Confira 4 dinâmicas rápidas para fazer em grupo

Confira 4 dinâmicas rápidas para fazer em grupo

Dinâmicas em grupo são excelentes ferramentas organizacionais para estimular a motivação e trabalho em equipe

No dia a dia das empresas, existem muitas ferramentas de gestão que ajudam na liderança e na motivação das pessoas. Entre elas estão às dinâmicas rápidas, recursos que ajudam os profissionais de RH e os líderes no gerenciamento das equipes. Na prática, estes exercícios, entre muitos benefícios, ajudam a desenvolver nos colaboradores habilidades-chave, como incentivam sua motivação, produtividade, ajudam a melhorar a comunicação e o relacionamento interpessoal, o foco, engajamento e o trabalho em equipe.

Baixe aqui o nosso manual completo sobre dinâmicas

Pesquisas apontam também que as dinâmicas de grupo ajudam a melhorar o processo de socialização entre os membros da empresa e também que elas potencializam o aprendizado dos profissionais neste ambiente. Neste sentido, segundo Vygotsky (1981), este método é muito importante para promover a aprendizagem participativa, que é quando, em conjunto, as pessoas colaboram mutuamente para o progresso umas das outras.

Por que Fazer Dinâmicas Rápidas?

Toda organização é essencialmente formada por pessoas. Como tal, é preciso buscar inovar e ter sempre a mão mecanismos efetivos para manter sua motivação, engajamento e produtividade sempre em alta. Para que as metas e objetivos sejam alcançados plenamente também é necessário que o senso de grupo seja frequentemente alimentando. Considero fundamental reiterar esta ideia porque sem um ambiente de trabalho cooperativo, por melhores que sejam os profissionais, dificilmente a equipe conseguirá ter um desempenho acima da média.

Para apoiar as empresas nestes desafios, as dinâmicas rápidas trazem muitos benefícios. Elas ajudam, por exemplo – a promover novos insights e aprendizados, a motivar e elevar a energia das pessoas, a quebrar aquele gelo inicial quando o profissional acaba de chegar à empresa e ainda se sente num ambiente desconhecido. Apoiam ainda na incorporação de um novo membro a um grupo mais antigo, como também na integração dos colaboradores de uma mesma equipe ou de departamentos ou áreas diferentes. Em resumo, são ferramentas indispensáveis à boa Gestão de Pessoas.

Neste sentido, outro ponto importante que vale destacar é que estes exercícios promovem o desenvolvimento e o aprimoramento constante da comunicação interpessoal; elemento-chave ao sucesso de todo negócio, seja qual for o seu porte ou segmento. Na prática, é o que permite aos profissionais se conhecerem melhor, trocar informações, experiências e conhecimentos e saber um pouco mais sobre a profissão, experiências e as funções dos seus colegas.

Esta troca é sempre muito rica, pois permite eliminar distanciamentos, alinhar o foco e os objetivos da equipe e criar aquele espírito de grupo tão essencial à construção de grandes resultados. Além disso, realizar dinâmicas rápidas é fundamental para aproximar o líder dos seus liderados, criar sinergia, empatia, identificar e desenvolver suas habilidades e conquistar sua cooperação.

Quando Usar uma Dinâmica de Grupo?

Sentir o momento do grupo é muito importante para definir quando é o tempo certo de aplicar uma dinâmica rápida. Pode ser que este instante seja na hora de apresentar e integrar um novo colaborador ao grupo; de desenvolver alguma competência específica nos seus profissionais ou de elevar a motivação para iniciar com pé direito aquele projeto importante.

Portanto, para identificar o timing certo é preciso estar sempre atento ao que acontece ao seu redor, de modo a entender o momento da empresa e dos seus colaboradores e escolher o exercício com o foco e o aprendizado corretos.

Pensando nisso fizemos um super ebook sobre dinâmicas!

Baixe aqui o nosso guia completo com mais de 30 dinâmicas para aplicar em diversas situações

4 Dinâmicas Rápidas para Fazer em Grupo

Nada como ter sempre um bom leque de dinâmicas rápidas para aplicar junto à equipe e promover de forma contínua ensinamentos e aprendizados profissionais e também pessoais. Confira quatro ideias fáceis e poderosas:

Dinâmica da Ilha Deserta

Imagine que você foi parar numa ilha deserta! Quem do seu trabalho gostaria que estivesse com você desbravando este lugar novo e desconhecido? O objetivo desta dinâmica rápida de grupo, que parece bem simples à primeira vista, é mais do que saber quem são os seus amigos na empresa, mas verificar como está qualidade dos relacionamentos interpessoais dentro da equipe e, como os colegas enxergam uns aos outros em seu dia a dia.

Por isso mesmo, esta atividade é uma ferramenta importante para avaliar a situação atual do clima no ambiente de trabalho e definir estratégias mais efetivas para unir o grupo, dirimir conflitos e criar maior empatia, sinergia e intercolaboração entre os seus membros.

Como realizar – para realizar este exercício você precisará de lápis, folhas de papel em branco e envelopes. Dentro de cada um, deverá ser colocado um breve questionário com as seguintes perguntas:

  • Se você estivesse perdido numa ilha, quem do grupo gostaria que estivesse com você lá?
  • Se tivesse que organizar um evento ou uma festa importante, qual dos seus colegas gostaria que te ajudasse nesta empreitada?
  • Se ganhasse uma viagem de cruzeiro com três acompanhantes, quem seriam as três pessoas deste grupo que você escolheria para ir contigo?

A Dinâmica – reúna o grupo e distribua os envelopes com as questões para cada um responder individualmente e de preferência, sem que o colega veja o que escreveu. Para que todos se sintam confortáveis, explique que não é necessário assinar as respostas e ressalte também que os participantes da dinâmica podem responder o que quiser, pois as respostas são confidenciais.

Em seguida, recolha todos os envelopes com as respostas e some os resultados individuais de cada um dos profissionais que participaram do exercício. Depois, além de dar os feedbacks, em particular, para cada um sobre a sua qualificação na dinâmica da ilha deserta, os resultados devem ser utilizados pela organização para promover ações de melhoria continua nas relações interpessoais e na comunicação da equipe.

Dinâmica do Desafio

O objetivo desta dinâmica é fazer com que a equipe esteja sempre aberta a novos desafios. A intenção é mostrar como é importante iniciar novos ciclos e incentivar a que o grupo esteja mais motivado e confiante para encarar novos projetos, ter novas ideias e conquistar as novas metas da empresa também.

Como realizar – para aplicar a “dinâmica do desafio” será necessário dispor de uma caixa preta ou escura sem transparências. Dentro deste caixinha, deverá conter instruções sobre o que deve ser realizado no exercício. Estas orientações são os desafios, que devem ser escolhidos pelo realizador conforme os ensinamentos que deseja propor aquela equipe especificamente.

Em seguida, divida os participantes em dois grupos, com número igual de pessoas. Fome um círculo e coloque-os lado a lado, sendo que a posição de cada um deve ser sempre alternada, ou seja, com um membro de cada equipe do lado do outro. Isso quer dizer que integrantes do mesmo grupo, em hipótese alguma, poderão ficar juntos.

Feita esta organização inicial, é hora de iniciar realmente o jogo. Para isso, entregue aleatoriamente a “caixa do desafio” para uma das pessoas do círculo. O próximo passo é explicar como será o exercício.

A Dinâmica – Informe que dentro da caixa há um importante desafio a ser realizado pelos participantes. Para iniciar a competição, uma música irá tocar e as pessoas neste momento devem fazer a caixinha circular. Quando a canção parar, quem estiver com o pacote nas mãos terá três alternativas:

  1. Tentar cumprir o desafio apresentado;
  2. Passar o desafio para outro membro do seu grupo;
  3. Passar a caixinha de desafios para alguém do grupo adversário.

Se a pessoa que ficou com a caixa nas mãos aceitar e realizar com sucesso o seu desafio, ela ganhará para seu grupo três pontos e não precisará pagar nenhum mico. Porém, se não realizar, além de ser excluída do exercício, terá que pagar uma prenda e sua equipe perderá quatro importantes pontos.

Quando a pessoa que ficou com a caixa não aceitar o desafio, ela também deve ter a chance de optar por uma das alternativas acima, contudo, não poderá devolver a caixa para a mesma pessoa que lhe deu. O grupo tem no máximo três vezes, a opção de escolher fazer não o desafio. Lembrando que a cada rodada serão aplicados também novos desafios.  Na quarta vez, o participante que pegar a caixa terá que realizar, obrigatoriamente, o que está sendo pedido.

Contudo, ao abrir a caixa pela última vez, a pessoa vai encontrar uma caixa de chocolates com o delicioso desafio: coma à vontade. Surpreendente, não é mesmo? A intenção é descontrair o grupo e mostrar, por meio desta poderosa metáfora que, muitas vezes, a melhor alternativa é encarar os desafios de frente, com coragem, garra e determinação, do que passar a oportunidade para o seu concorrente.

Dinâmica da Ilha do Tesouro

Como diz o ditado – a união faz a força! Por isso, quanto mais os profissionais de um mesmo grupo estiverem com sua motivação e engajamento em alta, focados, vestindo a camisa da empresa e com seus objetivos e metas bem alinhados, melhores e mais positivos serão os resultados do negócio também.

A Dinâmica da Ilha do Tesouro envolve estratégia e intercolaboração, elementos essenciais a que os profissionais, no dia a dia, consigam realizar suas tarefas e atingir seus alvos com sucesso.

Como realizar – para este exercício você precisará de uma caixinha de chocolates e algumas folhas de jornal. Forme duplas com os participantes.

Pegue uma folha de jornal, abra e coloque-a numa das extremidades da sala, com a caixinha de bombons por cima da página. Na outra ponta, faça o mesmo com o resto do jornal e coloque uma folha para cada dupla. O objetivo é chegar ao outro lado da ilha e conquistar o tesouro: os chocolates.

A Dinâmica – cada par deve ficar em cima da sua folha de jornal e usá-la como ferramenta para chegar até o seu objetivo. Não pode rasgar o papel, nem colocar os pés no chão. Portanto, podem se mover apenas por meio do jornal. Caso alguém toque no piso de propósito será eliminado da prova. Um grande e divertido desafio. Mas como vencer e ganhar os doces?

Eis o xis da questão, pois só é possível chegar ao outro lado da ilha, se as duplas se unirem para vencer o desafio. Ou seja, se subirem no mesmo jornal e forem alternando as suas folhas, de passo em passo, até chegar à outra extremidade. Caso dois grupos cheguem ao mesmo tempo até o delicioso tesouro, os chocolates devem ser divididos entre eles.

Se nenhuma dos pares entender a lógica da brincadeira, dentro do tempo da dinâmica, finalize o exercício e mostre como devem fazer para ganhar o prêmio. Ao final, reúna as pessoas em seus lugares, peça feedbacks sobre os seus aprendizados e ressalte a importância do trabalho em equipe e da colaboração de todos para se atingir os resultados esperados com mais inteligência, rapidez e sucesso.

Dinâmica das Mãos Dadas

Esta dinâmica tem como objetivo central estimular a liderança informal e situacional entre os profissionais e ressaltar o valor do trabalho em equipe. É uma forma lúdica de incorporar reflexões e mostrar como juntos, os profissionais podem construir resultados muito mais sólidos e extraordinários.

Como realizar – para realizar você vai precisar de uma cartolina colorida. Em seguida, reúna as pessoas, peça que todos façam um círculo, deem suas mãos e busquem memorizar o colega que está do lado direito e do lado esquerdo.

Na sequência, peça aos participantes que soltem as mãos e se movimentem tranquilamente pela sala. Alguns segundos depois; coloque a cartolina colorida no chão, de preferência no centro da sala. O próximo passo é pedir para que todos os participantes se posicionem em cima dela e mesmo apertados, que tentem ao máximo ficar sobre o papel.

Agora, peça que todos tentem lembrar quem eram os seus colegas, da direita e da esquerda e, sem sair de cima da cartolina, que todos tentem dar as mãos para eles e refazer a roda original. Ao realizar a tarefa, todos terão vencido e aprendido uma importante lição: que juntos são mais fortes e podem sempre mais quando conseguem unir suas competências e trabalhar em equipe.

E aí, gostou das dinâmicas rápidas? Todas elas são propostas interessantes, que trazem aprendizados positivos e que podem verdadeiramente potencializar o desenvolvimento dos seus profissionais de forma rápida e efetiva. No dia a dia são essenciais, pois ressaltam e valorizam o sentimento de grupo.

Portanto, pode contar com ferramentas de gestão como estas faz realmente muita diferença na rotina do líder que deseja crescer, uma vez que sempre precisa se reinventar, estar atento ao que acontece ao seu redor e trazer formas novas de desenvolver, motivar, engajar, corrigir e unir sua equipe. Aproveite as dicas, aplique as dinâmicas e potencialize os seus resultados!

O curso de coaching vai te ajudar a ter mais habilidades de gestão dentro de sua vida profissional!

SAIBA MAIS SOBRE O CURSO

 

Gostou do artigo?

Desenvolva mais técnicas de gestão e torne-se um líder preparado com o e-book Dinâmicas de grupo. Preencha o formulário, é de graça.

Créditos da Imagem: Phovoir / Shutterstock

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010