Como sair da zona de conforto?

Estar na zona de conforto é estar perfeitamente acomodado à sua rotina, não se arriscar e aceitar as coisas como elas são.

Muitas vezes, adotamos uma série de comportamentos que nos colocam em uma situação acomodada à rotina, deixando de arriscar e alcançar resultados extraordinários. Porém, a sua vida começa no momento em que termina a sua zona de conforto

Não se engane com este nome. De confortável, esta zona não tem nada! Quer saber mais sobre o assunto? Continue lendo este artigo.

Com o Autoconhecimento você será capaz de identificar e corrigir seus erros,
aprimorar suas habilidades e desenvolver-se continuamente. Clique e descubra!

O que é a zona de conforto?

A zona de conforto refere-se a uma série de pensamentos e comportamentos que não provocam nenhum tipo de medo, ansiedade ou risco. Uma pessoa que está na zona de conforto realiza apenas as coisas que lhe trazem resultados satisfatórios, limitando-se à uma falsa sensação de segurança que impede a superação e a evolução.

Por um tempo, essa zona produz uma sensação positiva. No entanto, ela nos impede de aprender coisas novas e de progredir em nossas vidas pessoais e profissionais. É como se o aluno que concluiu o 6º ano não quisesse ir para o 7º. Ele já aprendeu tudo o que tinha para aprender, mas agora precisa lançar-se a novos desafios, caso contrário, jamais conseguirá concluir seus estudos.

Com o passar do tempo, a tendência é que esta zona se torne tão familiar que o indivíduo não consegue perceber que está inerte. A preguiça, a soberba, o medo e a cegueira são alguns dos principais motivos que empurram a pessoa para a zona de conforto.

Quando a zona de conforto começa a ser prejudicial?

Existem alguns sinais que podem ajudar você a identificar se você está estagnado na zona de conforto e se esta situação está começando a atrapalhar sua vida. São eles:

  • Estresse;
  • Falta de motivação;
  • Ansiedade;
  • Desculpas constantes;
  • Vida profissional estagnada ou em declínio;
  • Medo de desafios novos;
  • Conformismo com os resultados já conquistados.

O crescimento pessoal acontece fora do espaço do conforto

Por mais que seja importante que o indivíduo se sinta seguro, ele só consegue crescer, se desenvolver e evoluir ao sair da zona de conforto e se permitir aprender coisas novas. Então, lembre-se de nunca ficar parado em relação aos seus desejos e sonhos!

O exemplo mais clássico de saída da zona de conforto ocorre quando um jovem sai da casa dos pais e passa a viver por conta própria. É um momento muito desafiador, em que ele deve arcar com suas despesas, lavar e passar a própria roupa, cozinhar, limpar a casa e fazer consertos — tudo de forma independente.

Ao mesmo tempo em que esse processo é difícil, ele se torna também libertador, já que o indivíduo adquire independência e descobre habilidades que jamais identificaria se continuasse a depender sempre de outras pessoas.

O mesmo vale para seu negócio: para que ele cresça, é necessário assumir riscos e ousar. Portanto, se você deseja alcançar novos patamares em sua vida pessoal e profissional, saiba aproveitar as oportunidades e arriscar de maneira calculada.

4 dicas para sair da zona de conforto

Sair de zona de conforto não está relacionado a ser irresponsável ou excessivamente ousado. É necessário saber reconhecer e assumir riscos, com disposição para aceitar as consequências caso as coisas não aconteçam como esperado. Quando você se dispõe a sair da sua zona de conforto, você começa a fazer coisas que a maioria das pessoas não faz.

Confira algumas dicas importantes para conseguir sair desse indesejado cenário e alcançar resultados extraordinários:

  1. Mantenha-se focado: ter um sonho ou um grande projeto de vida é a maior inspiração para o trabalho, além de ser uma excelente forma de se manter motivado. Quando há uma recompensa esperando à frente, você consegue se manter focado em seus objetivos e fazer tudo o que for necessário para alcançá-lo (o que só ocorre fora da zona de conforto).
  2. Reconheça seus limites: é normal se sentir acomodado quando tudo está satisfatório em sua vida. Contudo, o “satisfatório” pode dar lugar ao “ótimo”. Quando você começa a sair desse ambiente apenas satisfatório, passa a perceber melhor a existência das barreiras internas e externas. Saiba reconhecê-las, dê a elas a sua devida importância e procure pensar em como vencê-las.
  3. Saiba aceitar: quando você está em uma zona de conforto, a tendência é se acostumar a alcançar sempre os mesmos resultados. Por isso, é óbvio que a fuga desta zona vai lhe levar a algumas situações que você não consegue gerenciar ou controlar inicialmente. Quando isso acontecer, saiba aceitar as coisas como elas são apresentadas e confie sempre em sua capacidade de se adaptar e de aprender a lidar com o novo.
  4. Pense positivo: realize suas atividades sempre pensando no que há de melhor nelas. Dessa forma, você consegue transmitir o seu melhor para tudo o que executa. Para sair da zona de conforto, é preciso dar o melhor de si em cada atividade. Sair desse ambiente exige uma ambição de nota 10, e não um contentamento com aquele 6, que era apenas suficiente para ser aprovado.

Quais são as vantagens e benefícios de se sair do comodismo?

Entender a importância e começar a agir para sair de sua zona de conforto trará uma série de benefícios para sua vida e para suas relações pessoais e profissionais. A partir do autoconhecimento, você terá maior domínio sobre as suas emoções e consequentemente sobre seu comportamento, conduzindo-o de maneira favorável ao alcance de metas e objetivos. Veja as principais vantagens desse processo:

  1. Autoconhecimento e autoconfiança: geralmente, quando superamos medos e encaramos desafios, desenvolvemos habilidades e destrezas até então pouco exploradas. É aí que descobrimos potencialidades, nos surpreendemos com tudo que somos capazes de fazer e ser e nos encantamos com o melhor de nós. Quando percebemos que somos capazes de enfrentar os medos e inseguranças para tomar decisões e mudar a rotina, nos tornamos mais confiantes e passamos a agir, ao invés de esperar as coisas acontecerem.
  2. Controle sobre os medos: os maiores medos nascem da indecisão e da inércia. Ou seja, ele se instala e determina as nossas ações (ou não ações) em um círculo vicioso que nos mantém sempre no mesmo lugar. O que poucos sabem, no entanto, é que, na maioria das vezes, basta você tomar uma atitude e começar a agir para que a maioria dos medos desapareçam à medida que você cresce na vida pessoal e profissional.
  3. Criatividade e inteligência: quando estamos estagnados na mesma rotina, deixamos o nosso criativo de lado em detrimento do medo e das incertezas. A partir do momento em que começamos a estimular o cérebro e a pensar em formas mais criativas para os desafios da vida, saímos da zona de conforto e damos espaço para que a criatividade e a inteligência se manifestem e façam a diferença.
  4. Melhores relacionamentos: a partir do momento em que saímos da zona de conforto, exploramos a nossa essência, vencemos medos e nos sentimos mais felizes por viver. Além disso, passamos a enxergar as relações com as pessoas de outra maneira. Os conflitos diminuem e enxergamos o lado bom de cada indivíduo. Selecionamos melhor nossas amizades e amores, mantendo ao nosso lado apenas quem nos torna melhores e nos faz realmente felizes.
  5. Independência: como vimos, quando nos libertamos da zona de conforto, é possível reavaliarmos e começamos a nos relacionar com as pessoas de uma maneira mais saudável. De uma hora para outra, as pessoas passam de meras muletas ou refúgios e passam a somar ao nosso dia a dia e a complementar o nosso ser. Tornamo-nos independentes, ficamos cada vez mais fortes e confiantes sobre quem somos e o que queremos. A partir daí, aproveitamos mais o que a vida tem a nos oferecer e, consequentemente, vivemos uma vida mais feliz.

É possível mudar. Assista ao meu vídeo abaixo e descubra como:

Encarando desafios e medos

E você, está satisfeito com sua vida? Acredita que precisa melhorar algo em sua área pessoal ou profissional? Existe algo que você não faz, mas gostaria de fazer? Muitas vezes, estamos tão imersos em nossas zonas de conforto que precisamos do olhar de um profissional que nos ajude a sair da rotina e a enxergar a vida com mais vontade de crescer e realizar sonhos.

Um coach, por exemplo, pode ajudar muitas pessoas a encararem os seus desafios e medos. Utilizando métodos de desenvolvimento humano, o profissional te guiará em um processo de autoconhecimento, por um caminho mais efetivo para identificar suas verdadeiras motivações pessoais e profissionais. A partir desta clara compreensão sobre si mesmo, você passará a encontrar recursos internos que o estimulam a sair da sua zona de conforto.

Para ajudar você nesse processo de autoconhecimento e de saída da zona de conforto, o Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) criou o curso Professional & Self Coaching para despertar o seu melhor e lhe ajudar na conquista de resultados extraordinários em sua carreira.

Ao realizar a formação PSC do Instituto Brasileiro de Coaching, você estará munido de técnicas e ferramentas, tendo um diferencial competitivo de mercado, pois desenvolverá habilidades e otimizará suas competências para alcançar resultados em um menor espaço de tempo.

Deixe seu comentário abaixo e lembre-se de curtir e compartilhar este conteúdo em suas redes sociais.

Imagem: Africa Studio / Shutterstock



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010