Planejamento Estratégico: o que é e como fazer?

Confira uma lista com 10 dicas incríveis para te ajudar em seu planejamento estratégico

Para abrir um negócio é preciso saber quais são os rumos que pretende tomar com ele. Simplesmente abrir uma empresa sem qualquer direcionamento é assumir um risco muito grande e que poderia ser controlado. Por essa razão, fazer um planejamento estratégico é fundamental para quem deseja abrir uma empresa e aumentar as chances de sucesso.

Quer entender melhor o que é o planejamento estratégico e como ele pode ser criado? É só continuar a leitura!

O que é Planejamento Estratégico?

Explicando de forma bastante simples, o planejamento estratégico é um documento em que são descritos os objetivos de um negócio e as estratégias que serão usadas para se chegar lá. Ignorar essa etapa é como iniciar uma viagem sem saber para onde está indo, correndo o risco de encontrar perigos pelo caminho e de desperdiçar combustível por não saber a direção certa a seguir.

Dentro de um bom planejamento estratégico, geralmente são descritos os seguintes pontos.

1 – Visão

A visão do seu negócio é, basicamente, a forma como o imagina e deseja que ele se torne. É importante que essa mensagem sirva de inspiração para que toda a sua equipe se engaje nessa busca. Para entender melhor, veja qual é a visão do IBC – Instituto Brasileiro de Coaching: ser a principal referência em Coaching no mundo.

2 – Missão

Já a missão, diferentemente da visão, representa o que a sua empresa já faz e para quem faz. A missão do IBC é despertar e desenvolver nos seres humanos seu Potencial Infinito, algo que já vem sendo feito ao longo dos anos através dos cursos e treinamentos que realizamos.

3 – Valores considerados fundamentais

Os valores, por sua vez, descrevem as crenças e comportamentos da organização, algo que deve moldar a postura de cada colaborador. Os valores fundamentais do IBC são:

  • Humanidade: em primeiro lugar as pessoas;
  • Lealdade: ser leal a princípios e sonhos;
  • Visão sistêmica: compreender o todo;
  • Evolução contínua: desenvolver-se sempre;
  • Resultados extraordinários: evoluir sempre para alcançar resultados extraordinários.

4 – Análise da posição da empresa no mercado

É preciso entender como a sua empresa estará inserida no mercado que pretende atuar, considerando as características que possui ou irá possuir. A ferramenta chamada análise SWOT é bastante interessante para fazer isso, tanto para novos negócios quanto para aqueles que já estão em funcionamento.

Através dessa ferramenta é possível identificar quatro pontos de grande relevância para um bom planejamento, que são: Strenghts (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Oportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). As respostas obtidas irão nortear a tomada de decisões e aumentar as chances de sucesso.

5 – Metas de longo prazo

As metas de longo prazo, assim como a visão, norteiam as ações que serão tomadas para que sejam alcançadas. Geralmente, envolvem prazos de três a cinco anos e estão ligadas a objetivos de expansão, estabelecimento no mercado, entre outros.

6 – Metas de médio prazo

Além das metas de longo prazo, é importante que o planejamento estratégico conte também com objetivos de prazo mais curto, como anuais, por exemplo. É interessante determinar metas no início do ano a serem cumpridas até dezembro.

Para fazer isso, uma ferramenta bastante útil é a SMART, que determina que as metas tenham as seguintes características: Specific (Específica), Measurable (Mensurável), Attainable (Alcançável), Relevant (Relevante) e Time based (tenha um tempo para acontecer).

7 – Planos de ação

Por último, para ter um planejamento estratégico completo, é preciso criar planos para que cada objetivo seja alcançado. A quantidade de detalhes descritos irá depender do nível de flexibilidade que deseja que a sua equipe tenha. Quanto mais detalhes forem fornecidos, menos flexibilidade os envolvidos terão para seguir o plano. Então, cabe a você, como gestor, decidir qual estratégia irá adotar.

Importância do Planejamento Estratégico

Um objetivo sem um plano é apenas um sonho, por isso, se deseja que as ideias relacionadas ao seu negócio realmente saiam do papel, é fundamental que se planeje. Ao registrar cada ideia irá obter uma visão muito mais clara do que quer para a sua empresa, é como se as coisas se tornassem mais tangíveis, o que fará toda a diferença no seu processo de tomada de decisão, porque entenderá como cada ação irá impactar lá na frente.

Muitas empresas que começaram pequenas e hoje são gigantes no mercado, como é o caso da própria Google e de tantas outras companhias espalhadas pelo mundo, apenas chegaram onde estão porque foram muito bem desenhadas e planejadas. Com estratégia, comprometimento e planejamento, metas que pareciam distantes no pensamento se tornam possíveis de serem alcançadas.

10 Dicas para criar um Planejamento Estratégico de sucesso e colocá-lo em prática

Depois de entender o que é o planejamento estratégico, chegou o momento de conferir dicas práticas de como criar um e utilizar no dia a dia do seu negócio. Vamos lá?

1 – Defina a missão, a visão e os valores do seu negócio

Como vimos, a missão, a visão e os valores de um negócio são muito importantes e fazem parte de um planejamento estratégico. Se o seu negócio ainda não tem, aproveite para criar. Lembrando que essas informações irão basear as decisões e até mesmo o comportamento da equipe, sendo mais do que meras frases bonitas para decorar o ambiente, são ideias que formarão a filosofia da empresa.

2 – Defina a sua visão pessoal sobre o negócio

Além da visão oficial da empresa, que é aquela à qual todos terão acesso, é interessante definir a sua visão pessoal sobre o empreendimento. O que deseja que o negócio traga para a sua vida? Realização, conforto financeiro, mais tempo livre para se dedicar à família? Reflita sobre isso e coloque no papel, assim, terá sempre em mente o que te motivou a dar início a essa empreitada.

3 – Conheça a sua empresa a fundo

Ferramentas como a já citada análise SWOT ajudarão você a conhecer a sua empresa a fundo. Essa é uma parte de grande importância dentro do planejamento estratégico, porque é através desse amplo conhecimento sobre o estado atual do negócio que conseguirá tomar decisões que o encaminhem para onde deseja.

4 – Crie planos realistas e baseados em dados

É também através do conhecimento em relação a como sua empresa está agora que poderá traçar metas possíveis de serem alcançadas. Por isso, tenha sempre o cuidado de se basear em dados, em todos os setores, financeiro, vendas, marketing, recursos humanos. Assim, se evita tomar grandes decisões considerando meros achismos e que não representam a realidade.

5 – Realize testes para verificar suas suposições

Se tiver alguma ideia para algum setor da sua empresa, realize testes para verificar a viabilidade dela. Através desses experimentos, verá se existe algum detalhe que precisa ser ajustado e saberá se vale a pena levar o projeto adiante, podendo tomar decisões com mais confiança e reduzindo os riscos.

6 – Envolva a equipe no planejamento

Por mais que as grandes decisões do negócio sejam sua responsabilidade, é interessante envolver a equipe no planejamento estratégico. Afinal de contas, cada colaborador tem a sua expertise e, com isso, pode contribuir com a sua visão mais aprofundada de cada área.

7 – Defina as estratégias que serão aplicadas

Cada meta precisa de uma estratégia para que seja alcançada, por isso, essa é uma parte fundamental dentro do planejamento, que não é à toa que é chamado de estratégico. Se a meta em questão é desenvolver um novo produto, as estratégias envolvidas podem ser: realizar uma pesquisa sobre o que a concorrência está fazendo e fazer uma pesquisa com as tendências de mercado, por exemplo.

8 – Revise o planejamento frequentemente

O planejamento é um direcionamento para tomar decisões, mas é preciso ter a consciência de que ele não é uma lei, um padrão que nunca muda. O mercado está em constante transformação e as empresas que desejam se manter competitivas precisam se adaptar. Por isso, esteja pronto para revisar frequentemente o seu plano.

9 – Saiba adaptar seus planos quando necessário

Ao notar que uma meta que fazia sentido há um tempo, agora já não faz mais, o melhor a fazer é adaptar. Esteja preparado para isso para evitar se frustrar, crie o planejamento já sabendo que provavelmente ele será alterado, mas que, de qualquer maneira, aquelas informações ali descritas são muito importantes.

10 – Entenda que planejar é uma habilidade que pode sempre melhorar

Por fim, é preciso saber que planejar é uma habilidade e, como acontece com qualquer outra, quanto mais praticar, melhor planejador irá se tornar. Conforme for ganhando experiência, terá mais confiança e conhecimento, o que fará toda a diferença na hora de seguir cada uma das etapas aqui descritas e planejar.

Benjamin Franklin, fundador dos Estados Unidos, tem uma citação que mostra a importância do planejamento, que diz: “Ao não se preparar, você está se preparando para o fracasso”. Portanto, se planeje, saiba onde está e para onde deseja ir, esse é o primeiro passo para alcançar o sucesso.

Gostou do artigo? Aproveite para levá-lo adiante, compartilhando-o em suas redes sociais!

 

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.


*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010