Como vencer a ansiedade e o medo?

Vencer a Ansiedade e o Medo É importante ressignificar situações e traumas causadores do medo e da ansiedade para, assim, superá-los.

Entrevista de emprego, novos desafios no trabalho, problemas pessoais, entre outros, são alguns motivos de ansiedade e medo nas pessoas. Ela pode aparecer de diversas formas: pode ser um simples roer de unhas, perder o foco ou até uma explosão de nervoso. A ansiedade tem o potencial de prejudicar sua produtividade no trabalho e até mesmo sua vida pessoal.

Pode parecer exagero, mas quem sofre com esse, que é considerado um transtorno psicológico, tem diversos desafios e dificuldades em seu dia a dia. Questões que lhe impedem, em muitos momentos, de viver de forma plena, com paz e tranquilidade. 

Tendo estes fatores em vista, decidimos compartilhar dicas poderosas para vencer a ansiedade e o medo. Passe a aproveitar o que de melhor a vida tem a oferecer. Continue a leitura e confira!

O que é ansiedade?

Você se considera uma pessoa ansiosa? De acordo com o dicionário Michaelis, a ansiedade é um “sentimento e sensação de intranquilidade, medo ou receio”. Trata-se, de um mecanismo de defesa do organismo, que nos faz ficar alerta diante de situações de perigo ou importantes. Situações como entrevistas de emprego, um pedido de casamento, a viagem dos sonhos, uma conversa com o chefe, entre outros momentos.

Como é possível perceber, todos nós somos um pouco ansiosos. O problema surge quando a ansiedade se torna um grande mal-estar físico e psíquico; uma aflição e uma agonia incontroláveis, que praticamente nos paralisam.

Fechando o dicionário agora e para deixar claro, a ansiedade pode se tornar um transtorno. Esse problema pode aparecer em diversas fases da vida, sendo marcadas, geralmente, por transições, experiências traumáticas e até complicações de diversos tipos. Por isso, falamos das situações transformadoras acima, que podem acontecer no ambiente profissional.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 9,3% da população brasileira apresenta sintomas de ansiedade. Os distúrbios relacionados ao transtorno afetam 18,6 milhões de brasileiros. E ainda tem mais! A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) fez um ranking de ansiedade com 72 países. O Brasil ganhou o segundo lugar da lista, perdendo apenas para a Costa Rica.

Já deu para perceber como essa patologia tem grande impacto sobre a vida de muitos profissionais do Brasil, não é mesmo? Por este motivo, é essencial estar atento e empregar os cuidados necessários para que a ansiedade não avance. O agravamento do quadro pode acabar impedindo a pessoa de fazer até mesmo as coisas de que mais gosta. O impeditivo é o simples medo de se arriscar ou de não conseguir o que deseja.

Dicas para lidar com a ansiedade e o medo

Se você se identificou com o que apresentamos no tópico acima e todos os dias precisa enfrentar os desafios que a ansiedade e o medo trazem para a sua vida, vai gostar das dicas compartilhadas abaixo. Essas dicas são poderosas e te ajudarão a lidar com essa situação de forma a superá-la da melhor maneira possível. Confira:

1. Entenda o que é real e o que é imaginário

Muitas vezes, as crises de ansiedade surgem, pois nós temos a incrível capacidade de criar problemas em nossa mente, que nem sempre são reais. Nós damos um peso tão grande a algumas situações pelas quais passamos em nosso dia a dia, que acabamos sofrendo por antecipação. Tudo pelo simples fato de não conseguirmos separar o real do imaginário.

Neste sentido, quando você perceber que a crise está querendo se manifestar, pare por um momento e comece a pensar de forma racional. Pergunte a si mesmo se realmente e verdadeiramente faz sentido estar se sentindo assim. Trata-se de um problema que existe ou é fruto do seu medo? As consequências que vocês tanto teme, realmente se concretizarão?

Fazer essa reflexão é importante para reduzir o poder que a sua imaginação tem sobre a forma como se sente. A separação do real do imaginário contribui para encarar as situações cotidianas com mais tranquilidade. Temos convicção que ao praticar este exercício, você conseguirá, aos poucos, ter um domínio maior sobre suas emoções e sentimentos.

Para que você entenda melhor o que estamos querendo dizer, compartilhamos um vídeo que ajudará a evitar esse tipo de problema em sua vida:

2. Respire fundo

Pode parecer besteira ou clichê, mas respirar fundo e contar até dez é um modo eficiente de se acalmar que muitas pessoas utilizam. É uma maneira simples de parar e refletir sobre o que está acontecendo antes de agir impulsivamente ou entrar em uma crise de nervosismo.

O simples fato de não agir enquanto está contando e respirando fundo abre a possibilidade de refletir. A ansiedade nos leva a tomar atitudes por impulso que geralmente não são as mais indicadas. 

Quando você adquire esse hábito de primeiro parar e observar para somente então agir, potencializa a sua inteligência emocional. Estar no controle das próprias emoções é a base para se tornar um profissional bem-sucedido. 

3. Psicologia Positiva

Desenvolvida nos anos 90, a Psicologia Positiva é um dos pilares da metodologia Coaching. Ela traz uma visão mais otimista das capacidades, potenciais e motivações do ser humano. É uma filosofia que busca focar na qualidade de vida e na construção de uma vida feliz, sem que a pessoa fique presa somente ao que está errado. Não estamos falando apenas de pensamentos positivos, mas de ações reais que mudem a percepção da pessoa.

A proposta de intervenção com Psicologia Positiva propõe o gerenciamento das tensões e da ansiedade. É uma eficiente maneira de ressignificar as situações e traumas para superar crises e o medo de agir. Consiste em um método de se tornar um agente de melhora em sua própria história. 

Um conceito de destaque da Psicologia Positiva é o Flow, que diz respeito à capacidade que as pessoas têm de se concentrar 100% em uma tarefa. Durante a realização da tarefa, elas se esquecem de tudo que está ao redor. Ter o foco total naquilo que se está fazendo reduz a sensação de urgência criada pela ansiedade, uma vez que não se está considerando o que será feito a seguir. 

Dica de leitura

Conheça mais sobre os conceitos da psicologia positiva e descubra como vencer a ansiedade e o medo por meio da compreensão da ciência, das experiências positivas, do otimismo e do altruísmo com o livro “Flow e Psicologia Positiva – Estado de Fluxo, Motivação e Alto Desempenho”. 

O autor é o psicólogo Helder Kamei, Coach formado pelo Instituto Brasileiro de Coaching – IBC. No livro, Kamei guia você neste caminho, mostrando que a saúde psicológica é muito mais do que ausência de sintomas.

4. Pare de se cobrar tanto

Quem é ansioso costuma se cobrar muito. Antes mesmo de uma situação sair do controle e dar errado, a pessoa ansiosa já está nervosa e trazendo toda a culpa para si. A dica é simples: mentalize diariamente que nem tudo o que acontece ao seu redor é sua culpa ou sua responsabilidade.

O momento para se preocupar com uma situação que deu errado é quando o erro acontecer. Se é que vai acontecer, e nada mais. Caso realmente o problema se manifeste, aí sim você deve pensar em resolver e pronto. Se precisar de ajuda para solucionar, chame um colega de trabalho. Não se martirize pelos seus erros do passado ou aqueles que ainda nem aconteceram.

Viver no momento presente com as questões do presente é fundamental para reduzir a presença da ansiedade e do medo em sua vida. Para vencer essa condição, é imprescindível focar no que está ao seu alcance no aqui e agora. O sofrimento por antecipação é uma das piores formas de sofrer, pois diz respeito ao que nem aconteceu ainda. 

5. Reserve momentos para se preocupar

Como falamos acima, o momento de se preocupar com o erro é quando ele acontece. Depois de acontecer e resolver, é hora de seguir a vida. O conceito de ter um horário para se preocupar é muito importante. Não fique se martirizando o dia inteiro ou relembrando como poderia ter sido nos dias seguintes. Você já dedicou seu tempo para aquele determinado acontecimento e agora é passado.

Reviver constantemente aquilo que te constrange ou desanima funciona como uma âncora que te mantém preso. Quando um problema é resolvido, deve deixar de pesar na sua consciência. Todo mundo erra, o que realmente faz a diferença é a forma como se resolve esse erro e se segue em frente. Com isso em mente, você perceberá que pode realizar muito mais do que imagina. 

6. Reserve um momento para o lazer

Deixe algum momento do seu dia para fazer uma atividade que você gosta. Pode ser ver um episódio de uma série, ouvir música, conversar com os amigos ou correr no parque. Você escolhe! E quando estiver fazendo essa atividade pense somente nela. Nada de pensar em problemas.

Desenvolver um hobby pode ajudar a superar a ansiedade, pois te auxlia a se concentrar no presente enquanto está realizando a atividade. Pode ser interessante até mesmo revisitar coisas que você gostava de fazer antes e que deixou no passado. Você já gostou de desenhar? Fazia algum tipo de artesanato? Encare como a oportunidade de se reconectar consigo mesmo. 

7. Ajude quem precisa

Foque a energia em ajudar o próximo. São tantos afazeres no trabalho e na vida pessoal, não é mesmo? Muitas vezes, o jeito é doar um pouco do seu tempo e/ou dinheiro para ajudar outra pessoa que está precisando. Focar sua mente em fazer o bem irá ocupar seu tempo de forma positiva e deixar sua mente mais tranquila.

Você pode iniciar essa mudança aos poucos, que tal apenas dedicar algum tempo para ouvir um colega que precisa desabafar? Em um final de semana por mês você pode realizar trabalho voluntário. Ao decidir se doar de alguma forma para o bem do outro você reduz a sensação de urgência gerada pela ansiedade e isso se reflete em menos medo. 

8. Participe de grupos

Integrar-se em uma comunidade e participar ativamente dela fará com que você ocupe seu tempo com atividades úteis. Também ajudará a conhecer pessoas novas, permitindo aprender algo novo com cada uma delas. A interação social é fundamental para superar problemáticas como a ansiedade.

O ser humano é um ser social que precisa do contato com outras pessoas para amplificar aquilo que tem de bom em si. Fazer parte de grupos servirá como uma ponte para você desenvolver relações mais poderosas, incluindo até mesmo amizades verdadeiras. 

9. Pratique atividades físicas

Não precisa sair por aí se matriculando em academias, caso você não se identifique. Muito menos ir por duas semanas e deixar isso para lá. Descubra um exercício que você goste e o pratique-o com calma, sentindo o prazer que ele lhe proporciona. Caminhar pela sua vizinhança pode ser um exercício bastante relaxante, coloque uma boa música no fone e aproveite. 

Com o passar do tempo, você observará que estará bem mais tranquilo e sentindo-se cada vez mais preparado para lidar com as situações do seu dia a dia. A atividade física ajuda a deixar de sofrer por antecedência com situações que muitas vezes se mostram positivas. 

10. Cuide da alimentação e beba água

É certo que determinados alimentos têm o poder de nos deixar mais agitados, principalmente se ingeridos no período da noite, como é o caso de frituras e alimentos gordurosos. Neste sentido, é fundamental que você procure balancear a sua alimentação. Consuma mais fibras, frutas, verduras, legumes, entre muitos outros, que vão lhe proporcionar uma sensação maior de prazer e bem-estar.

Lembre-se sempre de beber bastante água ao longo de seu dia, pois ela é considerada um calmante natural. Vai te ajudar a lidar melhor com o medo e a ansiedade, caso eles surjam em sua jornada de trabalho, por exemplo. Além disso, a água mantém seu corpo funcionando de forma adequada. Quando a saúde está em dia, a ansiedade tende a diminuir. 

11. Procure ajuda especializada

Aliado a todas essas dicas que compartilhamos com você até aqui é essencial também que você procure ajuda especializada. Pode ser um psicólogo ou um psiquiatra, para que seja feita uma avaliação do tipo de ansiedade que você tem. O especialista em saúde mental irá verificar se é necessário tomar medicamentos, que vão lhe ajudar a lidar melhor com ela e com o medo em sua vida.

Esses profissionais contribuem de forma significativa com o tratamento do transtorno, pois estão verdadeiramente prontos e preparados. Eles ouvirão suas queixas, suas dúvidas, anseios, medos, lhe ajudando a compreender melhor de onde cada um deles vem. Também te ajudarão a encontrar mecanismos para lidar com eles e combatê-los nos momentos que estes tentarem te paralisar.

12. Empodere-se através do Coaching

O Coaching é a metodologia de desenvolvimento humano, profissional e empresarial, que mais tem ajudado indivíduos a lidarem com suas questões existenciais de forma prática e efetiva. Trata-se de um método que contribui para que o indivíduo conheça melhor a si mesmo. 

Através de conhecimentos, técnicas e ferramentas, comprovadamente eficazes, compartilhadas durante a formação Professional & Self Coaching – PSC, aqui do IBC, a pessoa consegue desenvolver o seu processo de autoconhecimento. A partir disso, o indivíduo passa a ter maior controle sobre suas emoções e sentimentos.

Tudo isso por meio da inteligência emocional, que ajuda o indivíduo a entender melhor o que faz com que seus medos e a ansiedade surjam no dia a dia. Também proporciona maior consciência de seus pontos fortes, que vão lhe ajudar a encontrar os recursos internos necessários para afastar os sentimentos negativos nos momentos de crise.

O fortalecimento do seu emocional é crucial para ser uma pessoa mais bem resolvida e pronta para entregar o melhor para o mundo. Para que possamos nos tornar pessoas melhores, precisamos ampliar nosso autoconhecimento e investir em nosso crescimento. A ansiedade e o medo não podem te parar, você deve se colocar no comando para mudar os resultados obtidos através dos seus esforços. 

Permita-se ser empoderado por este processo!

É válido reforçar que o empoderamento, por intermédio do Coaching, não substitui o tratamento mental especializado, junto aos psicólogos e psiquiatras. Pois, no caso da ansiedade vir a ser configurada como patologia, cabe a essas duas profissões oferecer orientações e tratamentos adequados. 

Esses tratamentos contribuem para a saúde mental do paciente. O processo de Coaching o ajudará a entender melhor como aproveitar os ganhos obtidos por meio dos cuidados médicos. A saúde mental é muito importante e merece atenção de quem deseja viver plenamente. 

Esperamos ter contribuído, efetivamente e na prática, para que você consiga superar estes desafios que a ansiedade e o medo trazem para a sua vida. Coloque essas dicas em prática em sua rotina e veja os resultados extraordinários acontecendo com o passar do tempo.

Agora nos conte: você tem mais dicas de como vencer a ansiedade e o medo, que não estão na lista que compartilhamos aqui? Deixe o seu comentário, falando sobre suas experiências e sobre o que achou do artigo.

Lembre-se de compartilhar este conteúdo com seus amigos, em suas redes sociais, para que eles também conheçam essas técnicas e superem a ansiedade.

Copyright: 459047728 – https://www.shutterstock.com/pt/g/borysevych.com

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63