15 livros sobre amor que indicamos a leitura

Livros de amor

Livros de amor – Veja as dicas

 

O artigo de hoje é especial, pois vamos conversar sobre um dos sentimentos mais bonitos que existem: o amor. Sem o amor entre familiares, amigos e até pela profissão muita coisa no mundo não seria possível. Para incentivar o seu lado mais amoroso, fizemos uma lista com 15 livros sobre amor para você começar a ler agora mesmo.

Por aqui, você vai encontrar desde clássicos até os best-sellers da literatura. Não importa qual seja a categoria, os livros vão estimular muito além do seu não só lado mais sentimental. Isso acontece, pois a leitura de um romance implica em você conhecer mais de si mesmo e ainda ampliar seus conhecimentos históricos a respeito do cenário que o livro apresenta. Você pode aprender sobre a geografia do local, fatos históricos, organização da sociedade e até aprender filosofias que jamais achou que entenderia.

Quer eliminar hábitos tóxicos da sua vida?

Preencha AGORA o formulário para saber como!

logo detox branca

Vamos começar a lista? Acompanhe!

  • “Livro Orgulho e Preconceito”, de Jane Austen (1775-1817)

A obra-prima da escritora britânica Jane Austen retrata a história romântica de um casal inglês pouco convencional do início do século XIX. Além dos diálogos inteligentes e da narrativa de paixão, o livro é uma verdadeira aula de história a respeito de como a sociedade inglesa se estruturava na época, evidenciando os problemas sociais e de gênero.

  • “Romeu e Julieta” de William Shakespeare (1564-1616)

A obra-prima sobre o casal de adolescentes Romeu Montecchio e Julieta Capuleto, retratada inúmeras vezes por diversos seguintes artísticos, é uma tragédia escrita entre 1591 e 1595 escrita pelo inglês William Shakespeare. Usando a cidade italiana de Verona como cenário, o autor desenrola o amor proibido de dois jovens de famílias rivais. Percebendo que o sentimento violento da vingança das suas famílias não vai deixar com que os dois fiquem juntos tranquilamente, eles optam por se despedirem desse mundo.

  • “Como eu era antes de você” de Jojo Moyes (nascida em 1969)

Neste livro, a autora britânica Jojo Moyes conta a história da Louisa Clark e de Will Traynor. A moça consegue um emprego como cuidadora de um mal-humorado Will, que vive em uma cadeira de rodas. Com muito jogo de cintura e uma presença de espírito incrível, ela consegue dar mais alegria a vida do moço. E, é claro, ele também compartilha os seus conhecimentos com ela.

  • “O amor nos tempos do cólera” de Gabriel Garcia Marquez (1927-2014)

Essa é uma das obras-primas mais famosas do escritor colombiano Gabriel Garcia Marquez. A história narra a saga de amor de Fermina Daza e Florentino Ariza, que não podem concretizar um relacionamento, pois são de castas sociais diferentes. Mesmo com Fermina se casando com Juvenal Urbino, o amor entre ela e Florentino é uma chama que nunca morre. Longe da simplicidade, a leitura passeia por belos cenários da Colômbia de forma complexa e densa.

  • “O morro dos ventos uivantes” de Emily Brontë (1818-1848)

Esse clássico da literatura retrata a história da Catherine Earnshaw e seu irmão adotivo Heathcliff. Fugindo dos clichês e das saídas óbvias, a autora britânica Emily Jane Brontë entrega um romance cheio de lições importantes e que trazem os sentimentos relacionados ao amor de forma bonita e profunda.

  • “O corcunda de Notre Dame” de Victor Hugo (1802-1885)

O autor francês usa a cidade parisiense da Idade Média como pano de fundo de uma complicada história de amor, que se mistura com platonismo e possessividade. O arcediago Claudio Frollo adota Quasímodo, uma criança corcunda e caolha. Apesar de esse ser um ato bonito, ele apenas trata o moço como escravo. O tempo passa e Paris vive tempos em que as ruas são cheias de mendigos, artistas de ruas e ciganos. A Esmeralda é uma cigana que adora dançar e que se vê apaixonada por Febo, da guarda real. Porém, ele não gosta verdadeiramente dela. Enquanto isso, o Claudio nutre paixão por ela também, só que como se ela fosse uma posse. Ao mesmo tempo, o Quasímodo também passa a gostar da moça, só que ele o faz de um modo genuíno.

  • “Outlander: a viajante do tempo” de Diana Gabaldon (nascida em 1952)

A escritora americana apresenta a história da enfermeira Claire Randall que dá um salto no tempo, partindo de 1945 para 1743. Imagine o que essa mulher tem que passar para se adaptar a realidades tão diferentes? Para completar, ela ainda está longe do homem que ama, pois ele ficou nos anos 40.

  • “Amor Natural” de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

Estava faltando um livro de poemas nesta lista, não é mesmo? Esta é uma coletânea póstuma de poemas do autor brasileiro, uma das maiores mentes da literatura nacional. Longe de ser o típico livro de amor, cada linha dos poemas trata o amor de forma natural e até divertida. Este é um livro pronto para quem quer fugir da convenção que o sentimento pode ter quando representado de forma artística.  

Você já perguntou a si mesmo se é verdadeiramente feliz?
Clique aqui e descubra qual é o grau da sua felicidade!

  • “E o vento levou” de Margaret Mitchell (1900-1949)

Usando o período que antecede a Guerra Civil dos Estados Unidos como cenário, a autora americana conta a história da jovem mimada Scarlett O’Hara, que vive no sul do país. Ela não consegue o casamento que tanto deseja, mas conhece um jovem aventureiro que a leva a construir uma narrativa que ela nunca imaginou. Enquanto isso, a guerra toma forma e a violência ganha intensidade e faz suas vítimas naquela região e em toda a nação.

  • “Anna Kariênina” de Liev Tolstói (1828-1910)

Enquanto você lê a respeito do triângulo amoroso entre Anna Kariênina e dos condes Alexei Alexandrovich Karenin e Alexei Kirillovich Vronsky nos belos cenários da cidade de São Petersburgo. Só que isso é apenas um pano de fundo para retratar os pontos fracos e as mais profundas camadas do machismo da sociedade russa.

  • “O grande Gatsby” de F. Scott Fitzgerald (1896-1940)

O escritor americano apresenta a história dos jovens apaixonados Gatsby e Daisy. Apesar do amor, ela se casa com Tom. O resto da trama se desenrola a partir dessa decepção amorosa.

  • “Água para Elefantes” de Sara Gruen (nascida em 1969)

A autora canadense mostra a história de Jacob Jankowski, um estudante de veterinária que passa a trabalhar no circo e que conhece o amor da vida dele. Nesse livro, o circo serve como cenário para uma narrativa de amor não só de um casal, mas também pela profissão e pelos animais.

  • “Memorial do Convento” de José Saramago (1922-2010)

Passando bem longe de qualquer escrita convencional, o autor português conta o romance entre Baltasar e Blimunda. O cenário para essa trama cheia de pontos fantásticos é a construção do Palácio Nacional de Mafra, ou simplesmente, Convento, em Portugal.

  • “Pra lá do fim do mundo” de Larry McMurtry (1936)

Este livro apresenta a narrativa de amor entre um casal, além de retratar o amor pelos amigos, trabalho e a vida. Usando o velho-oeste como cenário, o autor americano cria uma trama cheia de saídas inteligentes e que estimulam muitas reflexões para o seu dia a dia.

  • “Dom Quixote de La Mancha” de Miguel de Cervantes

Vamos fechar essa lista com um clássico da literatura. O escritor francês conta a história de um cavaleiro medieval que se perdeu na vida, pois leu muitos romances de cavalaria. De repente, ele está vivendo em uma Espanha que já está na Idade Moderna.

E aí, faltou algum livro nessa lista? É só escrever nos comentários!

Copyright: 753694939 – https://www.shutterstock.com/pt/g/maskarad

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010