Preocupação excessiva com a vida profissional: principais sintomas e consequências

preocupacao-excessiva-profissional
O desemprego causado pela crise econômica do país, trouxe problemas na saúde física e mental da população.

A crise econômica que o país ainda enfrenta, resultou em inúmeras consequências como, aumento da inflação, diminuição da renda e desemprego. Para não cair em dívidas, os brasileiros tiveram que mudar seus hábitos e implementar novos comportamentos.

Devido a redução do salário, a perda de empregos e o aumento nos preços, muitas pessoas perderam o seu poder de compra; gastos com roupas e sapatos, itens supérfluos, carros, imóveis e eletrônicos deixaram de fazer parte do orçamento da população. As dificuldades para pagar contas básicas como aluguel, água, luz e telefone aumentaram, outro fator foi a diminuição de atividades de lazer, como idas ao cinema e comer fora.

Ainda no intuito de reduzir custos, muitas pessoas mudaram para casas menores, cortaram planos de saúde, colocaram os filhos em escolas públicas, passaram a usar transporte público, começaram a comprar produtos similares e agora esperam para comprar em promoções.

A crise também afetou as empresas, muitas precisaram diminuir sua infraestrutura, demanda de produtos/serviços, salários, jornada e até mesmo o quadro de colaboradores.Com tantas adversidades, esperar pela resposta de determinada vaga de emprego, ficou ainda mais difícil.

Com o desemprego, as pessoas precisaram mudar não apenas seus hábitos, como também a forma de procurar emprego e trabalhar. Muitos estudantes, que antes não costumavam trabalhar, agora querem entrar no mercado de trabalho para ajudar na renda familiar, por não acharem emprego na área, as pessoas acabam aceitando vagas para outras funções, existem também, aqueles que enquanto não encontram emprego fixo, fazem trabalhos como freelance e ainda existem as pessoas que aproveitam o desemprego para empreender.

Como o desemprego pode afetar a vida da pessoa

A crise e o desemprego atingem também, a sua saúde física e mental das pessoas. Devido a sensação de insegurança e frustração causadas pela dificuldade em conseguir um emprego, muitas pessoas estão preocupadas em relação ao seu futuro e situação financeira.

Todo esse contexto pode resultar em:

  • Ansiedade;
  • Dificuldade de raciocínio;
  • Vulnerabilidade;
  • Desmotivação;
  • Problemas para analisar novas possibilidade de mercado;
  • Comportamentos negativos;
  • Estagnação;
  • Aumento do estresse;
  • Insônia;
  • Dores no corpo;
  • Depressão;
  • Fobias;
  • Irritabilidade;
  • Reações por impulso;
  • Distanciamento dos amigos e familiares;
  • Compulsão alimentar;
  • Vícios.

O que fazer para manter a calma com o desemprego

Ter um currículo atualizado e ir atrás de emprego, são apenas duas medidas que a pessoa deve tomar em tal situação. Para que a ansiedade não tome conta, existem outros fatores que precisam ser levados em conta. Saiba mais:

Autoconhecimento

A partir de tal habilidade, a pessoa consegue identificar suas qualidades, pontos de melhoria, pensamentos, padrões de comportamento, etc. Através desse processo, o indivíduo é capaz de controlar seus sentimentos, reações e se preparar para os imprevistos.

Motivação

O desemprego é um momento bastante delicado, então, para que ele não afete negativamente a vida da pessoa, ela deve identificar quais são os seus objetivos e assim, manter-se motivada com base nos mesmos.

Foco

É comum a pessoa ficar estagnada ao passar pelo desemprego, não tomar iniciativa e não aproveitar as possibilidades a sua volta. É preciso que o indivíduo compreenda as mudanças do momento, entenda a sua atual realidade e reprograme suas ações com foco no futuro para reverter tal situação.

O primeiro passo para evolução na comunicação é identificar seu nível de felicidade! Faça o nosso teste e descubra qual o seu nível de felicidade!

Oportunidades

O desemprego traz insegurança, mas pode ser a porta para novas oportunidades. Esse é o momento para a pessoa repensar sua vida profissional, dar espaço para os seus sonhos, começar a empreender ou transformar um hobby em uma atividade remunerada.

Positividade

Estar desempregado já é uma situação delicada, por conta disso, a pessoa deve evitar o negativismo e o medo. Pensar em momentos bons, procurar relaxar, ver o momento com uma perspectiva positiva e focar naquilo que já foi conquistado são ações muito importantes.

Exemplos

A crise econômica afetou toda a população, contudo, algumas pessoas conseguiram obter sucesso, mesmo com tantas adversidades. Nesse sentido, é importante tirar aprendizados com estas pessoas: o que elas fizeram? Quais foram suas estratégias? O que elas têm a dizer?

Networking

Ter uma rede de relacionamentos é fundamental para conseguir um novo emprego. Através do networking, a pessoa é capaz de conversar sobre seus projetos, trocar ideias, experiências e conhecer gente nova.

Redes Sociais

É importante que as redes sociais sejam utilizadas para valorizar a vida do indivíduo, tanto em âmbito pessoal quanto profissional. Portanto, é preciso repensar no que escrever, postar e compartilhar, pois muitas empresas estão antenadas nas redes sociais e elas são verdadeiros cartões de visita.

Capacitação

O desemprego pode ser um ótimo momento para a pessoa buscar por capacitação profissional através de leituras, cursos online, palestras e workshops. Dessa forma, o indivíduo acompanha as tendências de mercado e se prepara para as oportunidades que podem surgir.

Não importa se o país passa por uma crise econômica ou se você está desempregado, é importante manter a calma e seguir alguns passos para que a insegurança e a ansiedade não afetem a sua saúde física e mental e não tornem o momento ainda mais caótico. Com determinação e esforço, você será capaz de enfrentar as adversidades e aproveitar tal momento para se desenvolver e crescer como pessoa e como profissional.

Você já passou por um período de desemprego? Tem outras dicas para que a pessoa enfrente esse momento? Compartilhe e comente o conteúdo nas redes sociais.

Copyright: Lesterman.

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds