Conceito de Gestão de Pessoas

Gestão de Pessoas Descubra a importância do departamento de gestão de pessoas em uma empresa


Muito se ouve falar sobre o departamento de Gestão de Pessoas nas empresas, mas você realmente sabe o que ele faz? Ele é responsável por administrar e gerir o capital humano das organizações.  Também conhecido como Departamento Pessoal – DP, é possível afirmar que este é o coração da organização, pois todos os processos pessoais de todos os colaboradores passam por essa área.

Às vezes você acha que não tem esse departamento em questão na sua empresa, mas se há uma área de Recursos Humanos – RH, a sua empresa é também preocupada com a gestão de pessoas. Mas se realmente não tiver, talvez este pode ser um momento de reflexão, para evoluir os conceitos, práticas e metodologias aplicados nesse departamento.

A Gestão de Pessoas vai se preocupar justamente com as pessoas de uma organização. Nesse sentido, as principais preocupações que um Departamento Pessoal possui são voltadas para capacitar os colaboradores, desenvolvê-los, mantendo-os motivadas, para que eles queiram continuar a trabalhar na empresa. 

Só com essa introdução sobre o que envolve a Gestão de Pessoas já dá para perceber sua importância para a empresa. Mesmo que a sua organização ofereça produtos, existe por trás da linha de produção uma capital humano, que consegue movimentar essa empresa. 

Se a sua organização tiver como operação final a prestação de serviços, nem se fala sobre a importância de nutrir um bom ambiente para as pessoas, já que são elas que vão desempenhar o trabalho, para que um serviço de qualidade chegue aos clientes

Se você ficou interessado e deseja saber mais sobre o assunto é só continuar lendo este poderoso artigo, que preparamos especialmente para você.

O que é a Gestão de Pessoas?

Uma empresa é feita de pessoas e elas que vão garantir o sucesso ou a falta dele em seus negócios, pois de nada adianta você ter todo o dinheiro do mundo para aplicar em um produto ou serviço se não há investimento o suficiente nos talentos que irão lhe ajudar a alcançar o patamar que você tanto deseja. Basta desenvolver um equilíbrio entre a ideia e os modos para executá-la.

Trata-se, portanto, a gestão de pessoas, de um conjunto de práticas voltadas para maximizar o potencial dos comportamentos humanos. Para que isso seja atingido, são aplicadas metodologias especificamente objetivadas a desenvolver o capital humano da sua empresa.

Fazer a Gestão de Pessoas é uma garantia de que todas as necessidades dos colaboradores serão atendidas e de que eles estarão dentro dos cargos e funções que têm a capacidade para exercer. Se você não conseguir ter esse controle, provavelmente terá problemas em gerir seu time, o que pode gerar conflitos internos, alta rotatividade de pessoas e, consequentemente, a baixa lucratividade e cancelamento de contratos da corporação.

Além disso, uma gestão de pessoas eficiente consegue fazer com que os seus clientes fiquem mais satisfeitos com o atendimento que recebem, uma vez que os colaboradores da empresa estarão mais engajados e comprometidos com os valores da organização. Esses aspectos fazem com que a empresa apresente um crescimento sustentável e saudável. 

A área de Gestão de Pessoas tem diversas funções importantes para sustentar o organismo de uma empresa. Confira os principais compromissos dela:

Construção, disseminação e sustentação da cultura organizacional

É preciso garantir que todas as pessoas que fazem parte da empresa, independentemente do cargo que ocupem, sigam alguns valores, que pautem suas atitudes e comportamentos, para a realização de um trabalho de excelência e uma convivência harmoniosa entre todos. Este é um dos principais papéis da Gestão de Pessoas dentro de todo e qualquer tipo de empresa.

Buscar formas de aperfeiçoar todos os processos internos constantemente

No mundo, de uma forma geral, mudanças acontecem o tempo todo. Nos negócios não é diferente. Sabendo disso, a área de Gestão de Pessoas tem como uma de suas principais funções aperfeiçoar constantemente, não só as suas ações, mas também os processos organizacionais internos, para que assim os colaboradores estejam sempre preparados para atender às demandas do mercado e, assim, garantir que a empresa alcance os resultados extraordinários que almeja.

Elaborar planos de desenvolvimento dos colaboradores

Outra grande preocupação que os responsáveis pela área de Gestão de Pessoas devem ter é em desenvolver formas e mecanismos para que os colaboradores se mantenham em constante crescimento e desenvolvimento. Para isso, é essencial elaborar planos de cargos e salários, bem como planos de carreira junto a eles, por exemplo, para que assim estes consigam ter êxito, não só profissionalmente, mas pessoalmente também.

Incentivar a obtenção de conhecimento

Além de plano de cargos e salários e plano de carreira, outra excelente forma de investir no desenvolvimento dos colaboradores é incentivá-los a participar de cursos, treinamentos, workshops, palestras, entre outras formas de aprimorar seus conhecimentos de maneira constante. Fazendo isso, garante-se que a performance destes profissionais seja cada vez mais aprimorada e, consequentemente, seja possível que todos alcancem os objetivos de carreira e também os empresariais.

Fortalecer a integração entre as áreas

Dentro de uma empresa é preciso que haja sempre coesão entre as ações de todos os departamentos e equipes que a compõem. Este processo é essencial, pois é através dele, ou seja, desta integração, que se torna possível preparar os profissionais, bem como a organização como um todo, para trabalhar com excelência e, assim, atingir as metas e objetivos propostos.

Resolução de conflitos

É comum nas empresas que os profissionais que dela fazem parte, em um momento ou outro, acabem se desentendendo e entrando em algum tipo de conflito. Neste sentido, a área de Gestão de Pessoas deve ficar atenta a questões como esta, para que assim seja possível tomar as medidas necessárias, para resolver estes conflitos rapidamente, e, com isso, evitar que o trabalho de todos seja prejudicado de alguma forma.

Comunicação assertiva com os colaboradores

Além de tudo o que citamos até aqui, outra grande responsabilidade da área de Gestão de Pessoas é garantir uma comunicação assertiva e eficiente entre empresa e colaboradores.

Neste sentido, os profissionais responsáveis pela área têm como atribuição desenvolver mecanismos para estabelecer uma comunicação transparente, clara e objetiva, para, assim, evitar, por exemplo, fofocas, conflitos, desentendimentos e promover harmonia e a realização de um trabalho de excelência por todos que fazem parte da organização.

Recrutamento e seleção

Entre os compromissos da Gestão de Pessoas de uma empresa, está fazer a seleção de pessoas que sejam ideais para cada cargo dentro da organização, avaliando não só as competências básicas dos candidatos como também se os mesmos possuem perfil adequado para integrarem os times disponíveis. 

Este processo é essencial para contribuir para montar equipes preparadas para alcançar os resultados extraordinários almejados, tanto pela empresa como um todo, quanto pelos profissionais, que estão em construção de suas carreiras.

Além disso, esse setor tem papel fundamental na contratação e promoção de colaboradores. Veja algumas das funções relacionadas a esse assunto:

  • Análise e descrição de cargos;
  • Planejamento e administração de cargos e salários;
  • Recrutamento, seleção, admissão e demissão de funcionários;
  • Orientação e integração de novos colaboradores;
  • Criação de incentivos e benefícios;
  • Plano de retenção de talento;
  • Avaliação de desempenho.

Viu como realmente quem trabalha com gestão de pessoas atua no órgão que bombeia o sangue para o resto da empresa?

Qual a importância desse departamento em uma organização?

Cada profissional de uma empresa tem personalidade, ambições e passados diferentes, por isso, a equipe de gestão de pessoas deve estar preparada para um papel, que vai além de um simples mediador. A área deve exercer:

  • Resolução de conflitos;
  • Cuidar dos interesses dos funcionários;
  • Estar atenta a quaisquer fatores que ameacem o desenvolvimento de tarefas;
  • Garantir de que todos estejam felizes e motivados dentro da organização, resultando no crescimento contínuo da mesma.

Um breve histórico sobre a Gestão de Pessoas

Inicialmente, as pessoas que faziam parte de uma empresa eram enxergadas apenas como um custo. Departamentos que podem ser considerados o início dos Departamentos Pessoais surgiram no século XIX e sua principal preocupação era medir os custos que os colaboradores tinham para a organização. 

Após isso, esse departamento adquiriu uma outra função que era a de manter a empresa em conformidade com a legislação que começou a vigorar. Dessa forma, no Brasil, a partir das décadas de 30 e 40, com a aprovação da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), as empresas começaram a contar com um profissional que acompanhasse o cumprimento das leis trabalhistas no dia a dia da organização. Este ficou conhecido como gerente de Recursos Humano ou RH. 

Com o passar dos anos, esse departamento foi se desenvolvendo e por meados dos anos 70 eles começaram a desenvolver um foco maior nas pessoas, deixando, com isso, de ser um departamento burocrático e com funções operacionais, para ter um viés mais humano. A partir de então é que as empresas começaram a traçar planejamentos estratégicos, com o intuito de desenvolver e reter talentos profissionais. Dessa forma, pode-se considerar que esse momento marcou o surgimento da gestão de pessoas.

Conheça alguns pilares para implementar a gestão de pessoas

Para que a sua gestão de pessoas seja eficiente é preciso desempenhar diversas ações que objetivem garantir o bem-estar dos seus colaboradores. Como já vimos, são várias as funções que estão inseridas em um Departamento Pessoal. Essas funções devem estar embasadas em alguns princípios, capazes de garantir que a gestão de pessoas seja de fato eficiente.

São cinco os pilares que podemos considerar, para que seja realizada uma gestão de pessoas eficaz e que seja capaz de gerar resultados. Vamos conhecer quais são esses pilares e aprender um pouco mais sobre cada um deles! Vejamos: 

  • Motivação 

Motivar os seus colaboradores deve ser o pilar central para iniciar as suas ações sobre gestão de pessoas. A motivação é capaz de fazer com que os colaboradores estejam comprometidos com o propósito da empresa, ou seja, incentiva as pessoas da equipe a darem o melhor de si, para terem uma performance cada vez melhor.

Dessa forma, quando se percebe um baixo rendimento e produtividade da equipe pode ser que essa equipe esteja desmotivada. Nesse caso é preciso identificar o que está causando essa desmotivação, para que seja corrigido e não gere impactos maiores na empresa, como a perda de colaboradores. 

Entender o que os profissionais de uma organização procuram em suas carreiras é importante para saber o que é necessário gerar, no sentido de manter o ambiente da empresa sempre motivador.

Por exemplo, ter um plano de carreira estruturado pode ser um benefício bem avaliado pelas pessoas que trabalham na empresa, já que elas vão ter uma noção palpável da evolução que podem alcançar dentro da organização. Ainda, benefícios financeiros e ter projetos desafiadores no dia a dia são também elementos capazes de deixar sua equipe motivada. 

Existem diversas estratégias que você pode adotar para conseguir deixar sua equipe motivada e comprometida com a organização. Procure conhecer o perfil dos colaboradores que trabalham com você e implemente ações que estejam de acordo com o que todos eles almejam. 

  • Comunicação 

Traçar uma estratégia que busque motivar a sua equipe é fundamental, porém sem uma boa comunicação esse plano estratégico não terá impacto. Ter um bom canal de comunicação interna é essencial para conseguir identificar problemas e implementar ações efetivas com sua equipe.

Para isso, é bom ter em mente que a comunicação interna deve ser clara e objetiva. Além disso, para que a sua equipe sinta confiança no seu ambiente de trabalho, deve haver transparência sobre as ações da empresa e que desconsiderem sensos de hierarquia, a fim de estimular, de fato, um diálogo franco.

Para isso, é bom instituir políticas de feedback, que ocorram com frequência, para que a instituição possa dar retorno sobre o desempenho de seus colaboradores, assim como para que as pessoas que compõem a equipe tenham abertura para falar sobre os descontentamentos que experienciaram no ambiente de trabalho. 

Não trate esse pilar da comunicação como insignificante para a gestão de pessoas, já que muitos problemas podem ser evitados e mesmo encarados de uma forma melhor, se houver uma conversa franca sobre essas questões. 

  • Trabalho em equipe

Estimular a liderança pode ser muito importante para uma empresa, mas é igualmente importante encorajar e estimular o trabalho em equipe. Nesse sentido, a gestão de pessoas precisa ter como uma de suas metas criar um ambiente propício a este processo.

A colaboração entre pessoas de uma equipe é capaz de diminuir os conflitos e fazer com que todos trabalhem juntos, para atingir as metas da empresa. O esforço coletivo também auxilia uma melhor produtividade e melhora de resultados da organização e dos negócios, de uma forma geral.

  • Conhecimento e competência

É importante que tanto a empresa como os colaboradores se conheçam a nível de suas competências. Para a organização é importante definir quais são as competências que deseja que as pessoas de sua equipe possuam para desempenhar determinada função. Ainda, com relação ao colaborador é importante que ele realize uma avaliação com relação às competências que tem e as que não tem. 

É bom ter em mente que muitas vezes competências podem ser desenvolvidas e nesse sentido a empresa pode auxiliar sua equipe a buscar desenvolver tais pontos.

  • Treinamento e desenvolvimento

É aqui que entra o auxílio que a empresa deve direcionar, para o desenvolvimento de seus colaboradores. A gestão de pessoas deve se preocupar com o crescimento dos colaboradores de sua organização e oferecer constantes treinamentos para sua equipe. 

Você sabe o que é turnover? 

Turnover é a taxa de pessoas que deixa a organização em um determinado período de tempo. Esse é um dos indicadores que quantificam um dos aspectos qualitativos da gestão de pessoas, uma vez que a taxa de turnover vai ser capaz de identificar como a retenção de talentos da sua empresa está se apresentando. 

Como já vimos um dos grandes objetivos da gestão de pessoas é criar e reter talentos e a taxa de turnover vai ser capaz de identificar se esse objetivo está sendo cumprido ou não. Nesse sentido, se você observar que esse indicador se encontra com uma taxa muito alta, é importante ir atrás e identificar o que está motivando as pessoas a quererem sair da organização, para que você seja capaz de corrigir esse problema e fazer que os investimentos que realiza na sua equipe seja capaz de gerar resultados para a organização. 

Mesmo que a taxa de turnover da sua empresa seja baixa, isso não significa que você deve relaxar sobre os assuntos tocantes à sua gestão de pessoa. Esse indicador positivo demonstra que sua política de gestão de pessoas está sendo efetiva, mas não significa que você deve parar de investir constantemente no bem-estar da sua equipe.

Realizar também uma constante política de feedback, para saber quais os motivos que fazem com que seus colaboradores queiram continuar a trabalhar na sua empresa, é algo de fundamental importância dentro de todo este processo. 

Perceber essas motivações e procurar fazer com que estejam constantemente melhorando também auxilia você a continuar deixando a sua taxa de turnover baixa. Ainda, essa melhoria constante do ambiente da sua empresa deve ser algo com o qual o seu departamento de Gestão de Pessoas deve se preocupar. 

Gostou de saber mais o que circunda esse grande tema que é a gestão de pessoas? Tem alguma prática que você não usa na sua empresa, mas que vai passar a adotar? Deixe aqui nos comentários o que achou sobre o nosso artigo e aproveite para compartilhar esse artigo com seus amigos em suas redes sociais!

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.

Copyright:  562314901 – https://www.shutterstock.com/pt/g/peshkova

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010