Comportamento antissocial: você se identifica?

Comportamento Antissocial

Conheça os sintomas do comportamento antissocial

 

Na sociedade, é bastante comum vermos pessoas sendo chamadas de anti sociais por não gostarem muito de sair de casa ou serem tímidas e reservadas. Contudo, é importante destacar que, dentro da área da psicologia, o termo comportamento antissocial tem outro significado.

O comportamento antissocial é caracterizado pelo desprezo ou transgressão das normas da sociedade, frequentemente associado a um comportamento ilegal.

De acordo com o cientista comportamental norte-americano Murray Sidman, na obra Coerção e suas implicações, de 1995, os indivíduos antissociais aprendem a comportar-se dessa forma à medida que seus atos produzem como consequência a remoção ou a eliminação de eventos perturbadores, ameaçadores ou perigosos, de forma que ele consiga livrar-se, fugir, esquivar-se ou diminuir a frequência ou a intensidade de uma estimulação considerada negativa.

No entanto, ter comportamentos antissociais em algum momento da vida não indica necessariamente um transtorno de personalidade antissocial (também conhecido como psicopatia ou sociopatia).  Entenda melhor!

Tenho um convite especial. Quer se conhecer melhor?
Clique aqui e aprenda muito mais sobre si mesmo!

O que é o comportamento antissocial

O ser humano é um ser social e, embora uns sejam mais extrovertidos e outros tímidos, a verdade é que a interação faz parte da vida e é necessária. Seja em casa, com a família, no trabalho ou nas atividades de lazer com os amigos, nós fazemos parte de grupos sociais no dia a dia e as atitudes que cada um tem dentro desses grupos causam impactos que podem ser tanto positivos quanto negativos e que dizem muito sobre a personalidade de cada indivíduo. É na convivência dentro desses grupos que o comportamento antissocial se destaca, por isso é fundamental ficar atento à forma que você se comporta!

O ato de manter uma relação amigável e respeitosa com os outros é considerado como um comportamento pró-social, pois promove a união e a boa convivência. Por sua vez, o comportamento antissocial é aquele em que o indivíduo age de forma contrária, causando prejuízo, direto ou indireto, para si e, também a outras pessoas, animais, ao meio ambiente ou a sociedade de uma forma geral.

Atos como violência, desrespeito, mentira, roubo, intimidação e depredação são exemplos de conduta antissocial, pois vão contra a ideia que se tem de vida social positiva e colaborativa.

Transtorno de personalidade antissocial

O chamado Transtorno de Personalidade Antissocial se refere aos indivíduos que têm conduta inadequada com frequência. Para eles, não há o certo e o errado como conhecemos e, além disso, não há a preocupação em respeitar o espaço, as regras e os direitos das outras pessoas.

Alguns especialistas atribuem esse transtorno aos chamados psicopatas ou sociopatas, que são aqueles que cometem crimes e não são capazes de sentir arrependimento ou remorso. Contudo, é importante deixar claro que não há um consenso entre a sociedade médica a respeito desse assunto.

Sintomas do comportamento antissocial

De acordo com a professora do departamento de psicologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Janaína Thais Barbosa Pacheco, existem indivíduos que começam a apresentar sinais de comportamento antissocial ainda na infância, enquanto outros iniciam na adolescência.

Nesse contexto, é importante destacar que, no início da vida, muitas crianças podem agir de forma agressiva em certos momentos, o que não significa que se trate, necessariamente, de um caso de personalidade antissocial. Muitas vezes, trata-se apenas de uma dificuldade de lidar com os sentimentos, o que pode ser facilmente contornado pelo apoio e orientação dos pais.

O comportamento antissocial se apresenta através dos seguintes sintomas:

  • Impulsividade para agir;
  • Rebeldia;
  • Agressividade ao falar e agir;
  • Violação constante de regras;
  • Envolvimento em atividades perigosas;
  • Isolamento social;
  • Manipulação de outras pessoas;
  • Irresponsabilidade para cumprir com compromissos;
  • Ausência de sentimento de culpa e remorso.

Vale lembrar que não é possível dizer que uma pessoa tem comportamento antissocial por apresentar apenas uma das atitudes citadas, pois é necessário considerar um conjunto de fatores, como a intensidade e a frequência e também ter um laudo de um médico. Por isso mesmo, como se trata de algo bastante delicado, apenas um especialista em psiquiatria poderá confirmar se uma pessoa sofre deste problema e determinar o tratamento mais adequado para ela.

Quer eliminar hábitos tóxicos da sua vida?

Preencha AGORA o formulário para saber como!

logo detox branca

O que motiva esse comportamento

Assim como no caso de diversos outros distúrbios psicológicos, o comportamento antissocial pode ter tanto de origens genéticas quanto ambientais. Nesse sentido, uma pessoa que vem de uma família com histórico desse problema pode vir a apresentá-lo também, ou pode ter origem em traumas, como diversos tipos de abusos vividos na infância, abandono, agressões psicológicas e a falta de estrutura familiar, por exemplo.

Um indivíduo que cresceu em um ambiente negativo e não aprendeu a importância da empatia, tem maiores chances de apresentar o comportamento antissocial. O ato de se colocar no lugar do outro para medir as suas ações é muito importante e deve ser ensinado às crianças desde cedo.

Como evitar esse tipo de atitude

Quando as causas do comportamento antissocial são genéticas, não há como evitar o transtorno, apenas atenuá-lo e acompanhá-lo com ajuda profissional para que o indivíduo possa ter uma vida normal. Nesses casos, é criada uma rotina focada no diálogo, respeito e amor, ajuda a evitar que ela venha a apresentar atitudes inadequadas.

É importante buscar o apoio e tratamento adequado, que irá variar de acordo com o grau do problema e, também, a idade do indivíduo. Geralmente, os especialistas indicam um conjunto de medidas, para que uma complemente a outra. É fundamental que toda a família ofereça a apoio e esteja unida para que o resultado seja produtivo.

Paralelamente ao tratamento médico, é possível ajudar a pessoa com comportamento antissocial a lidar com as suas emoções e com o convívio com as pessoas com metodologias que visam o aprimoramento e desenvolvimento do ser humano, como o Coaching, por exemplo. Clique aqui e conheça o Professional & Self Coaching e veja como ele pode ajudar.

Caso alguma pessoa próxima a você apresente o comportamento antissocial, ofereça apoio e incentive-a a buscar o tratamento adequado. Evite julgamentos, pois eles apenas irão deixar a situação ainda mais delicada do que ela já é. Cada indivíduo tem a sua história e as suas razões de ser, então, ter empatia é fundamental para que o outro possa se tratar corretamente.

Gostou do tema? Aproveite para compartilhar este artigo em suas redes sociais e levar a informação para que mais pessoas possam entender esse problema. Compartilhe!

 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Copyright: 1085837063 – https://www.shutterstock.com/pt/g/gaudilab

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010