruins, prefira conservar dentro de si coisas boas, memórias especiais e tudo o que agregar para a sua felicidade. Sobre as experiências dolorosas, utilize-as como fontes de aprendizado, mas nunca como argumento para deixar de confiar no ser humano. Afinal, cada indivíduo é único e o comportamento de um não determina as atitudes de todos.

Mais um aspecto relevante sobre o perdão diz respeito a perdoar a si mesmo. Jamais se culpe por acreditar e confiar no outro, pois essas são atitudes de pessoas boas. Se alguém abusou da sua bondade e te enganou, o erro foi dele, é ele quem deverá lidar com sua consciência.

Descubra como anda o grau de felicidade em seus relacionamentos!
Acesse gratuitamente nosso Teste ” O Termômetro da Felicidade”!

Desfrute da sabedoria das pessoas mais experientes

Se você tem o privilégio de conviver com pessoas mais experientes, sejam familiares, amigos ou colegas de trabalho, desfrute da sabedoria que elas têm a oferecer. Compartilhe suas histórias, ouça as delas, faça perguntas, demonstre seu interesse. Assim poderão construir uma conexão poderosa que fará bem para ambas as partes.

Evite cair naquele lugar comum de que pessoas se dão melhor com indivíduos da mesma faixa etária. Amplie seus horizontes, tenha amigos mais experientes e se permita conhecer os gostos deles antes de julgá-los ultrapassados. Assim, poderá descobrir um novo e fascinante mundo que poderia continuar desconhecido se não se permitisse.

Para finalizar, lembre-se que ter mais idade não é garantia de ser mais inteligente ou sábio, pois essas características não podem ser contabilizadas por números. Contudo, quem tem mais tempo de estrada certamente tem a agregar para aqueles que têm menos.

Este artigo foi útil para você? Deixe seu comentário abaixo contando as suas percepções e aproveite para compartilhar o conhecimento com seus amigos nas redes sociais!

Imagem: Por fizkes

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds