Aprenda como elaborar um estudo de viabilidade econômica de projetos

O estudo de viabilidade econômica pode fornecer informações precisas ao gestor que pretende abrir um novo negócio ou expandir a sua empresa.

Ao começar um projeto, seja a abertura de uma empresa, seja a expansão do seu negócio, é totalmente necessário que antes você analise a viabilidade do seu plano. As variáveis do mercado, a concorrência, seu público-alvo, tudo isso deve ser levado em conta e pode fazer a diferença entre o êxito e o insucesso do seu planejamento. Ou seja, não basta apenas ter uma boa ideia, a sua empresa precisa estar economicamente preparada para tornar isso possível.

Entenda como este processo funciona e como elaborar um estudo de viabilidade econômica de projetos no artigo de hoje aqui do Portal IBC.

Um bom gestor utiliza as melhores ferramentas a fim de otimizar seus processos!
Preparei uma lista com as melhores ferramentas otimizar seus processos, acesse!

O que é um estudo de viabilidade econômica?

O estudo de viabilidade econômica consiste em avaliar se determinado projeto é realizável ou não. É uma ferramenta capaz de fornecer informações a respeito da sua rentabilidade e qual o seu impacto na empresa. Seu objetivo é prever ou antecipar os cenários otimistas e pessimistas de um plano.

No estudo de viabilidade econômica são realizadas análises de mercado, produtos e serviços da empresa, receita, projeção de custos e investimentos, rentabilidade, concorrência e vantagens sobre a mesma, taxa de consumo dos clientes, taxa interna de retorno, fluxo de caixa, tendências do ramo de atuação, capital de giro, valor presente líquido, mão de obra necessária, payback, faturamento, entre muitas outras questões.

O conjunto dessas informações permitirá que o gestor defina diretrizes e estratégias bem-sucedidas e projete um plano de expansão viável e que evolua de forma segura e com projeção de faturamento.

Sendo assim, percebe-se que a ferramenta não é utilizada sozinha, é embasada em muito estudo e se faz totalmente necessária antes de você investir todo seu dinheiro em um projeto que talvez só traga problemas e dívidas. O ideal é que você mantenha o documento sempre atualizado, acompanhando os passos da empresa, assim você estará informado da realidade do seu negócio.

Como elaborar um estudo de viabilidade econômica de um projeto?

Para realizar esta análise, alguns passos precisam ser seguidos pelo responsável por executá-lo. Veja quais são eles a seguir:

Projeção de receitas

O primeiro passo para se fazer uma análise de viabilidade e a realização de uma projeção de receitas, que nada mais é do que a identificação da possibilidade do projeto gerar receita e rendimentos para aquele que está investindo nele.

Para isso, é necessário conhecer com profundidade o mercado, para que assim seja possível fazer uma projeção de números reais e alcançáveis. Além disso, é fundamental que se façam, inicialmente, projeções com até 50% da capacidade de se gerar retorno, para que esta seja altamente realista, assim como projetar também o crescimento para as receitas em si.

Projeção de custos, despesas e investimentos

A principal função da projeção de custos, despesas e investimentos e justificar a projeção de receitas que foi feita anteriormente. Isso quer dizer que, para que o seu projeto ganhe forma, você terá de fazer alguns investimentos, bem como arcar com alguns gastos, como a compra de maquinário, o pagamento de colaboradores, a aquisição de matéria-prima, entre outros exemplos.

Lembre-se também de incluir uma projeção de reinvestimentos, levando em consideração que, tanto a estrutura da empresa ou do projeto, quanto o mercado em que se deseja investir, pode e vai mudar enquanto este estiverem ganhando forma.

Projeção dos fluxos de caixa

Quando falamos em fluxo de caixa, estamos nos referindo à movimentação financeira que acontece em uma empresa ou com relação a um projeto, ou seja, ao dinheiro que entra e que sai diariamente. Para obtê-lo, é preciso analisar a diferença existente entre a projeção de receita que será feita e a projeção de despesas.

Avaliação dos indicadores

Este é o ponto em que será feita a análise dos indicadores relacionados ao projeto. Entre eles, os principais a serem analisados são:

Valor Presente Líquido (VPL)

O VPL é o que vai analisar todos os fluxos de caixa relacionados ao projeto em uma data só. Isso quer dizer que, de todos os fluxos de caixa serão descontados a uma Taxa Mínima de Atratividade (TMA), até que se chegue à data em que foi realizado o investimento. A partir disso, será feita a soma de todos os fluxos que citei e em seguida a subtração do montante que foi investido.

A partir deste cálculo, se o resultado obtido for positivo, entende-se que é o projeto pode gerar lucros. Em caso de resultado zerado ou nulo, pode-se dizer que o projeto vai pagar seus custos e despesas, porém, sem gerar lucro para o seu investidor. Já se obtivermos um resultado negativo, as chances do projeto gerar prejuízo são consideráveis.

Taxa Interna de Retorno (TIR)

Entre os indicadores a serem analisados este é o que representa a possibilidade do projeto ser rentável ou não. É uma taxa percentual, que segue a periodicidade dos fluxos de caixa avaliados, ou seja, se estes forem mensais a TIR também será mensal, se forem anuais, ela será também anual.

Para a análise da TIR é necessário ter em acesso à TMA, para que se possa fazer uma comparação entre as duas, e compreender se:

  • A TIR for maior que a TMA, o projeto é viável e ainda gera lucro;
  • Se as duas taxas forem iguais, o projeto paga o que foi investido, porém sem gerar nenhum lucro;
  • E se a TIR for menor que a TMA, o projeto não paga o investimento realizado e mais uma vez nos deparamos com um cenário de prejuízos.

Payback

Já o Payback trata-se do indicador que nos possibilita entender o tempo que verdadeiramente o projeto vai levar para se tornar rentável, viável e gerar retorno para o investidor. Ele pode ser calculado de duas maneiras:

  • A primeira é por meio do payback tradicional, que não considera o valor do dinheiro investido no tempo;
  • E o payback descontado, que faz a utilização da TMA, para fazer o desconto dos fluxos de caixa analisados, trazendo-os à mesma data do que foi investido inicialmente.

Vantagens do estudo de viabilidade econômica

Com o estudo de viabilidade econômica, o gestor consegue, através de projeções assertivas, ver o retorno do investimento e, assim, pode decidir se o projeto deve ou não continuar. Outra grande vantagem é a possibilidade de se realizar comparações, tanto na própria empresa (em um certo período de tempo) ou entre outras empresas do mesmo ramo.

Com o documento de estudo de viabilidade econômica elaborado, é possível que você desenvolva um projeto que leve em conta as particularidades do mercado, a capacidade interna da sua empresa e investimentos relativos à administração e marketing, bem como o cliente do seu negócio, visto que este exige cada vez mais produtos e serviços de qualidade. Assim, todo o conjunto permitirá que a sua gestão funcione de forma eficaz e, consequentemente, gere lucro para a sua empresa.

Baixe agora mesmo uma lista com ferramentas de gestão sensacionais!
Aplique-as e torne seus processos de gestão cada vez mais eficazes!

O estudo de viabilidade econômica exige análises detalhadas e criteriosas da empresa em questão, portanto, nem sempre o gestor sabe por onde começar ou ao mesmo entende de fato o seu negócio, o mercado e seu cliente. Desta maneira, o Coaching é uma metodologia abastecida de ferramentas capazes de fornecer uma consultoria empresarial apta a auxiliar o gestor a quebrar suas barreiras limitantes, bem como capacitá-lo na condução do seu negócio.

Você conhecia o estudo de viabilidade econômica? Tinha ideia do quanto ele poderia ser eficiente na abertura de uma empresa ou expansão de um projeto? Deixe o seu comentário, falando sobre o que achou do conteúdo, e lembre-se de compartilhá-lo, com seus amigos, em suas redes sociais, para que eles também aprimorem seus conhecimentos sobre este assunto.

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Imagem: Peshkova / Shutterstock

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010