Personalização de conteúdo – O que é e como fazer?

produto em processo de customização

A personalização de conteúdo é uma ferramenta bastante efetiva para se aproximar de públicos em diferentes etapas da jornada do consumidor.

A personalização de conteúdo é uma ferramenta bastante efetiva para se aproximar de públicos em diferentes etapas da jornada do consumidor. Trata-se de uma estratégia para o desenvolvimento de materiais e ações de marketing específicas para públicos variados.

A companhia utiliza dados de mercado para oferecer experiências distintas de acordo com o momento que cada potencial consumidor vive. Continue lendo para saber mais sobre a personalização de conteúdo e como fazê-la. A sua empresa pode ter ganhos significativos em termos de aproximação e conversão de clientes.

Afinal, o que é personalização de conteúdo?

A estratégia de personalização de conteúdo foi desenvolvida para se alinhar ao estilo de consumo moderno. Antes, os consumidores não tinham muitas opções para atender as suas demandas. Com poucas empresas no mercado, era preciso se contentar com o que era oferecido. Contudo, atualmente, diferentes mercados ampliaram o leque de possibilidades.

A partir do momento em que os consumidores têm acesso a mais informações e alternativas, é necessário adotar novas estratégias. Em linhas gerais, a personalização de conteúdo consiste em oferecer mensagens, publicações e ofertas personalizadas para os diferentes consumidores. Essa personalização tem como base os dados de clientes ou usuários.

Um bom exemplo disso é a home de serviços de streaming, como Netflix e Amazon Prime. O que aparece na sua página de home é diferente do que aparece para outros usuários. As séries e filmes em destaque são escolhidos de acordo com o seu perfil, ou seja, os dados do que você assiste. O mesmo vale para e-mails marketing, muitos deles chegam a sua caixa de entrada com seu nome e com uma oferta especial para você.

Quais são os tipos de personalização de conteúdo?

É válido mencionar que a personalização de conteúdo não é exatamente uma ferramenta nova. As empresas investem nesse tipo de comunicação há décadas, no entanto, a tecnologia atual é responsável por potencializar essa estratégia. Confira, a seguir, quais são os tipos de personalização existentes e como podem ser boas metodologias para a sua empresa.

Personalização com base em segmentação de mercado

Esse é o tipo mais comum e tem como base tópicos como nacionalidade, estado civil, tendências de mercado, região, entre outros. São dados bastante úteis para o desenvolvimento de produtos e negócios. Contudo, por serem tão amplos não falam muito sobre os consumidores em si.

Personalização com base na jornada do cliente

Tipo de personalização que abarca todas as etapas percorridas pelo consumidor no decorrer do seu processo de compra. Essa jornada tem início no primeiro contato e prossegue até o pós-venda.

O mapeamento e delineamento da estratégia geralmente se baseiam na origem do acesso. Trata-se de uma estratégia que leva em consideração o grau de maturidade dos consumidores em sua jornada.

Personalização com base na persona

É fundamental que as empresas delineiem o perfil de persona de acordo com dados relevantes, como histórico de compra e estudos. A partir do conhecimento aprofundado do perfil é possível fazer uma leitura mais precisa das dores e desejos desses consumidores. Trata-se de uma estratégia válida para desenvolver campanhas, conteúdos e até produtos.

Personalização com nível individual

O tipo mais especializado de personalização, pois visa criar experiências realmente únicas. O foco está em oferecer uma experiência realmente personalizada e direcionada aos interesses dos consumidores. Atualmente, existem ferramentas tecnológicas que permitem realizar essa personalização avançada.

A base dessas tecnologias está nos chamados Sistemas de Recomendação (SR). Essa tecnologia engloba recursos como o chamado machine learning (aprendizagem de máquina) e o information retrieval (recuperação da informação). Trata-se de inovações tecnológicas que transformam completamente a experiência do usuário de internet.

Personalização de conteúdo: como fazer?

Como apresentamos acima, existem diferentes tipos de personalização de conteúdo e isso contempla técnicas distintas de aplicação. Contudo, há basicamente três passos para fazer essa personalização, explicaremos melhor a seguir.

Captura

Etapa em que é definida a forma como os dados serão coletados e quais informações são mais relevantes. Há diversas maneiras de fazer essa coleta, como estudos de mercado, navegação em páginas, pesquisas de satisfação, dados de terceiros (third-party), entre outros.

Análise

É importante pensar em um método de análise dos dados coletados que seja eficiente para o marketing da companhia. Geralmente, se mostra necessário utilizar ferramentas e plataformas específicas para tal análise, como CRMs.

Aplicação

Essa é a etapa em que os dados que foram analisados serão convertidos em ações práticas. Essa etapa pode contemplar desde a criação de personas até o desenvolvimento de novos produtos, passando por campanhas de marketing.

Dica

Empresas que desejam adotar o modelo de personalização com nível individual precisarão contar com ferramentas avançadas. A coleta de dados precisará ser feita de maneira mais efetiva para garantir que se tenha o panorama completo para análise. Os algoritmos são bastante importantes, sendo ideais para a execução dessas etapas de forma mais autônoma.

Personalização de conteúdo: por que é tão importante?

Hoje em dia, é quase impossível pensar no mercado consumidor sem a internet. Seja como um meio facilitador de compras ou simplesmente um meio de comunicação, a internet tem grande participação. E em paralelo ao fortalecimento dela como parte da lógica de mercado, cresceu a relevância da personalização de conteúdo.

O acesso à informação e opções fez com que o consumidor passasse a ser visto de uma forma diferente pelas marcas. O consumidor precisa ser impactado e conquistado para que decida comprar de uma determinada marca. Vivemos um momento em que as pessoas desejam viver uma experiência personalizada.

A consolidação dos sistemas de recomendação contribuiu significativamente para o crescimento da importância da personalização. No momento de comprar, as pessoas esperam que algo lhes seja recomendado.

Os consumidores passaram a ter maior poder de barganha diante de um cenário mais amplo de possibilidades. Empresas que não se valem da estratégia de personalização tendem a perder boas oportunidades de conquistar novos consumidores.

Gostou de saber mais sobre personalização de conteúdo? Aplique em sua companhia e observe os resultados! Aproveite também para deixar seu comentário sobre o assunto abaixo e enviar este conteúdo para alguém que possa se interessar pelo tema abordado.

Imagem: Por Uplight pictures

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63