A importância do Networking

Network – Entenda a importância de se construir boas relações profissionais

Com o aquecimento do mercado de trabalho, consequentemente, a concorrência também aumentou. Ter um bom currículo, uma boa formação acadêmica e conhecimentos de línguas são requisitos básicos para conseguir uma boa colocação profissional. Além disso, é necessário considerar o networking, que nada mais é do que o ato de criar uma rede de contatos.

Saiba mais sobre o networking

O networking é uma poderosa ferramenta, tanto para quem quer entrar no mercado de trabalho, quanto para quem deseja avançar dentro da empresa na qual já trabalha. Afinal de contas, ter habilidades técnicas é essencial, mas também é preciso que as pessoas te conheçam e lembrem de você caso fiquem sabendo de alguma oportunidade na sua área. Nesse sentido, quanto mais bem relacionado for, melhor será para sua carreira.

Um erro muito comum é o de só se preocupar com o networking apenas quando precisa usá-lo. Atitudes assim podem acarretar efeitos negativos, pois pode soar como falsa a aproximação. É necessário criar vínculos profissionais desde a formação acadêmica. Palestras, reuniões e conferências são ótimos meios de conhecer pessoas interessantes, assim como eventos sociais, esportivos e culturais. A rede deve ser construída de forma natural.

Além disso, é importante que você tenha organizado em um local (agenda, celular, planilha, rede social específica) com os dados das pessoas que conhece, identificando suas áreas de atuação e habilidades. Redes sociais como: Facebook, LinkedIn e Instagram abrem oportunidades para você aumentar sua rede de contatos.

No entanto, é preciso seguir algumas regras, pois sair adicionando todo mundo não quer dizer que será bem-sucedido. Deve-se estar atento, ainda, às formas e estratégias para realizar uma abordagem adequada.

É necessário entender que investir na construção de um bom networking não se trata de burlar as regras do processo seletivo ou estabelecer relações movidas simplesmente por interesse. É importante ter a percepção que o networking funciona como uma via de mão dupla, em que deve haver a troca de informações, conhecimentos, indicações, de forma natural, pois essa ajuda mútua é o que traz os benefícios reais aos profissionais com uma boa rede de contatos.

10 Dicas para fazer networking de forma eficaz

Depois de entender melhor o que é networking e sua importância, chegou a hora de saber como colocar esse conceito em prática. Como dissemos, esse é um processo contínuo que você pode começar já durante a sua formação profissional. Veja, a seguir, dicas poderosas que irão te ajudar.

1 – Construa conexões verdadeiras

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que a sua intenção deve ser sempre a de construir conexões verdadeiras e nunca fazer contatos apenas para se beneficiar. Lembre-se que todo relacionamento para ser duradouro precisa acontecer por meio de uma via de mão dupla. Além do mais, como mencionado anteriormente, não se deve fazer networking apenas em caso de necessidade, quando estiver procurando um emprego, por exemplo.

2 – Ouça as pessoas com atenção

O ato de ouvir, embora básico, é praticamente um diferencial na sociedade em que vivemos. Muitas pessoas desejam apenas falar e, com isso, deixam de ouvir e acolher totalmente o que o outro diz. Se você deseja construir conexões verdadeiras, ouça o outro, porque assim irá conhecê-lo melhor e criar conexões verdadeiras, algo fundamental para construir uma rede de contatos poderosa.

3 – Seja você mesmo

Quando se trata de conhecer gente nova, muitos se sentem inseguros, com medo de se aproximar. A verdade é que, na hora de fazer networking e criar conexão, não existe segredo, basta que seja você mesmo. Por mais que existam dicas para tornar o processo mais proveitoso, a base de qualquer atitude deve ser a sua essência.

Se você é uma pessoa naturalmente reservada, não há motivos para fingir que é extrovertida, basta que se abra, mas sempre dentro daquilo que fizer sentido para a sua personalidade.

4 – Demonstre interesse pelas pessoas

As pessoas gostam quando os outros se interessam por elas, as ouvem, fazem perguntas. Por isso, sempre que conhecer alguém com quem queira criar conexão, aja dessa forma, mas, claro, sendo sempre verdadeiro. Caso encontre uma pessoa depois de algum tempo sem vê-la, pergunte como está sua família, seu trabalho, cite algo que ela tenha comentado no último encontro, isso mostra que é um indivíduo atencioso.

5 – Amplie seus horizontes

Evite fazer contatos apenas na sua área de atuação, amplie seus horizontes. Profissionais da área jurídica, por exemplo, podem atender empresas e indivíduos dos mais diferentes segmentos, o mesmo se aplica às áreas da saúde, contabilidade, educação e tantas outras.

Dessa maneira, lembre-se de participar de eventos de outros setores, como feiras e palestras de assuntos do seu interesse, por exemplo, e que não sejam, necessariamente, da sua área.

6 – Seja agradável e receptivo

Por mais que uma rede de contatos tenha o objetivo central de estar ligada à carreira, devemos sempre nos lembrar que somos todos seres humanos. Por essa razão, procure ser agradável e receptivo para passar ao outro a mensagem de que está aberto a construir esses relacionamentos.

Pequenos gestos te ajudarão nessa missão, como sorrir mais, ser gentil, enviar uma mensagem no dia do aniversário das pessoas ou quando ficar sabendo de um marco especial na vida delas. Existem muitas formas, cabe a você optar por aquelas que fizerem mais sentido dentro do nível de proximidade que possuem.

7 – Indique seus contatos para oportunidades

Lembra-se da vida de mão dupla? Em vez de desejar fazer networking apenas para conseguir boas oportunidades, procure fazer o mesmo pelos outros. A empresa para a qual trabalha está precisando de um serviço que um dos seus contatos oferece? Indique!

Quanto mais indicações fizer, maiores são as chances que retribuam e façam o mesmo por você. Apenas tome cuidado para fazer isso de maneira assertiva e não apenas para mostrar que se importa, tenha critérios ao indicar.

8 – Mantenha contato

Não basta conhecer pessoas, trocar cartões de visita e procurá-las apenas quando precisar, é preciso manter contato, porque é assim que se cria conexão. Hoje, com as facilidades da tecnologia, isso ficou bem mais fácil. Você pode utilizar as redes sociais, o e-mail, os aplicativos de mensagem e, claro, marcar encontros presenciais sempre que possível. Isso torna os relacionamentos mais sólidos e verdadeiros.

9 – Utilize o poder das redes sociais

Por falar nas redes sociais, elas são uma ótima aliada do networking. Há algum tempo, o LinkedIn era a plataforma mais indicada para contatos profissionais, mas, hoje em dia, o Instagram e o Facebook também se tornaram opções interessantes.

A melhor forma de utilizá-las dentro desse contexto é curtindo e comentando as postagens das pessoas que admira e que façam parte da sua rede de contatos. Na dica número 4 falamos sobre o quanto as pessoas gostam de ser prestigiadas, portanto, faça isso e mostre que torce pelo sucesso delas.

10 – Mostre-se disponível

Por fim, é essencial que se mostre disponível para as pessoas que desejarem se conectar com você. Se enviarem uma mensagem, responda, seja receptivo. É claro que não precisa estar à disposição dos outros o tempo todo, mas existem formas de demonstrar sua atenção. Aceite os convites que te fizerem, vá a eventos que os seus contatos promoverem, se faça presente.

Quem é visto é lembrado!

Como diz o ditado, quem não é visto não é lembrado e o objetivo do networking é que aconteça exatamente o contrário e você seja visto e lembrado pelas pessoas. Pense bem, quando você precisa contratar um serviço ou adquirir um produto, procura por empresas totalmente desconhecidas ou acaba indo naquela que já conhece?

É claro que existem exceções, contudo, na grande parte dos casos, damos preferência para o que conhecemos e confiamos, isso é natural no ser humano. Por essa razão, é importante que te conheçam como profissional, saibam da sua expertise e se simpatizem com você pessoalmente, porque isso também conta.

Muitas organizações preferem anunciar vagas internamente para que os seus colaboradores sugiram candidato e, assim, aumentarem as chances de fazerem boas contratações. É claro que as habilidades e competências dos cargos são avaliadas, não é apenas o bom relacionamento que será considerado, mas o fato de ser alguém conhecido, mesmo que indiretamente, acaba gerando mais confiança.

Se você deseja ter uma carreira de sucesso, além de buscar uma formação de qualidade, se especializar e buscar a evolução contínua, é preciso que, também, construa uma rede de contatos poderosa, em que um ajude o outro, indicando o trabalho, dando boas referências, trocando conhecimento e experiências. É isso que dá sentido ao networking e o torna uma ferramenta tão importante.

Não tenha medo de se aproximar, se apresentar, conhecer pessoas novas, indicar o trabalho delas, prestigiá-las. Esses pequenos gestos fazem toda a diferença e contribuem para que construa conexões e seja lembrado e requisitado. Vale lembrar que, embora o objetivo inicial do networking seja fazer contatos profissionais, pode acontecer de fazer boas amizades ao longo do caminho. Mas, claro, sempre com muita naturalidade, porque nada conecta mais do que a verdade.

Este conteúdo te ajudou de alguma maneira? Aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais, para levar a informação adiante!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.


*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010