Conheça 3 técnicas de entrevista de emprego para avaliar melhor os candidatos

Técnicas de entrevista de emprego Técnicas de avaliação para entrevista de emprego

Todos os dias, os profissionais de Recursos Humanos recebem currículos de profissionais ávidos por conquistar uma vaga de emprego e se manter no mercado de trabalho. Para escolher o candidato ideal para compor o quadro de colaboradores da organização, o método mais utilizado é a entrevista de emprego. Mas, como fazer a entrevista de emprego de forma mais eficiente?

Se você busca técnicas para aplicar nos processos seletivos da sua empresa, encontrará neste artigo. Falaremos mais sobre algumas estratégias poderosas que farão a diferença no seu negócio e contribuirão para que você selecione os melhores candidatos. Quer descobrir quais são essas técnicas? Continue a leitura! 

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Sobre se preparar para a entrevista de emprego

Muito se fala sobre o preparo do candidato para os processos seletivos e, principalmente, para a entrevista de emprego. Mas, os profissionais responsáveis pelo recrutamento e seleção em uma empresa também precisam se preparar para esse processo. 

Por isso, antes de escolher a técnica ideal para fazer uma entrevista, é importante considerar alguns tópicos. É preciso buscar formas e meios para fazer a entrevista ser mais eficaz, imparcial e livre de julgamentos desnecessários.

Confira algumas dicas para se preparar para a ocasião:

Você se conhece verdadeiramente? Quer conhecer?
Clique aqui e descubra muito mais de você mesmo!

1. Saiba como é o cargo e sua devida descrição

O recrutador deve compreender totalmente quais são as necessidades da vaga em aberto para que possa encontrar o melhor candidato. Se for possível conversar com o gestor da área que está procurando o profissional, é ainda melhor. Mais do que as competências técnicas, é essencial entender que alguns cargos demandam também competências emocionais. 

2. Informe-se sobre a situação atual

Verifique qual é a atual situação do cargo que é pleiteado pelos candidatos. Veja como é a gestão, o nível de disciplina, se o turnover é alto ou baixo. Caso essa vaga tenha grande rotatividade, pode significar que as seleções anteriores não foram feitas adequadamente. Logo, é imprescindível entender como corrigir esse ponto, realizando uma seleção mais eficiente.

3. Tenha um roteiro para a entrevista

Faça um roteiro para a entrevista. Neste roteiro, determine um tempo para cada assunto que deve ser abordado na entrevista. Abaixo apresentaremos uma sugestão de esquema para organizar o roteiro da entrevista:

Histórico Profissional (40% do tempo)

Nesse tópico é importante que o recrutador analise, em ordem cronológica, o histórico do profissional. Fique atento ao progresso dos seus conhecimentos, habilidades, gostos, dificuldades, sucessos e insucessos. 

Histórico Educacional (20% do tempo)

Também em ordem cronológica, avalie a formação cultural do candidato, observando, assim, a sua orientação vocacional. Busque compreender quais são os temas favoritos do candidato, como é a sua vida social, as escolas que frequentou e também suas atividades extracurriculares. 

Histórico Familiar (20% do tempo)

Verifique quais são os seus antecedentes familiares do candidato, o temperamento dele e tente entender qual é o seu status sócio-econômico. Esses tópicos ajudam a compreender mais efetivamente quem é a pessoa que está à sua frente. 

Ajustamento Social (20% do tempo)

É interessante também analisar o candidato em relação a como ele é com a sua família, perante a sociedade e em diferentes grupos sociais. O recrutador deve tentar conhecer mais sobre a estabilidade financeira e emocional do candidato para entender se ele é adequado para a vaga. 

4. Mantenha o controle da entrevista 

Tenha controle sobre a entrevista e, principalmente, não permita que haja divagações por parte do candidato. É importante que a entrevista seja espontânea, no entanto, o entrevistador também precisa ter algum controle para evitar que o tempo seja desperdiçado. 

O entrevistador deve se atentar especialmente ao tempo de duração da conversa. Estabelecer um tempo é importante para manter o controle e conseguir abordar todos os temas relevantes do roteiro. Confira abaixo alguns tempos para diferentes tipos de entrevista: 

Triagem (5 minutos)

Esse período de triagem funciona como uma entrevista preliminar para definir quais candidatos irão para a fase seguinte do processo seletivo. 

Entrevista simples (30 minutos)

Meia hora é um bom tempo para fazer uma entrevista simples com os candidatos para cargos de nível médio. 

Entrevista psicológica (90 minutos)

No caso de entrevistas com candidatos mais complexos para cargos gerenciais, por exemplo, é interessante reservar esses 90 minutos para aprofundar a conversa. 

5. Leitura do currículo

Leia atentamente os currículos dos candidatos antes da entrevista para ter mais facilidade de condução da conversa. Através dessa leitura é possível identificar tópicos que deverão ser abordados durante a entrevista e podem fazer do candidato em questão mais bem preparado para o cargo. 

6. Foco

Mantenha o foco em todas as etapas do processo seletivo, pois todas elas têm relevância na escolha de bons candidatos. As primeiras etapas são determinantes para escolher os candidatos com maior potencial. Já nas fases seguintes é essencial fazer uma comparação pertinente entre os candidatos que foram avançando no processo. 

7. Escuta atenta

Tenha uma escuta atenta com os candidatos para identificar os pontos mais importantes do que está sendo dito. O recrutador deve estar preparado para detectar até os pequenos detalhes que podem ajudar a entender se o profissional em questão está alinhado com a vaga. 

8. Organize a agenda de entrevistas 

Marque as entrevistas de acordo com o tempo que terá para conduzir o processo. O ideal é pensar em um sistema em que os candidatos tenham tempos iguais para interagirem com o recrutador. 

9. Planejamento 

Evite atrasos e avise antecipadamente caso haja imprevistos. Se for necessário, remarque a entrevista. O entrevistador também deve assumir uma postura profissional, pois os candidatos precisam ter uma visão positiva da organização. 

Feito isso, o próximo passo é escolher quais técnicas podem ser aplicadas nas entrevistas de emprego. Se você já se preparou para o processo, continue a leitura e conheça as técnicas que separamos para você! 

Conheça 3 técnicas de entrevista de emprego para avaliação dos candidatos

A seguir apresentaremos 3 técnicas eficientes de entrevista de emprego para avaliar os candidatos e assim encontrar os mais indicados para diferentes cargos. 

1. Simulação de vendas

Se o cargo é para a área comercial da empresa, é importante avaliar quais são as habilidades do candidato. Simule, então, uma situação em que o candidato precisa te vender algo, de preferência, algum produto vendido pela sua empresa. Antes disso, porém, fale sobre as características do produto. 

Feito isso, o próximo passo é avaliar quais as habilidades que o candidato tem para vender. Observe a abordagem utilizada, a linguagem, o poder de convencimento, entre outros fatores que são importantes para o cargo. Essa técnica pode ser usada também no caso de profissionais que deverão assumir cargos de liderança. Afinal, saber vender é essencial para ser um bom negociador

2. Wartegg

Esta técnica visa conhecer a personalidade do candidato com base em desenhos formados por um grupo de elementos gráficos. Tais elementos servem como ferramentas para que o candidato desenvolva temas de maneira pessoal. A técnica Wartegg pode ser aplicada também em entrevistas com grupos e dura entre 15 e 20 minutos.

Em uma folha, desenhe 8 quadrados e insira em cada um deles algum sinal-estímulo, pode ser um ponto ou uma linha. O candidato deverá completar esses desenhos e colocar a sequência de realização de cada desenho.

Na parte inferior da folha, o candidato deve escrever o que cada desenho significa. O entrevistador deverá perguntar quais foram os desenhos que o candidato gostou e quais ele não gostou.

Com base nas respostas, o entrevistador conhecerá a personalidade do candidato e avaliará se ele tem o perfil desejado para fazer parte do quadro de colaboradores da empresa. Essa é uma técnica que demanda conhecimento técnico do avaliador a respeito dos significados das formas desenhadas. 

3. Memorização

Se a capacidade de memorizar é um requisito importante para o cargo, use a seguinte técnica: antes da entrevista, escolha quais palavras você deseja que o candidato memorize.

Durante a entrevista, procure pronunciá-las e depois pergunte ao candidato se ele lembra quantas vezes as palavras que você escolheu foram ditas. O ideal é que, pelo menos, 40 por cento delas sejam lembradas.

E você, conhece alguma técnica de entrevista de emprego? Utilize o espaço abaixo para nos contar a sua experiência e a sua opinião sobre o assunto.

Se este conteúdo te ajudou de forma positiva e você acredita que poderá ajudar outras pessoas, compartilhe em suas redes sociais!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Copyright: 260006294 – https://www.shutterstock.com/pt/g/nivens

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds