O que é a síndrome do pensamento acelerado

Homem com dor de cabeça

A Síndrome do Pensamento Acelerado é um problema decorrente da vida acelerada.

“Eu não vou conseguir entregar esse relatório a tempo. O meu chefe vai brigar comigo. Eu vou ser considerado incompetente. A empresa vai me mandar embora. Com o mercado do jeito que está, eu não vou conseguir uma recolocação profissional. Eu vou entrar em crise financeira, e meus amigos e familiares vão me abandonar.”

Você já teve raciocínios desse tipo? Um ponto de partida relativamente simples alcança consequências catastróficas, uma derivada da outra, em questão de segundos. Essa é a base de um problema cada vez mais comum, conhecido como “síndrome do pensamento acelerado”.

Neste artigo, vamos compreender melhor em que consiste essa síndrome, quais são os seus sintomas e consequências e como podemos lidar melhor com as nossas ideias, sem desencadear essa avalanche de catástrofes. Continue a leitura e saiba mais sobre o tema!

O que é a síndrome do pensamento acelerado e como ela se desenvolve?

A síndrome do pensamento acelerado, também conhecida pela sigla SPA, é resultado do excesso de produção de pensamentos em uma velocidade tão alta que gera estresse e exaustão do cérebro. Tudo isso é consequência do excesso de estímulos sociais e atividades a que o indivíduo se submete diariamente: o excesso de informação prejudica o desenvolvimento de funções da inteligência, como pensar antes de agir, ser resiliente, colocar-se no lugar do outro e expor ideias sem as impor.

As pessoas que sofrem com a síndrome do pensamento acelerado acabam gastando mais energia pela constante atividade cerebral e sentem um imenso cansaço, mesmo não tendo realizado nenhuma atividade física. Lembre-se: pensar é bom, mas em excesso pode ser prejudicial à saúde mental, transformando-se em um verdadeiro transtorno, do tipo ansioso.

Dessa forma, a síndrome do pensamento acelerado é considerada uma patologia moderna decorrente da vida acelerada que a maior parte das pessoas vivencia. Segundo a Liga Acadêmica de Saúde Mental LISAN, da Universidade Federal de Uberlândia — MG, essa é uma síndrome que atinge mais de 80% da população mundial, sem restrição de idade. No entanto, indivíduos que estão sob pressão constante e precisam lidar com prazos e metas de caráter urgente são os mais atingidos por ela.

Quais são os principais sintomas dessa síndrome?

Entre os sinais mais clássicos dessa síndrome, os especialistas no tema apontam os seguintes:

  • Ansiedade excessiva (pensamento muito focado no futuro, sobretudo no que pode dar errado);
  • Oscilações frequentes de humor, com especial atenção aos momentos de irritabilidade;
  • Problemas de memória;
  • Sensação constante de cansaço, tanto físico quanto mental, mesmo sem ter se exercitado ou executado alguma atividade realmente cansativa;
  • Intolerância a contrariedades, isto é, explosões de estresse a qualquer evento que mude os planos iniciais;
  • Dificuldades de concentração;
  • Sofrimento por antecipação, ou seja, pensar sempre no pior acerca de eventos que ainda não ocorreram — e que até mesmo podem não ocorrer;
  • Dificuldade de lidar com pessoas lentas;
  • Sintomas físicos, como: constantes dores de cabeça ou musculares, queda de cabelo, gastrite ou outros problemas estomacais, urticária, problemas de pele, insônia, entre outros.

Quais são as consequências da SPA?

Em longo prazo (ou não tão longo assim), a síndrome do pensamento acelerado pode provocar algumas consequências severas, que prejudicam muito a qualidade de vida das pessoas.

A pessoa pode, por exemplo, desenvolver uma dificuldade grande de lidar com as perdas. Ela sofre antes, durante e depois dos eventos negativos da vida, o que enfraquece a sua capacidade de responder emocionalmente a esses eventos.

Além disso, doenças psicossomáticas (transtornos de origem emocional que impactam tanto o aspecto físico como o psicológico) podem surgir, como o TOC (transtorno obsessivo-compulsivo), o transtorno do pânico, o TAG (transtorno de ansiedade generalizada) e a depressão.

Como lidar com o excesso de informações?

Todas as informações que temos são realmente necessárias? Todos os dispositivos móveis, aplicativos e itens de interatividade são fundamentais? Que mal faria desacelerar um pouco e tirar um tempo para você refletir, meditar e dar adeus ao estresse?

Manter os níveis de ansiedade dentro dos padrões normais ajuda a deixar a saúde em dia e facilita o enfrentamento das adversidades do cotidiano. Nesse sentido, é preciso ser seletivo com as atividades realizadas, propondo-se a fazer apenas aquilo que a sua mente e o seu corpo suportam. Portanto, tenha um olhar crítico sobre as suas escolhas e saiba dizer “não” sempre que necessário.

Além disso, é importante compreender que a vida não consiste apenas em cumprir obrigações. Precisamos de tempo adequado para dormir, para relaxar, para ter hobbies e atividades de lazer, para sair com os amigos, para ficar com a família, para namorar, enfim, viver em plenitude. Por isso, a capacidade de administrar adequadamente o tempo, definindo as suas prioridades, é um auxílio poderoso na prevenção e no combate à síndrome do pensamento acelerado.

Por fim, é sempre importante lembrar que, como todo e qualquer transtorno da mente, a SPA pode necessitar de um auxílio profissional para ser curada. Para isso, existem os médicos e os psicólogos, que contam com técnicas terapêuticas e medicações (quando necessário) para efetivamente resolver a questão.

Conclusão

Para concluir, devemos compreender que a síndrome do pensamento acelerado ocorre quando a quantidade e a velocidade dos pensamentos que temos são excessivas, devido aos superestímulos típicos da nossa era. Para resolver esse transtorno, é necessário recorrer ao auxílio profissional, administrar adequadamente o nosso tempo, definir as prioridades da nossa vida e reduzir os estímulos aos quais somos expostos, obtendo um tempo adequado para o descanso e para o lazer.

O pensamento acelerado pode gerar sofrimento, no sentido de que a maioria desses pensamentos é negativa. Portanto, ao perceber algum dos sintomas acima descritos, não hesite em procurar ajuda profissional.

E você, querida pessoa, já vivenciou momentos de pensamento acelerado? O que tem feito para lidar com essa questão? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds