Características de uma pessoa eclética

Pessoa Eclética Conheça as principais características de uma pessoa eclética

 

Ter preferências bem diversificadas para filmes, música e literatura, ter amigos de estilos diferentes e se dar bem com todos, gostar de sair para locais que não combinam entre si são apenas algumas das características de alguém eclético. Mas, você sabe o que significa essa palavra, afinal? De acordo com o dicionário Priberam, a palavra “eclético” se refere àquela pessoa que gosta de coisas de natureza diversas e de tendências divergentes. 

A palavra eclética derivou de uma linha da ciência chamada ecletismo, que é um método científico de pesquisa, que busca reunir diferentes teorias, para estudar um determinado objeto. E então esse termo acabou sendo aproveitado para caracterizar um comportamento humano.

Ficou interessado em saber mais sobre pessoas ecléticas? É só continuar lendo para saber um pouco mais!

Quer saber mais sobre a metodologia do coaching?

Vamos liberar o acesso para você só hoje!

Como identificar um indivíduo eclético

Você pode conviver com uma pessoa eclética e nem saber, pois está tão acostumado com sua convivência que nem percebe. Ou você mesmo pode ser o eclético da turma e também não reparou nisso sobre sua personalidade. Já pensou em analisar esse dom com um pouco mais de atenção? 

Confira a lista a seguir com alguns dos principais itens da personalidade do eclético, que você pode reparar em si mesmo ou nas outras pessoas com quem convive. Veja:

  • Facilidade e habilidade para se relacionar com pessoas diferentes

 

Geralmente as pessoas ecléticas têm amigos de várias tribos, ou seja, que possuem estilos de vida diferentes entre si. A lista de convidados da festa de aniversário dessa pessoa pode ter o roqueiro convicto, o fã de sertanejo universitário, o CEO de uma empresa, aquele que trabalha por conta própria, sem ter um só lugar para morar, o casal homossexual e o casal conservador, por exemplo. 

Todos juntos conversando e convivendo em harmonia, pois estão celebrando mais um ano de vida de um amigo. Isso demonstra que, além de não se importar com gostos diferentes, o eclético consegue conversar com pessoas de todos os níveis hierárquicos e sociais sem problemas ou discriminações.

Essa característica mostrada tem dois ótimos pontos positivos para um profissional, que é a capacidade de se comunicar com diferentes tipos de público e a habilidade de construir e sustentar relacionamentos interpessoais. Do outro lado da moeda, o excesso de amizades ou coleguismos com pessoas muito diferentes pode dificultar os encontros com todos e até o desenvolvimento de um laço mais profundo.

  • Análise para tomada de decisões

Por vezes, uma pessoa eclética pode se sentir perdida em relação ao que deseja. Ela gosta de tantas coisas diferentes, ao mesmo tempo em que tem dificuldade em escolher apenas uma para focar e seguir em frente. Por exemplo, um jovem eclético de 17 anos que deve escolher um curso para prestar vestibular pode ficar na dúvida entre a graduação de engenharia mecânica ou letras, alternativas totalmente opostas.

De um lado isso pode ser bom, pois ao ficar indeciso, o indivíduo pesquisará mais e refletirá sobre cada opção. O ato pode até ser considerado calculista dependendo do tempo e do tanto de análise que leva. Porém, por outro lado, isso pode se tornar um problema sério quando se fala de decisão profissional. Um colaborador precisa ser capaz de exercer o pensamento rápido e tomar decisões ágeis, principalmente em momentos difíceis.

  • Busca por saciedade

Por querer e gostar de diferentes áreas e estilos, o indivíduo que é eclético pode nunca se dar por satisfeito. Ele quer sempre aprender mais, descobrir um novo assunto, experimentar uma nova profissão ou abrir um negócio.

Claro que esse modo de vida pode ser interessante se pensarmos que é excelente sempre buscar por novas oportunidades e estudar outros assuntos, por exemplo. Ao mesmo tempo em que isso pode ser agonizante, caso a pessoa não consiga ter uma vida pessoal e profissional estáveis por conta dessa constante falta de satisfação.

  • Conhece bem seus gostos pessoais

Uma pessoa eclética conhece e se relaciona bem com os diversos estilos dos mais variados níveis de existência que envolvem a vida. Porém, isso não significa que é uma pessoa indecisa, muito pelo contrário. 

O fato de uma pessoa eclética estar em contato profundo com a diversidade significa que ela conhece uma variedade de possibilidades e justamente por isso consegue entender bem o que gosta ou desgosta. 

Por exemplo, ter amigos de diversas tribos não significa que você necessariamente leva sua vida de acordo com os princípios de todas essas tribos. Pelo contrário, essa pessoa possui seus próprios princípios e convicções, os conhece bem, sabe o que motiva suas escolhas e mesmo assim respeita as diversas motivações que existem nas pessoas. 

  • É uma pessoa livre de preconceitos

A pessoa que é considerada eclética desenvolve fortes vínculos interpessoais com os mais variados tipos de pessoas. Isso seria possível se a ela fosse preconceituosa? Claramente a resposta é não. 

O nível de envolvimento conectivo que o indivíduo eclético desenvolve com os demais requer necessariamente que ela não realize julgamentos sobre essa diversidade com a qual está em contato.

Ao invés de julgar as escolhas, princípios e motivações das pessoas que são diferentes dele, ele está aberto a entender o outro em sua essência e conhecer o que lhe é diferente. Essa autenticidade na relação com outras pessoas que faz com que a pessoa eclética desenvolva de fato bons relacionamentos interpessoais. 

  • Está sempre aberto para conhecer algo novo

Conhecer algo novo implica em conhecer algo que seja diferente do que você está acostumado. Isso requer que você esteja de peito aberto para essa nova experiência. Você acha que se posiciona dessa forma quando está diante de uma nova situação inusitada? Ou geralmente fica com medo quando em face de uma mudança, por exemplo?

A pessoa eclética geralmente não terá medo de experimentar o que lhe é novo. Isso porque muito dificilmente fará pré-julgamentos sobre o novo que se apresenta para ela. 

A ausência de preconceito em relação às pessoas também se manifesta na ausência de preconceito com relação a novas experiências para o indivíduo eclético. De fato, ecletismo e preconceito são conceitos opostos e não conseguem se manifestar na mesma pessoa. Ou seja, é incoerente uma pessoa ser eclética e preconceituosa. Se uma pessoa é eclética, ela não é preconceituosa. Via de consequência, o contrário também é verdade. 

  • Está aberta a mudar de opinião 

Apesar de conhecer bem seus gostos e convicções, o eclético está aberto também a mudar de opinião. Conhecer coisas e pessoas diferentes faz com que a pessoa eclética esteja em constante contato com percepções distintas que são diferentes da sua própria. Isso pode levar essa pessoa a perceber que determinada perspectiva talvez faça mais sentido em sua vida e decida mudar de ideia. 

Ainda, como os ecléticos não possuem problema em conhecer e experimentar coisas novas, isso já os deixa mais propensos a mudar de ideia com relação a algo que conheciam. Às vezes também pode representar uma fase de vida que faça mais sentido para esse indivíduo. 

Você deve estar atento que não há nada de errado em mudar de ideia ou de opinião, isso representa na verdade maturidade e autoconhecimento. Representa também a evolução que se espera que os indivíduos possuam em sua vida. 

  • É uma pessoa coerente em suas atitudes

O profundo conhecimento que o indivíduo eclético possui de si próprio sobre seus gostos e convicções faz com que suas ações sejam coerentes com o que acredita. Em verdade, era esperado que todas as pessoas, ecléticas ou não, fossem assim. Por isso aquela máxima popular de “Faça o que eu falo e não o que eu faço” se mostra tão verdadeira em nosso cotidiano. 

A pessoa eclética possui um alinhamento grande sobre o que fala e o que faz. Isso é uma característica notável sobre essas pessoas. E por não ser uma regra as pessoas serem coerentes com o que pensam e o que fazem, essa característica diferencia os ecléticos dos demais.

Se você leu sobre todas essas características, refletiu sobre si próprio e chegou a conclusão de que talvez não seja uma pessoa eclética, não tem problema! Existem outras habilidades que afloram nos indivíduos que também são valorizadas. 

Mas cabe uma reflexão de que se você não se achou uma pessoa coerente, talvez seja a hora de começar a praticar esse princípio. Ser uma pessoa coerente deve ser uma regra em nossa sociedade e começar por você pode fazer uma grande diferença em sua vida e na vida das pessoas ao seu redor.

Existem pontos negativos em ser uma pessoa eclética? 

Das características que listamos acima, algumas já sugerem que podem representar um lado negativo se não for dosada na vida da pessoa eclética. Ou seja, todas essas características podem ser pontos negativos do eclético, desde que ele permita que seja uma característica negativa. 

Entretanto, de maneira geral essas características em uma pessoa eclética dificilmente terão esta conotação negativa em sua personalidade, especialmente por serem pessoas extremamente coerentes com seus princípios e atitudes. 

Às vezes o que se observa são pessoas altamente confusas se proclamando ecléticas em nome de serem aceitas em seus meios sociais. Isso na verdade mostra a ausência de autoconhecimento do indivíduo, ainda mais em relação às suas próprias crenças. 

Essas pessoas confusas, geralmente são indecisas, ao contrário das pessoas que de fato são ecléticas, pois como vimos antes os ecléticos são convictos de seus gostos pessoais e não hesitam quando precisam escolher algo.

Como gerenciar o ecletismo

Como tudo na vida, o equilíbrio é o objetivo. O balanço entre a vida pessoal e a profissional que parecer mais saudável para você é o ideal. Para chegar ao nível de bem-estar é preciso analisar suas metas em todos os âmbitos da vida e o que você faz ou fará para alcançá-las. Claro que não é uma tarefa fácil, mas não é impossível. Isso vale para todas as pessoas, inclusive as ecléticas.

Como você leu acima, nem toda característica de uma pessoa assim é 100% positiva ou 100% negativa. É preciso se conhecer bem para não deixar que alguma das características acima venha a te prejudicar de alguma forma. 

Mesmo que seja extremamente positivo e interessante ser uma pessoa eclética, esse fato não dispensa que você procure se conhecer cada vez mais e melhor. Existem diversas maneiras de praticar o autoconhecimento, às quais você pode recorrer, inclusive fica aqui uma sugestão de tentar algo novo de peito aberto! 

Buscar esse conhecimento de si próprio ajuda a gerenciar o ecletismo que existe em você, evitando que possa vir a ter ou desenvolver alguma característica em nível prejudicial para si próprio. Ainda, se conhecer bem só faz com que você reforce as características positivas da sua personalidade e ajuda a explorar a sua potencialidade máxima nos mais variados aspectos da sua vida. 

Você acha que é uma pessoa eclética? Se não é, acha que pode se tornar uma? Identificou alguém do seu convívio social que tenha de fato tais características? Fale mais sobre este assunto conosco, nos comentários e aproveite para compartilhar esse artigo com os seus amigos em suas redes sociais.

 

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Ecletismo
https://www.jrmcoaching.com.br/blog/o-que-e-uma-pessoa-ecletica-pontos-positivos-negativos/

 

Copyright: 654529480 – https://www.shutterstock.com/pt/g/stockfour

 

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010